A Escolha - J.R. Ward - Irmandade da Adaga Negra #15

Editora: Universo dos Livros
Páginas: 528

Sinopse: Emocione-se e se surpreenda com a tão aguardada sequência da série best-seller Irmandade da Adaga Negra, da autora best-seller do The New York Times, J. R. Ward! Xcor, líder do Bando de Bastardos e acusado de traição contra o Rei Cego, enfrentará um interrogatório brutal e um destino tortuoso nas mãos da Irmandade da Adaga Negra. Todavia, depois de uma vida marcada pela crueldade e por decisões infelizes, ele aceita seu destino de soldado, sendo que seu único lamento é a perda da fêmea sagrada que nunca foi sua: a Escolhida Layla. Somente Layla conhece a verdade capaz de salvar a vida de Xcor. Mas revelar seu sacrifício e sua herança secreta exporá a ambos e destruirá tudo o que Layla mais ama – até mesmo o papel de genitora de seus filhos preciosos. Dividida entre o amor e a lealdade, ela precisará criar coragem para enfrentar sua única família, a fim de defender o macho que amará para sempre. Além disso, mesmo se Xcor recebesse o perdão de alguma maneira, ele e Layla teriam de enfrentar um desafio ainda maior: criar uma ponte sobre a fenda que afasta seus mundos sem sedimentar o caminho para uma guerra de proporções ainda mais devastadoras, incorrendo em desolação e morte. Além disso, quando um velho e perigoso inimigo retorna a Caldwell, e a identidade de uma nova divindade é revelada, nada é certo ou garantido no mundo da Irmandade da Adaga Negra, nem mesmo o amor verdadeiro… Elogios à serie Irmandade da Adaga Negra “Completamente envolvente e deliciosamente erótico.” – Angela Knight, autora de Shifter, best-seller do The New York Times “De morrer… Amo esta série!” – Suzanne Brockmann, autora de Trouble shooters, série best-seller do The New York Times Sobre a autora: J. R. Ward mora no sul dos Estados Unidos com o marido, um grande leitor que a apoia em todas as situações, e seu amado golden retriever. A escritora é formada em Direito e, no início da carreira, trabalhou na área hospitalar, em Boston, passando anos no cargo de diretora-geral de um dosprincipais centros médicos acadêmicos do país. Ward já publicou dezenas de romances, que lhe renderam mais 15 milhões de exemplares vendidos em mais de 25 países. Sempre foi apaixonada por escrever e, para ela, passar o dia todo com seu computador,seu cachorro e sua xícara de café correspondem ao conceito de Paraíso.




A Escolha é o tão aguardado novo livro da Irmandade da Adaga Negra escrito pela J.R Ward e publicado no Brasil pela Universo dos Livros. Eu adoro essa série, mas não estava com muita vontade de ler esse livro, por não gostar do casal principal, mas no final valeu a pena.

 A tão esperada história de Layla e Xcor começa com a captura do líder do bando de bastardos pela Irmandade da Adaga Negra, logo depois disso a Escolhida acaba revelando a Quinn que teve uma relação com o inimigo. O que desencadeia uma série de eventos que podem acabar de vez com a família que construiu com os irmãos. Além disso, Trez que perdeu sua companheira Selena pode ganhar uma segunda chance. E Vishous está cada vez mais confuso com sua relação com Jane.

Primeiro eu preciso dizer que não gosto da Layla, não suporto as atitudes dela e se eu esperava que ela melhorasse nesse livro fui tombada do décimo quinto andar. A Escolhida está mais insuportável do que antes, mostra que não se importa nem um pouco com Quinn e Blay ou com a família que construiu com os machos e seus filhos.

Em compensação eu adorei Xcor, ele parece se preocupar mais com a Layla do que ela mesma, ele se preocupa que está destruindo a vida dela, que destruiu a família dela e também conhecemos mais um pouco de seu passado e um segredo sobre sua origem que o liga diretamente a Irmandade.

As outras histórias que estão em segundo plano são o que realmente valem a pena nesse livro, Trez que está sofrendo tanto e de repente ele é presenteado com algo inesperado que pode mudar tudo em sua história. E Vishous, parece que J.R Ward realmente não gosta mesmo desse personagem, pois seu final feliz está ameaçado.

Algumas cenas são polêmicas nesse livro, algumas delas são protagonizadas por Quinn e muitas leituras acharam que foi exagero/machismo e eu achei completamente justificável com o temperamento do personagem. Quinn sempre teve uma raiva cega e quando sente que as duas coisas mais preciosas de sua vida estão ou foram ameaçadas por alguém que ele achava que era família ele reage com força e apenas isso.

Eu até gosto dessa capa, adorei a escolha das cores. A diagramação está ótima, sem muitas firulas, simples e exata. Enfim, um lançamento esperado e daqueles que se ama ou odeia.



