Herói nas Highlands - Suzanne Enoch - Série Highlands #01


Editora: Gutenberg
Páginas: 272

Sinopse: Canhões, tiros, cavalarias, armas. O Major Gabriel Forrester adora um combate e não foi à toa que recebeu o título de “Fera de Buçaco” depois de ganhar uma batalha em Portugal. Sem saber se estará vivo no dia seguinte, nunca se importou com nada além de proteger seus aliados e a si mesmo… Até que a notícia inesperada de se tornar o Duque de Lattimer e dono de uma imensa propriedade nas Highlands escocesas muda tudo o que ele achava já estar traçado para seu futuro.Em sua nova posição, a luta de Gabriel será conquistar a confiança de uma vila de escoceses nem um pouco amistosos, que não estão nada satisfeitos com o fato de ter como duque um antigo soldado inglês. Como se não bastasse, as terras ainda são administradas por uma mulher de língua afiada e corpo perfeito, que parece ser tanto sua salvação quanto sua ruína – e ele está disposto a descobrir em qual das duas categorias ela se encaixa.Com a ameaça de uma maldição nas terras em que nenhum inglês é bem-vindo, o novo duque encontra mais obstáculos do que imaginava. De todas as guerras que já lutou, essa aparenta ser a mais difícil. Afinal, é fácil eliminar inimigos; mas o que fazer quando o objetivo é fazer deles seus aliados?



Herói nas Highlands é o primeiro volume da série Highlands escrita pela Suzanne Enoch. Publicação da Gutenberg, creio que essa foi minha primeira experiência com a autora e teve seus pontos positivos e negativos.

Gabriel Forrester é um condecorado oficial do exército britânico, conhecido como "Fera de Bucaço" sua vida é lutar e proteger seus subordinados. Até que ele recebe a notícia que herdou um título, agora ele é o Duque de Lattimer e terá que cuidar do título e de suas propriedades. Uma em especial que está dando prejuízo, é uma enorme propriedade nas Highlands e é para lá que Gabriel se destina.
Ao chegar ele se depara com Fiona, uma mulher obstinada e que administra a propriedade. O único problema no plano de Gabriel é que ele não esperava se sentir tão atraído pela administradora de sua propriedade.

Vamos começar dizendo que existe uma linha tênue entre personagens com gênio forte e personagens grosseiras. E é exatamente essa linha que a autora ultrapassa, Fiona é extremamente grosseira e isso me desencantou um pouco da história, pois apesar de achar que a escrita da autora é boa, não consegui me conectar com a personagem que mais me irritou que qualquer outra coisa.

O que realmente salva esse livro é Gabriel, um personagem cativante, cavalheiro e com a pitada ideal de safadeza que a gente adora. Sim, ele tem momentos meio grosseiros, mas esses chegam até a ser engraçados.

As cenas entre eles tem diálogos interessantes, mas que muitas vezes são trocas de grosserias entre os dois. Apesar disso, a relação entre eles depois de algumas páginas começa a ser de entrosamento e parceria. Existem sim algumas cenas hot apesar do livro não ser classificado assim, então se esse tipo de cena te incomoda pode ser que em algumas partes do livro você tenha de pular.

Eu amei essa capa, acho que ela não tem nada a ver com Fiona, mas é a típica capa de romance de época. Enfim, apesar das ressalvas vale a leitura.



19 comentários:

  1. Nossa, vi tanta coisa legal quando falaram que iam lançar esse livro. A autora pareceu muito boa. Bem, não fui com a cara da personagem ser grosseira assim mas tenho que ler pra ver o que acho no fim das contas. O cara parece valer a pena ao menos. Agora é ver se a junção dos dois, cenas e diálogos compensam o jeito da garota...Hum..me deixou meio pé atrás mas ainda queria ler.

    ResponderExcluir
  2. Aah; eu não tenho o hábito de ler romance de época (ainda), e essa história não me conquistou.
    Acho maravilhoso quando o casal têm diálogos com trocas de farpas, ironias, mas grosseria perde a graça.
    Gabriel parece um bom personagem, e talvez tenha outro livro para mostrar o porquê das grosserias de Fiona. Seria interessante pelo menos, aprofundar mais os pensamentos e sentimentos dela.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Priscila, também amei essa capa, mesmo ela não tendo nada haver com Fiona e por falar nela, até que entendi ela e achei ela uma personagem forte, determinada e responsável por um cuidar de povo em que os líderes não queriam cuidar, foram as circunstâncias que fizeram ela ficar ácida frente a possibilidade de perder tudo, mas entendo o porque de você não ter gostado dela. A escrita da autora é mesmo fluída e acho que a única coisa que não curti nessa história foi o fato do final ser super corrido e dos "vilões" não terem o devido castigo, senti falta de mais desenvolvimento no final e de um epílogo. Curti a resenha e espero ver outros livros dessa autora publicado logo logo ;)

    ResponderExcluir
  4. Oi, Priscila!!
    Gosto muito de romances de época mas ainda não tive o prazer de ler algo dessa escritora a Suzanne Enoch. Também gosto muito de personagens fortes e independentes mas não ao extremo da grosseira. A capa é linda mas acho que não tem nada haver com a premissa da estória.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li o livro e nem conhecia a autora, mas confesso que a sinopse me chamou a atenção!
    Sou fascinada por romances de época, e mesmo que a mocinha seja um pouco irritante acho que vou conseguir relevar as grosserias dela! E esse Gabriel parece ser muito maravilhoso!
    Espero ler em breve.

