Games of Thrones - Sétima Temporada | Primeiras Impressões




A estreia mais esperada por aqui aconteceu esse domingo, a volta de Games of Thrones! Acho que é uma das séries mais comentadas quando estreia, mas hoje para além da empolgação temos alguns assuntos sérios a tratar.

O primeiro e como todos já estão carecas de saber é o fato de sermos feministas e assistirmos a GoT, sim a série é misógina, sim tem feminicídio, machismo e outras cem coisas que podemos abordar por aqui e vamos abordar, mas precisamos falar sobre o protagonismo feminino, utilizarei isso ao invés de empoderamento por não me sentir confortável ao falar de empoderamento em GoT ainda, pode ser que cheguemos lá, mas por enquanto ainda estamos longe disso.

O protagonismo feminino na série foi construído a duras penas, foi construído em uma estrada de objetificação da mulher, em cima de estupros, humilhação pública e outras tantas cenas desnecessárias colocadas na série apenas para dar "impacto". E agora finalmente as mulheres estão no poder, empoderadas(?), ainda não estou completamente certa disso, por uma sede de vingança por tudo o que aconteceu com elas. O norte lembra e nós também lembramos e lembraremos disso, mesmo nesse momento de maior destaque para os personagens femininos.

Enquanto Cersei tomou o trono dos sete reinos para si, Arya Stark está arrastando sangue por onde passa para vingar sua família, Jon Snow e Sansa estão reunindo o exército no norte para combater os White Walkers. Daenerys está atravessando o mar para tomar o trono que é seu por direito e promete queimar tudo que estiver em seu caminho para isso.


Falando propriamente do episódio, eu achei meio morno, mas isso já era esperado já que as estreias de temporada da série são assim, geralmente a coisa só esquenta a partir do episódio três e dessa vez não parece que será diferente.

Quanto as personagens, eu vejo muito Arya perdida e em luto, ela é apenas uma criança ainda que sofre a perda da família e não parece ter se empoderado, ela tem um objetivo, que rege sua vida, mas não que é regido por ela, vocês conseguem ver a diferença? Cersei, por sua vez, é movida pelo desespero, a personagem que antes era uma das mais complexas da trama depois de ter sido humilhada publicamente fará de tudo para subir ao poder, mas depois do ocorrido ela age de uma maneira que apenas demonstra o quanto isso a mudou. Sansa é uma das únicas personagens que eu creio que finalmente conseguiram pegar efetivamente as rédeas da própria vida. Apesar de ser a que menos aparentemente detém o poder já que Jon Snow é o comandante do show, Sansa desempenha um papel essencial e está finalmente ganhando destaque para além do esperado.


Senti muita falta de Daenerys nesse episódio, acho que ela é uma das personagens mais ricas da série e merece ser tratada como tal. Assim como senti falta de mais cenas com Bran Stark, finalmente ele chegou na muralha e está prestes a se encontrar com parte da família, mas nesse episódio ele apareceu muito pouco, para o papel crucial que desempenhará nessa temporada.


Enquanto senti falta desses personagens, digo que não vi sentido na quantidade de cenas desnecessárias de Sam treinando para ser um meister. Salvo duas cenas que foram realmente necessárias, o resto pareceu mais encheção de linguiça do qualquer outra coisa. As cenas com o cantor Ed Sheeran me pareceram mais marketing do que cenas necessárias também #melhoremprodutoresdeGoT.

Enfim, estamos satisfeitas por aqui com a estreia, foi sim uma estreia padrão para os termos de GoT, embora tenhamos ressalvas já ditas aqui. Esperamos ver bem mais Daenerys e seus dragões, além de algumas outras teorias que esperamos que se concretizem.

11 comentários:

  1. Oi Pri, tudo bem?
    Comecei a assistir GoT, mas não consegui continuar. Não que eu não tenha achado legal a série, só não tive muita vontade ainda. Confesso para você que uma das cenas que mais me incomodou pelo pouco que eu vi, foi a lua de mel da Daenerys, que eu achei muito abusiva, realmente parecia um estupro. Não sei se isso é devido ao contexto da época, mas me incomodou bastante.
    Fico feliz que a série está agradando, talvez mais pra frente eu volte a assistir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Pri!
    Os começos de temporadas são mais explicativos. Ainda não vi o primeiro episódio, mas sei mais o que menos o que vai acontecer. A Arya sempre esteve meio perdida e conseguiu sobreviver assim como a Sansa. A Sansa finalmente deixou de ser aquela garotinha ingênua que tanto lemos nos livros. Também, depois de sofrer o que sofreu, não é possível que continuasse a mesma.
    As cenas do Bran eram as mais chatas, inclusive nos livros. Não sinto tanta falta dele assim. Espero não me decepcionar com o fim. Adoro a série, por mais que ela esteja longe da temática feminismo, é a época que o George quis retratar e retratou de forma bem realista e mostrando que as mulheres também podem dominar.
    Abc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nayane, então não podemos falar de época em GoT pois é uma fantasia. Temos várias outras fantasias que seriam inspiradas na epoca medieval que nao objetificam, humilham, estupram, etc as mulheres apenas para dar impacto. Entendemos por aqui sim que não é uma série com temática feminista,mas é uma série comandada por homens machistas, com temáticas e cenas machistas e nao poderíamos deixar isso em branco ao falar da série
      Bj

      Excluir
  3. Muita gente fala muito bem desta série, mas como sempre nem tudo que e sucesso agrada a todos, eu pro exemplo nunca assistir, e nunca me interessei, porém após um pouco mais sobre sua explicação da série, confesso que alguns pontos me interessaram, principalmente por se passar em uma época em que a mulher era tratada como submissa, e quero muito saber como isto de desenvolve na série, e se coisas iram mudar. Não te digo que irei começar assistir agora, porque não vou, mas futuramente pretendo sim dar uma chance.