12 comentários:

  1. Não conheço essa série, então fiquei meio perdida.
    Fiquei curiosa pra saber porque Layla é tão chata, e qual o segredo do passado.
    E fiquei curiosa em conhecer XCor.
    Mas pra isso preciso conhecer os outros livros da série, e entender melhor os acontecimentos.
    Mas gostei da resenha, e de saber um pouco mais dessa série.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Priscila, dessa série eu li até o livro do Phury e já ali eu não curti Layla haha e pelo visto ela não melhora. Ward costuma dar espaço pra histórias secundárias que vão ganhando espaço até surgir um novo livro né, fiquei triste em saber que nesse livro Vishous e Jane estão em conflito e espero que ele, assim como Warth e Rhage, ganhe um novo livro e que tudo se resolva, mas antes dele ganhar livro novo espero que "Z" meu irmão preferido ganhe o dele rsr. Mas acho que tô me adiantando kkkk, vou é tratar de continuar a ler os livros e ver se chego logo nesse ;)

    ResponderExcluir
  3. Priscila!
    Estava com medo de fazer essa leitura por não gostar do casal principal? Bom que gostou de Xcor.
    E as pollêmicas geradas no livro são importantes para manter a chama da leitura, mesmo que algumas pessoas tenham achados extravagantes, bom que você não achou.
    A série é fabulosa e a cada novo livro fico mais extasiada e com vontade de refazer a leitura, porque li há muitos anos atrás.
    Maravilha sua análise.
    Um final de semana de muita inspiração e paz no coração!
    Que outubro venha carregado de boas energias!
    “O tempo é teu capital; tens de o saber utilizar. Perder tempo é estragar a vida.” (Franz Kafka)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem

    ResponderExcluir
  4. Olá, essa série me chama atenção por aparentar ser muito bem construída, mas como ainda não está concluída vou esperar para ler. Nesse volume, ainda que alguns personagens não tenham evoluído, a autora conduz com mestria a trama e essas cenas impactantes mostram que ela não tem medo de ousar. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Ola, adoro a Série da Irmandade da Adaga Negra, li até o Livro A Besta, ainda não tive a oportunidade de ler A Escolha, mas estou torcendo pelo romance do Xcor e da Laila, estou louca para saber qual o segredo da origem do Xcor, realmente a capa é maravilhosa, gostei muito da resenha!!

    ResponderExcluir
  6. Eu particularmente conheço está série, pelo que os leitores falam, mas infelizmente não tive oportunidade de lê-la, até pelo fato de serem muito livros. Pela sua resenha e possível notar que vai despertar um misto de emoção entre os leitores, raiva, e ódio a respeito da estória. Pelo visto a personagem principalmente ainda não amadureceu, muito pelo contrario continua com uma personagem forte, e egoísta. Quero ter oportunidade de ler a série, e poder tirar minha próprias conclusões.

    ResponderExcluir
  7. Foi grande a expectativa para o lançamento desse livro ( entre os fãs de série), confesso que não li nenhum dos livros da série. A temática dele, e o tamanho da série acabam me desestimulando.

    ResponderExcluir
  8. Eu queria ler a série Irmandade da Adaga Negra, mas como ela é composta por muitos livros, acabo me desanimando, mas a cada resenha que leio sobre um livro da série, acabo ficando curiosa para conferir a história.
    Para quem é fã e estava acompanhando a série, este livro deve ter sido um lançamento bem aguardado. Quem sabe futuramente eu leia a série Irmandade da Adaga Negra.

    ResponderExcluir
  9. O Priscila.
    Eu tenho uma relação de amor e ódio nesse livro.
    Eu não gosto da escolhida Layla, porque assim como você não concordo com sua atitudes, porém o Xcor ganhou meu coração de vez nesse livro, eu adorei sua mudança, sua proteção em relação a ela e a sinceridade de seus sentimentos, e só por isso essa foi uma leitura que valeu a pena.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Eu acho essa série incrível, estou louca para ler os livros mesmo sendo poucos longos.
    Gosto quando tem polêmica no livro, mantém aquela vontade de continuar a leitura.

    beijos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  11. Amo esta serie demais!
    Amo Quinn, mas também detesto Layla, não consigo ir com a cara dela.
    Como eu parei ler a série no livro O Rei fiquei com vontade de continuar a ler!
    Adorei a resenha, beijo.

    ResponderExcluir
  12. Eu já li o primeiro livro dessa série, gostei bastante dele mas por falta de oportunidade eu não continuei com os outros livros. Mas pelo que vejo são muito bons também. Pena que nesse você não curtiu muito a protagonista, é muito desagradável quando a gente não gosta muito de um personagem, mas pelo menos o livro em si é bom. Espero ter a chance de ler mais dessa série. Curti muito a resenha, abraços!

    ResponderExcluir