Mulher Maravilha (2017) | Crítica




O filme Mulher Maravilha, com estreia marcada para 01/06, mistura ação, drama e humor, traz à tona uma série de expectativas dos que aguardam há tanto tempo um filme exclusivo da heroína.
A emoção já começa com o trailer de “A liga da justiça”, que também chegará às telonas em 2017. Ver a adaptação dos desenhos de super-heróis que eram presentes no cotidiano das crianças dos anos 90 nos faz, para muito além de ver com olhos críticos e “adultos”, reviver com muito saudosismo uma infância marcada por possibilidades, a partir da presença da poderosa Amazona.

Na trama, Diana ainda é uma criança que observa as guerreiras de Themyscira, apresentando, desde então, vontade de lutar. O filme apresenta um importante contexto aos que não conhecem a história das Amazonas (bem como a de Diana), o que o caracteriza como uma obra de grande alcance, e não somente restrito ao público que se interessa por histórias de super-heróis. Apresenta, ainda, traços de mitologia e história, com a chegada de Steve Trevor, que “muda o curso” da história da paradisíaca ilha para o contexto da Primeira Guerra Mundial, em que, mais claramente, percebemos os poderes e a determinação de Diana na busca pelo sentido de sua missão na Terra.

A história se revela interessante, uma vez que apresenta surpresas, quebra expectativas, sem deixar de trazer as clássicas cenas de justiça executadas pela protagonista, muito bem interpretada por Gal Gadot. O sentido da missão da Mulher Maravilha é “revelado” a partir da mudança de uma visão maniqueísta clássica a uma constatação crítica da “natureza do homem”.


Além disso, é em contato com os humanos que a inocência de Diana e as críticas e a conscientização (embora veladas) aos padrões da sociedade patriarcal da época (e por que não dizer, também de nossos dias?) ficam evidentes, desde modos como se vestir a como agir, a restrição a expor opiniões ou executar algumas funções.

Só um filme imperdível assim apresenta uma excelente qualidade bem distribuída em muitos minutos que passam tão rápido. O filme possui uma articulação de início, meio e fim muito claros que não deixam o público a desejar.



Até agora estou em êxtase pelo filme fantástico. Estou em êxtase e saudosa por lembrar lá da infância, quando, ainda tão pequena, acordava cedinho e ia pro sofá com os lençóis pra poder ver "aquela mulher tão diferente, num mundo tão masculino, fazendo coisas que só os super - heróis faziam". E, nossa! Como ela trouxe sentido à minha vida! Me mostrou que eu não preciso seguir padrões, que eu posso ser EXATAMENTE O QUE EU QUISER!



E, claro, finalizo com uma frase do filme que me define mais ainda: "TUDO DEPENDE DO QUE VOCÊ ACREDITA. EU ACREDITO NO AMOR!"

Crítica por: Mayara Martins

9 comentários:

  1. Oi, Priscila!!
    Adorei a critica do filme!! Já estava muito ansiosa para assistir esse filme agora estou muito mais!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  2. Eu não pude ir na estreia desse filme, mas eu tenho certeza que eu não voue decepcionar! Eu esperei tantos anos por esse filme, pela Mulher Maravilha ser finalmente reproduzida em um filme só dela... Batman Vs Superman foi só uma entrada pro palco dela! Ansiosa que eu to conseguindo me controlar! ♡♡♡♡♡♡

    ResponderExcluir
  3. Que chique. Quero muito ver esse filme

    ResponderExcluir
  4. Essa crítica me deixou ainda mais interessada no filme.
    Quero muito assistir. Parece ser bem bacana e emocionante.
    A história, os cenários, os personagens, parecem ter sido super bem construídos.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  5. Quero muito assistir esse filme, adoro a mulher maravilha, querendo ou não, por mais que tenha outras heroínas nesse universo de quadrinhos e filmes, ela é a que mais se iguala em questão de influência aos super-heróis, ela não é simplesmente a mulher do super homem e é isso que adoro nela, não vejo a hora de poder ver esse filme, que deve estar maravilhoso.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Tô tão animada com esse filme que séénhôr! Tá parecendo maravilhoso. Bem feito, com uma história legal pra apresentar a personagem e adorei a atriz que faz ela.
    Ahh tá muito bom. Ao menos pelos trailers que vi eu gostei muito, mas tem que ver como ela está ali no filme todo agora. Pelo que estou vendo em tudo que é parte a mulher arrasou encarnando essa personagem e o filme todo tá dando gosto de ver. Quero muito assistir *-*

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho tantas expectativas pra esse filme, pelo amor o desenho da liga da justiça era o que eu mais gostava de assistir, e essa filme que traz a personagem mulher maravilha é sensacional. Eu tinha as boas expectativas pra essa mulher interpretar esse personagem e agora sei que minhas suspeitas e estão confirmados, ela arrasou.

    ResponderExcluir
  8. Sempre adorei a mulher maravilha, na minha infancia era a minha favorita, e estou com altas expectativas sobre o filme e fico muito feliz que tenha sido muito bem interpretada. Infelizmente não tem cinema na minha cidade então não pude assistir logo que lançaram, mas pretendo assistir muito em breve.

    ResponderExcluir
  9. Olá! Um dos melhores filmes de super heróis que já assistir, gostei muito dos efeitos especiais e das lutas, o filme te prende até o final, é super empolgante e está repleto de ação, aventura e comédia. Super recomendo.

    ResponderExcluir