    ResponderExcluir
  6. Ola, adoro ler romances de época, mas não conhecia a autora muito menos o livro, mas gostei da premissa do livro e quero ter a oportunidade de ler, não gosto de personagens grosseiras mas quero conhecer o casal e ver o desenrolar do romance entre os dois.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Priscila!
    Personagens grosseiros também me desagradam e por isso tenho a impressão de que não irei simpatizar pela Fiona, mas fico contente que há o Gabriel para compensar esse detalhe negativo pois pretendo ler Herói nas Highlands, gosto da escrita da Suzanne Enoch e até hoje nenhuma história dela me desapontou, espero que a história de Fiona e Gabriel não seja a primeira...

    ResponderExcluir
  8. Primeira resenha que leio sobre este livro, não havia visto nada sobre esta série. Confesso que parece uma proposta bem clichê sobre a historia, e personagem com esta característica de arrogância e brigas não me cativaram muito =(

    ResponderExcluir
  9. Eu comprei esse livro essa semana, porque vi bastante gente elogiar a autora. Confesso que agora me arrependi um pouco de ter comprado. Eu amo romances de época, e a história desse livro parece ser ótima! Mas acho que vou odiar a Fiona, só por saber que ela é grosseira assim.
    Ainda vou ler esse livro, mas agora já não é uma prioridade mais =/
    Bjss ^^

    ResponderExcluir
  10. Não curto muito romances de época, para mim parece ser sempre mais do mesmo, não gosto de nenhum personagem que seja grosseiro, então provavelmente ia odiar a Fiona, mas para quem gosta de livros do gênero, apesar de ter alguns probleminhas, parece ser um bom livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Apaixonada por esta capa!
    Já amo romances de época e essa capa ficou num tom ideal.
    Provavelmente não irei gostar de Fiona, pelo fato de ser grosseira já que não gosto de personagens assim.
    Mas daria uma chance a leitura.

    beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Priscila ;)
    Fiquei animada para ler esse livro depois que vi a Pah do Livros&Fuxicos falando bem dele, além de eu amar romances de época claro!
    Da pra ver que o livro tem uma história meio diferente, e só por isso já gostei e fiquei mais animada para ler ele.
    Já to vendo que vou me apaixonar pelo Gabriel, vai virar mais um mocinho literário no meu coração kkkkk
    E essa capa é linda demais mesmo, pena que ela não tem haver com a personalidade da personagem :/
    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Oi Pris.
    Adorei suas ressalvas.
    Pensei que tinha sido apenas eu que tive essa impressão dela, seu modos sinceramente não me agradaram de forma alguma, ele ainda deu para salvar, em certos momentos ele era um fofo bruto e dava para aturar, enfim curtir a história mas com certeza não é um dos meus preferidos.
    A capa é realmente estereotipada.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Oi! Tudo bem?
    Ah gostei da resenha, bem informativa, mas não rolou o interesse e ainda mais por ser romance de época, um gênero que eu não leio.
    Bom, vou deixar a dica passar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Priscila!
    É verdade, geralmente é o mocinho escocês em terras inglesas, aqui é o contrário.
    Quer dizer que a autora não usa linguagem formal... nossa, difícil em romance de época, não é mesmo?
    E fiquei ainda mais curiosa pela leitura por ver que Gabriel e Fiona tem personalidades cativantes e que nos prende durante toda leitura.
    Pena que trocam muita grosseria entre eles...
    Um final de semana de muita inspiração e paz no coração!
    “Eis um teste para saber se você terminou sua missão na Terra: se você está vivo, não terminou.” (Richard Bach)
    Cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  16. Oi Priscila,
    Amo romance de época e recentemente criei uma paixão por livros que trazem guerreiros escoceses. Apesar da trama desse livro trazer um enredo diferente, com um cavalheiro inglês indo para as Highlands, estou bem animada para ler. Realmente, o que fica a desejar é a personalidade da Fiona, acho que a autora forçou demais nesse ponto, pois adoro protagonistas de personalidade forte e determinada, mas exagerar na grosseria é outra coisa. Ainda bem que o Gabriel é o oposto, um cavalheiro que cativa com sua personalidade marcante e irônica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Eu acho péssimo quando o autor não sabe descrever uma mocinha de personalidade forte e acaba deixando ela bem grosseira, isso me desanima muito e confesso q já desisti de livros desse jeito. E sim parece que o que salva histórias assim, são os mocinhos. Eu particularmente não leria essa história, apesar de gostar de relações em que o casal é meio oposto mas se ama, eu não curto muito mocinhas grosseiras demais e sim protagonista com personalidade e que saibam se defender de verdade com respeito

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Gostei do livro, tem uma premissa muito boa. Bom, na minha opinião acho que as vezes é bom a personagem ser um pouco grosseira, já que muitas autoras fazem ela como mocinha, inocente, mas acho que tem que ser na medida certa e não exagera muito. Eu espero ler esse livro, já que é um romance de época que me agrada bastante.

    ResponderExcluir
  19. Eu amo romance de época, curti muito a resenha,mesmo parecendo que nossa protagonista é uma insuportável hahahaha com tanta grosseria, tentarei dar uma chance ao livro.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir