Destino Mortal - Suzanne Brockmann - Destiny #01



Editora: Valentina
Páginas: 536

Sinopse: Expulso de um grupo de elite de forma desonrosa, o ex-Navy SEAL Shane Laughlin está com seus últimos 10 dólares no bolso quando, finalmente, consegue um emprego para participar de um programa de testes no Instituto Obermeyer (IO), uma fundação de pesquisas e desenvolvimento desconhecida do grande público e que trabalha com atividades secretas. Logo, Shane descobre que existem certos indivíduos que têm a habilidade única de conseguir acesso a regiões inexploradas do cérebro, com resultados extraordinários, incluindo telecinesia, força sobre-humana e reversão do processo de envelhecimento. Conhecidos como Maiorais, essas raras figuras são criadas ou recrutadas pelo IO, onde, rigorosamente treinadas com o auxílio de técnicas ancestrais, conseguem cultivar seus poderes e usá-los de forma responsável.No entanto, nas profundezas da segunda Grande Depressão dos Estados Unidos, onde o abismo social entre os que têm muito e os que não têm nada ameaça a ordem de forma definitiva, ricaços imprudentes descobriram uma alternativa sedutora na forma de um novo produto: Destiny. Trata-se de uma droga de fabricação quase artesanal, capaz de transformar qualquer pessoa num Maioral, além de oferecer a atração especial de garantir a juventude eterna para o usuário.O cartel sinistro conhecido como a Organização começou a produzir Destiny em larga escala, e a demanda pela droga se tornou epidêmica. Poucos, porém, sabem do verdadeiro perigo da nova droga, e são ainda em menor número os que detêm o segredo sujo do ingrediente crucial para a fabricação da substância. Michelle “Mac” Mackenzie é uma das poucas que conhecem toda a verdade.


Destino Mortal seria o primeiro volume de uma série escrita pela Suzanne Brockmann, publicado pela Editora Valentina aqui no Brasil, porém após uma pequena pesquisa no site da autora descobri que ela talvez não vá dar prosseguimento a série. O que me deixou p da vida, acho que quando alguém se propõe a fazer algo que envolve expectativas ela tem a obrigação de ir até o final, até para não deixar coisas em aberto como aconteceu aqui.

Em um futuro onde há uma grande crise mundial que atingiu em cheio dos Estados Unidos, há grande fome, desemprego, etc. existem pessoas que tem poderes especiais adquiridos através da integração de áreas do cérebro não exploradas, essas pessoas são chamadas Maiorais. Shane Laughlin, um ex - SEAL está com problemas financeiros, depois de ser expulso da Marinha e ser colocado na lista negra, ele não consegue arrumar emprego e sua última opção é aceitar o convite do Instituto Obermeyer para participar de pesquisas. Em sua última noite, Shane resolve arrumar companhia e conhece Mac em um bar, o que ele não sabe é que Michelle -  Mac - Mackenzie não só trabalha no Instituto, como também desenvolve um trabalho contra uma nova droga que leva as pessoas a loucura além de lhes dar poderes especias: o Destiny.

O que me deixa mais chateada com a autora é que essa série tinha muito potencial, a narrativa é mais adulta, é sensual, tem cenas bem desenvolvidas, personagens fortes e com ação na medida certa. A escrita da Suzanne também é maravilhosa, não é extensa, nem cansa o leitor com muitos detalhes desnecessários, muito pelo contrário, ela consegue envolver sem entediar quem está do lado de cá.

Mac é uma mulher com um passado marcado pela violência, ela é uma vítima e se culpa pelos poderes que possui.Ela não quer se envolver emocionalmente com ninguém, pois acha que esse sentimento não é real. Quando conhece Shane, ela logo sente algo inexplicável e não só a nível emocional, a nível físico também.

Shane, por sua vez, é aquele personagem muito conhecido como florzão! Ele é todo grande, mas no fundo é um ursinho de pelúcia. Também tem um passado sombrio e honrado que o levaram a ser expulso da Marinha. Quando conhece Mac está desesperado, prestes a agarrar o que ele acha ser sua última chance e quando eles tem uma noite quente tudo que ele pode pensar é nela.

Além do casal de protagonistas, temos outros personagens bem interessantes, como Elliot e Diaz, dois personagens gays, o Mestre, que é um homem também marcado pelo passado e Anna uma jovem que perde a irmã e fará de tudo para tê-la de volta. São personagens que deveriam ter uma participação maior e creio que terão se a série prosseguir.

