Ano Um - Nora Roberts - As Crônicas da Escolhida #01

Editora: Arqueiro
Páginas: 400
Classificação:
Onde Comprar: https://amzn.to/2XvuBfu

Sinopse:Tudo começa na noite de Ano-Novo. A doença se alastra rapidamente. Em questão de semanas, a rede elétrica para de funcionar, as leis e o sistema de governo entram em colapso e mais da metade da população mundial é dizimada.Onde existia ordem, agora só há caos. E conforme o poder da ciência e da tecnologia diminuíam, a magia crescia e tomava o seu lugar. Uma parte dessa magia é boa, como a feitiçaria praticada por Lana Bingham no apartamento que divide com o amante, Max. Outra parte dela, no entanto, é inimaginavelmente maligna, e pode se esconder em qualquer canto, numa esquina, nos fétidos túneis sob o rio ou dentro daqueles que você mais ama e conhece…Espalham-se rumores de que nem os imunes nem os dotados estão a salvo das autoridades que patrulham as ruas devastadas, então Lana e Max resolvem deixar Nova York. Outros viajantes também seguem esperançosos para o oeste: Chuck, um gênio da tecnologia que mantém o bom humor em um mundo off-line; Arlys, uma jornalista que insiste em buscar e registrar a verdade; Fredinha, uma jovem com um otimismo que parece fora do lugar nessa paisagem desoladora; Rachel e Jonah, médica e paramédico, determinados a proteger uma jovem mãe e seus três bebês recém-nascidos.Em um mundo em que cada estranho no caminho pode representar a morte ou a salvação, nenhum deles sabe o que encontrarão. Porém, um novo horizonte os aguarda, a concretização de uma profecia ancestral que transformará a vida de todos os sobreviventes.

 Quem me conhece sabe que eu não conseguiria não ler esse livro o mais rápido possível não é? Então assim que ele chegou furou a fila e eu confesso que não estava esperando essa versão da Nora Roberts.

Uma doença desconhecida assola a população mundial e matando bilhões em pouquíssimo tempo. Em questão de poucas semanas o caos toda conta do mundo, não há cura, não há mais estrutura governamental. O que há são pessoas tentando sobreviver a esse cenário, pessoas que são imunes a doença e pessoas que são imunes e que descobriram um poder que antes não tinham. Fadas, bruxos, elfos, seres sobrenaturais que viviam como humanos, que tinham seu poder adormecido e que agora despertaram. E como em tudo há equilíbrio, há pessoas boas e ruins e pessoas incomuns boas e ruins.  E no meio disso tudo nossos protagonistas, Lana e Max, Kate, Jonah, A Rachel, Fredinha e Chuck  vão cons contando sua jornada em busca de reconstruir uma vida. 

Lana e Max eram chef de cozinha e escritor respectivamente e se nas horas vagas treinavam as artes da magia. Após a Catástrofe, descobriram que seu poder como bruxos aumentou exponencialmente. Eles fogem de Nova York em busca do irmão de Max e encontram refúgio com ele e alguns amigos da Universidade nas montanhas. Porém, eles descobrem que o poder que foi liberado no mundo, levou muitos deles para o lado escuro.

Kate é a filha do paciente zero, grávida de gêmeos, ela perdeu não só os pais, mas o marido e toda a família para a doença nos primeiros dias. Ela dá a luz com a ajuda de Jonah, um paramédico que possui o dom de sentir vida e morte. Juntos a doutora Rachel eles também fogem de Nova York levando um bebê que ficou órfão no hospital. Eles seguem com a esperança de encontrar um lugar seguro.

Arlys é repórter de um famoso canal de TV, ela transmite esperança até onde pode. Quando ela fica sabendo por Chuck, seu informante que há bilhões de mortos, que a violência é bem maior que a divulgada e que o governo caiu, ela foge também de Nova York com Fredinha, uma estagiária fada e Chuck. Juntos eles seguem para a casa dos pais de Arlys em busca de notícias.

Eu nunca havia lido essa versão de Nora Roberts. Ano Um é o livro mais sombrio da autora, com menos enfoque no romance e mais destaque para os dramas humanos a autora nos leva para uma mistura de distopia com sobrenatural que por vezes é previsível, mas que consegue surpreender nos momentos certos.

Os personagens são cheios de coragem e os que possuem magia ainda estão aprendendo a lidar com o dom que receberam. E esse parece ser apenas o início da história, nada será fechado em poucos anos me parece que Nora está planejando uma história que será passada em gerações. O que é algo mais a se observar, para quem é acostumado a ler os livros da Nora Roberts não se surpreende com o fato dela contar a história de uma determinada família, mas dessa vez, não vemos apenas flashes de algo que aconteceu no passado e vai ser resolvido no presente, temos uma estrutura narrativa na qual nesse livro introdutório ela nos responde exatamente o que aconteceu e como aconteceu em detalhes. Nora nos mostra a trajetória de cada um desses personagens que podem nem estar ou estar muito mais velhos no próximo volume, mas que terão uma importância fundamental para a geração que irá resolver a situação. Ela começa pelo início dessa jornada sem subterfúgios ou flashbacks, estamos lá desde o ano um.

Eu adorei essa capa,ela é muito linda e tem absolutamente tudo a ver com os símbolos místicos da história. A diagramação é outro ponto alto, a editora caprichou e conseguiu entregar um trabalho primoroso. Não vejo a hora de ler o próximo volume.


4 comentários:

  1. Gostei dele pela diferença das coisas que já vi dela. Isso de não focar em romance e ser algo mais sombrio e diferente dos que já vi lançando nos últimos tempos é bem legal e chamou atenção. Gosto desse estilo de livro também, então só aumentou a curiosidade. E que legal o jeito de conduzir a história, mostrar bem os detalhes do que aconteceu e como e dos personagens assim. A importância deles, o foco nessas pessoas e o que pode vir nos próximos livros. Gostei bastante e quero ler.

    ResponderExcluir
  2. Uau!!!Aquele tipo de resenha que a gente já fica com o coração na mão. Fico boba ainda com essa versatilidade da Nora. A mulher passeia em todos os lados da literatura e mesmo assim, consegue fazer bonito em todos.
    E oh, a danada é uma romancista incrível né?
    Ainda não tinha lido nenhuma resenha desta obra dela,mas com certeza, já quero demais poder conferir e se possível, o quanto antes!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi, Priscila
    Não li nada da autora e gostei de saber que ela passeia pelos gêneros literários com maestria.
    A capa do livro é maravilhosa!
    Gostei muito da trama bem detalhada de como tudo aconteceu e claro se envolve seres mágicos preciso ler o livro o quanto antes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Priscila :)
    Eu só li uma série da Nora, e foi puro romance. Não sabia que ela tinha esse lado sombrio, então acredito que essa série pode surpreender muito quem é fã da autora (e até quem nunca leu nada dela).
    Sei que a autora tem uma escrita muito cativante, e apesar de que eu não costumo gostar de livros com o foco em tantos personagens assim, Ano Um definitivamente tem minha atenção.
    Já foi para a minha lista de leitura!

    ResponderExcluir