    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, ainda não comecei o sétimo ano da MELHOR SÉRIE DE TODOS OS TEMPOS, mas já deu pra perceber que a Daenerys chegou com tudo. Espero que ela tenha mais cenas nesta temporada, pois a rainha sempre merece destaque, né? Beijos.

    ResponderExcluir
  5. É, tem alguns pontos e muitas coisas que falou que tenho que concordar. Esse negócio todo das mulheres da série é complicado. Acho bom demais quando vejo essas mulheres tomando as rédeas da própria vida, fazendo a vingança delas e tudo mais. Mas quando a gente olha pra jornada e tudo que passaram fica difícil não odiar muita coisa. Sei lá, até que estou gostando de ver a força delas crescendo ao longo dessas temporadas. Ainda mais pelo mundo em que vivem e como as coisas funcionam ali.
    Tem cena pra encher linguiça? Ahh, mas isso sempre teve. Tem muita coisa desnecessária e que causa birra e etc. Só que a trouxa aqui adora. Ahh mas eu pirei com essa estréia. Nem sei se por toda ansiedade pra rever ou o que foi, mas adorei. E até Edinho teve por lá! Cena boba? Sem muito contexto? É, só que é uma participação especial que amei xD
    O começo do episódio já me deixou animada porque adoro a Arya. Quando a menina aparece já bate aquela ansiedade pelas coisas que vai fazer. Cersei só consigo torcer pra se ferrar e ainda assim amo a personagem. Vai entender...
    A Dany sumiu. Só deu pra ver que ela chegou ali e foi isso mesmo. Mas gostei das cenas dela vendo o bendito do castelo da família, finalmente.
    Agora a Sonsa é a que mais espero que tome rumo porque ê personagem complicada. Nos livros nunca fui com a cara dela, mas a série até que me deu uma simpatia maior pela garota. Espero que não me decepcione. Ela é uma das personagens mais objetificadas dessa série e tenho pena e raiva pelas coisas que passou, mas ainda torço pra menina se dar bem no fim das contas.
    Tem muitos pontos baixos, muitos pontos altos, mas no fim confesso que adoro essa série e é uma que fico na ansiedade pra ver todo ano.
    Vejamos o que essa temporada vai criar né...

    ResponderExcluir
  6. O Ed deu o que falar nesse primeiro episódio né? O pessoal ficou enlouquecido haha
    Confesso que não tive coragem de assistir essa série ainda. Mas pelo que ando vendo, parece ser uma história incrível!
    São tantos comentários positivos, que isso vem me deixando cada vez mais animada.
    Não tenho muito o que dizer. Mas fico feliz por vocês terem ficado satisfeitas com o episódio haha
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  7. Priscila!
    Tive oportunidade de acompanhar a estréia dessa nova temporada e como sempre, fico deslumbrada com o figurino e o cenário, acho impecáveis.
    Quanto ao tal empoderamento feminino, concordo com você, não sei se acontecerá de fato, primeiro porque as mulheres da série, tem aquele impulso de ciúme, inveja e isso para mimatrapalha um pouco sabe. Sem contar que sinto a série desde o início bem machista, como era o comportamento da época mesmo...
    Vamos continuar a assistir para ver como tudo vai se desenrolar.
    “Educar é semear com sabedoria e colher com paciência.” (Augusto Cury)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. "sim a série é misógina, sim tem feminicídio, machismo"
    Sou suspeita para falar disso kkkkk amo quando os livros, filmes etc... Abordam esse tipo de tema. Acho que a sociedade precisa conhecer e entender melhor o feminismo ao invés de sair criticando.
    Enfim...sempre ouço falar de Games of Thrones e tenho certa curiosidade em conhecer melhor.

    ResponderExcluir
  9. Oi, não tenho muito o que falar porque só assisti a primeira temporada é não pretendo retomar.
    Mas pelo que eu assiti e vejo nas redes sociais, tem realmente cenas que chocam, e é por essas e outras que eu não pretendo voltar a assistir.

    ResponderExcluir
  10. Olá! Acredito que 99,9% da população estava ansiosa pela estreia de GoT (eu, pelo menos estava), concordo com você que o primeiro episódio não foi tão empolgante e houveram cenas que poderiam ter passado em branco, no entanto a espera era tanta que no final valeu a pena. Espero que o empodeiramento feminino realmente aconteça até o final da temporada, ansiosa para que ação realmente comece.

    ResponderExcluir