Eu adoro essa capa, ela foi um dos motivos que me levaram a ler esse livro. As folhas da diagramação são brancas, o que me atrapalhou muito durante a leitura, eu tenho astigmatismo e folhas brancas são um grande desafio para mim. Enfim, vamos torcer para essa autora voltar logo, pois apesar dela ter escrito dois outros livros no mesmo universo, não é a mesma coisa.



12 comentários:

  1. Nossa que pena que a escritora não vai dar continuidade na série, achei realmente interessante a premissa do livro, gostaria de saber se Shane vai aceitar o convite para participar da pesquisa e que podere são esses que a Mac tem, fiquei curiosa em saber!! Gostei da Dica,mas se não vai ter continuidade esse livro vou passar!!

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro. Confesso que ao ver a capa não fiquei curiosa, mas ao ler a resenha aos poucos meu interesse foi despertado.
    Mas fico sabendo que a autora não pretende dar continuação a série, aí fica difícil. Já imagino os buracos no primeiro livro que vão permanecer simplesmente por não ter uma continuação.
    A resenha me remeteu a um filme de ficção cientifica, acho que dos anos 80, mas infelizmente não consigo lembrar do nome.

    ResponderExcluir
  3. Mas pela premissa da história tinha um baita potencial pra coisa boa mesmo. Que pena essa questão da continuidade. Gostei do clima que a história parece ter, a coisa dos poderes nessas pessoas, o dilema da garota, o envolvimento desses dois e o tom mais adulto da trama...nossa, tem muita coisa ali que me chamaria atenção pra ler. Mas isso de não saber se vai ter continuações mesmo dá uma desanimada. A gente esperar pelas coisas e não ter depois? Ai =/

    ResponderExcluir
  4. Olá! Uma pena que uma série com tanto potencial, não tenha previsão de continuação, gostei do enredo cheio de mistério e ação, doida para conhecer melhor o Shane, agora é torcer para que a autora volte a escrever a série logo.

    ResponderExcluir
  5. Bah....Como assim não é certo continuação??
    Primeira resenha que leio sobre o livro, e achei a proposta super interessante, gosto muito de livros com assuntos deste tipo, mas até desanima antes de mais nada saber se haverá ou não continuação, pois geralmente antes de iniciar alguma série a gente pesquisa e se informa bem antes.Mas adorei conferir a resenha.

    ResponderExcluir
  6. Confesso que olhando pela capa imaginei que se tratava de um romance erótico, mas me surpreendi bastante.
    O enredo parece ser interessante, porém que pena que a autora não vai dar continuidade nessas obras.

    ResponderExcluir
  7. Priscila!
    Livros de ficção são meus favoritos, ao lado dos romances, é claro.
    Fiquei fascinada com a premissa do livro (série) e até queria ser uma Maioral...kkk
    Além da ficção poder encontrar um certo mistério, romance e até conspiração, mostra o quanto o livro é bom e merece uma leitura detalhada.
    Realmente digno de uma série televisiva.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “ Lança o saber e não terás tristeza.” (Lao-Tsé)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  8. Suzanne Brockmann é uma das minhas autoras favoritas e amo essa predileção dela por personagens SEALs. Gostei da história, gostei muito, mas a quantidade de personagens me confundiu um pouco no início, principalmente pq, como vc, fui procurar se as continuações se haviam sido publicadas, e foi decepcionante saber que não, pq essa quantidade de personagens tem que ter um propósito na história. Não podem estar ali avulsos.
    A capa é linda, mas saber que pode não haver continuações tirou um pouco do brilho de tudo.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, parece ser uma premissa tão boa e ela não irá dar continuação!
    Fico bem irritada quando a trama fica em aberto e sem continuação, e acho que por isso não faria a leitura já que eu odeio ficar curiosa haha
    Não gosto quando as páginas são brancas, sempre atrapalha a leitura.

    beijos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  10. Oi, Priscila!
    Nossa amei a idéia da autora! Sem dúvida essa série tem tudo para dar certo! Mas que pena que a autora não vai escrever os próximos livros!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Atrama tem uma premissa muito boa. A historia em si realmente prender o leitor no incio até o fim. Fiquei super curiosa sobre essa pesquisa e sobre o romance que há entre eles. Já anotei em minha lista de leitura!

    Meu Blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  12. A princípio achei que não fosse erótico mas fiquei muito surpresa Realmente fiquei muito surpresa com essa sinopse e com possível desenrolar da trama sinceramente obviamente esse livro já está na minha lista nos Skoob

    ResponderExcluir