Eu e Esse Meu Coração - C.C. Hunter


Editora: Jangada
Páginas: 424
Classificação: 

Sinopse: Leah MacKenzie, de 17 anos, não tem coração. O que a mantém viva é um coração artificial que ela carrega dentro de uma mochila. Com seu tipo sanguíneo raro, um transplante é como um sonho distante. Conformada, ela tenta se esquecer de que está com os dias contados, criando uma lista de “coisas para fazer antes de morrer”. De repente, Leah recebe uma segunda chance: há um coração disponível! O problema é quando ela descobre que o doador é um garoto da sua escola – e que supostamente se matou! Matt, o irmão gêmeo do doador, se recusa a acreditar que Eric se suicidou. Quando Leah o procura, eles descobrem que ambos têm sonhos semelhantes que podem ter pistas do que realmente aconteceu a Eric. Enquanto tentam desvendar esse mistério, Matt e Leah se apaixonam e não querem correr o risco de perder um ao outro. Mas nem a vida nem um coração transplantado vem com garantias.




Eu e Esse Meu Coração foi minha primeira experiência com a escrita dessa autora, que foi indicação da minha amiga Patrícia do blog Lendo e Escrevendo e confesso que ela acertou em cheio, pois eu amei o livro.

Leah aos 17 anos não tem coração, literalmente.Sofrendo de uma condição em que seu coração teve de ser substituído por um coração mecânico até que ela consiga um transplante, a garota vive um dia de cada vez tentando não pensar que sua morte pode estar cada vez mais próxima. Matt é um irmão, um filho e acabou de perder o pai. Ele e seu irmão gêmeo, Eric, precisam cuidar um do outro, pois sua mãe está deprimida demais para cuidar dela mesma. Até que o impensável acontece, Eric é encontrado morto e a polícia conclui que foi suicídio. Eric, tão jovem que já havia escolhido ser doador de órgãos salva a vida de Leah. Agora o coração de seu irmão volta a bater no corpo de outra pessoa e Matt terá de lidar com isso e com o fato de que está tendo sonhos estranhos com o irmão e parece que a menina que recebeu o coração sente o mesmo.

Esse livro é uma mistura de mistério e romance, ambos balanceados na medida certa. A autora conseguiu nos transportar para as incertezas de alguém que recebeu um coração novo e terá de se acostumar com o fato de que não está mais morrendo e alguém que sofreu duas perdas irreparáveis e que agora não consegue seguir em frente sem respostas.

Matt conhecia Leah bem antes dela receber o coração de seu irmão, eles estudavam juntos na escola e ele sempre foi meio a fim dela, mas um outro rapaz chegou antes dele. Agora ele parece ter uma segunda chance de se aproximar, pois a garota parece ser a única pessoa que entende que Eric jamais se mataria e suicídio não parece ser o que realmente aconteceu.

Leah, por sua vez sempre teve uma quedinha por Matt, sempre o achou lindo, mas achava que ele era areia demais para seu caminhãozinho. Agora ela se sente mais próxima do que nunca dele, pois está mais ousada e parece que muita coisa que antes se encaixava em sua vida, agora não se encaixa mais. 

As cenas entre os dois são muito fofas, eles realmente constroem uma relação através da dor da perda e do nascimento da esperança. Eles são adolescentes, então a relação entre eles também acaba sendo um pouco de descoberta.

Eu amei essa capa, achei ela além de linda significativa para a história. A diagramação é bem simples, mas ajuda muito durante a leitura. Enfim, recomendo para quem curte um romance adolescente com uma pitada de mistério. 

5 comentários:

  1. Eu lembro quando a editora postou duas fotos no Facebook para votação da capa desse livro e eu votei, mas nem sequer pensei em ler por achar que seria mais um romance de sempre (ainda bem que me enganei).
    Esse livre parece ter uma história muito emocionante que envolve o leitor por completo, então estou muito ansiosa para ler e me acabar nesse livro!

    ResponderExcluir
  2. Uau, confesso que não esperava tanto desse livro.
    Eu só sabia da sinopse, essa é a primeira resenha que leio sobre e fiquei interessada.
    Parece que a autora abusa do drama, mas com sabedoria.
    E ela utiliza temas fortes, um transplante de coração e suicídio, e tudo conectado... Realmente eu quero ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Priscila!
    Não li nada da autora também, porém gostei muito do plot desse exemplar.
    Adoro quando há essa mistura de mistério e romance, e, na medida exta.
    Bom ver a descoberta dos dois e eles terem construídos um bom relacionamento, mesmo em cima da dor.
    Desejo uma ótima semana!
    “A melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DEZEMBRO - 7 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  4. Olá! O livro parece ser mesmo lindo, imagino como deve ser difícil para o Matt ter que lidar com a perda do irmão, e essa sua busca para descobrir o que realmente aconteceu, já Leah está tendo uma segunda chance, e embora seja em consequência de uma tragédia, ela tem que aproveitar essa oportunidade.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Priscila
    Quem vê a capa, não pensa que tem toda essa trama aí dentro.
    Votei nessa capa e confesso que nunca imaginava que esse livro é tão maravilhoso.
    Sua resenha foi a primeira que li e confesso que vou ter que ler o mais rápido possível, com um enredo triste pela morte de Eric e muito amorzinho pelo casal Leah e Matt.
    Beijos

    ResponderExcluir