Democracia Ameaçada - Joshua Wong


Editora: Faro

Páginas: 208

Classificação: 

Onde Comprar: https://amzn.to/2GaVBt5

Sinopse: A LIBERDADE DE EXPRESSÃO EM RISCO E POR QUE PRECISAMOS AGIR, AGORA. Há um autoritarismo perverso no mundo e ele está calando todas as vozes... E então, havia uma terra nos confins da Ásia. Seus habitantes tinham tanta liberdade econômica que a região se tornou uma das mais desenvolvidas do mundo. Mas um dia, sem avisar, uma ditadura, a China Comunista, decide roubar-lhes a liberdade. E a repressão começou forte. O primeiro alvo foi a doutrinação escolar, seguida da perseguição aos opositores. É aí que este livro começa... Qual é o momento certo de enfrentar o mal? Para Joshua Wong foi aos 14 anos. Enquanto os adultos permaneciam calados, Wong vislumbrou o que estava acontecendo em seu país e organizou o primeiro protesto estudantil em Hong Kong, se opondo à implementação doutrinária do currículo escolar imposto pela China comunista. Não foi fácil, mas venceu. Ao se tornar mundialmente conhecido pelos protestos, a surpresa foi não ter sido sequestrado ou desaparecido, como tantos opositores da autoridade comunista. Criou o movimento dos guarda-chuvas amarelos, chamando a atenção da comunidade internacional para o momento de perda de liberdades que Hong Kong vive e que começa a se estender para outras nações, com o controle da comunicação e do que se pode falar sobre a China. Joshua Wong narra o caminho que o levou para o ativismo, revela as cartas que escreveu durante sua prisão política e expõe um apelo poderoso e urgente: que lutemos pelo direito a livre expressão.



Quando eu vi o lançamento desse livro logo me interessei, pois como todos sabemos vivemos um momento onde as democracias ao redor do mundo estão notoriamente ameaçadas. Bem, qual não foi a minha surpresa ao ler a história de um rapaz que não mora propriamente em uma democracia.


Joshua Wong nasceu na China e vive em um país que é notoriamente comunista. E como todos sabemos a China não é bem uma democracia não é mesmo? Enfim, ele nos traz sua trajetória de luta pela liberdade de expressão e a educação do povo chinês e como ele foi perseguido pelo regime por isso.


Eu sou completamente contra todo tipo de regime autoritário, seja ele de direita ou de esquerda, completamente conta a violência e a favor dos direitos humanos. Quero dizer que não há nada de absolutamente errado na história contada por Wong. Sim, a China é um país notoriamente reprimido por um regime autoritário, sim há perseguição contra os opositores e tudo mais que se tanto demoniza por aí.


Porém o que mais me incomodou durante a leitura foi que eu fiquei ouvindo a voz dos tios do zap falando sobre ameaça comunista e o perigo do comunismo. O que nunca existiu na história desse país. A ameaça comunista é igual a Cuca do sítio do pica pau amarelo: folclore. Então essa leitura para mim acabou virando meio chata.


Por outro lado me trouxe uma reflexão bastante importante, principalmente em seu conteúdo afinal nós temos um presidente que adora xingar e perseguir jornalistas. Um regime que faz propaganda enganosa enquanto a Amazônia queima, então eu fiquei me perguntando se realmente a democracia está ameaçada pelo comunismo como alguns gostam de falar ou pela ignorância. 


Enfim, leiam o livro não é de todo ruim, mas o título é um pouco enganoso. 

0 comentários:

Deixe seu comentário