Dark - Netflix (2017) | Primeiras Impressões



A narrativa faz jus ao título que carrega. Dark empolga em sua primeira temporada, empolga em suas perguntas, mas frustra em suas respostas.

Considerados por muitos a “Nova Stranger Things”, Dark só parece com sua irmã de plataforma na premissa inicial, uma criança que desaparece numa cidade pequena, onde todos se conhecem e sabem da vida dos seus vizinhos.

Ou pelo menos acreditam saber.

E as comparações param por aí. Com uma fotografia primorosa em transpor o sentimento de melancolia e uma trilha sonora impecável com a mesma intenção, Dark vai além em explorar o desconhecido e na complexidade de sua trama envolvendo um elenco gigantesco para os padrões de séries atuais e diversas camadas de sub-texto filosófico sobre nossa importância no universo e a consequência de nossas ações, além do embate entre a causalidade ou a inexorabilidade dos acontecimentos em nossa vida, onde tudo já estaria determinado, nos tornando incapazes de sermos donos do nosso próprio destino.



A série permeia a história de quatro famílias, situada na pequena e soturna cidade de Dewin, no interior da Alemanha, onde acontecimentos estranhos acontecem a cada 33 anos, algo até então não percebido pelo seus habitantes, mas o padrão entre mortes e desaparecimentos de crianças começa a ser notado durante a série e isso se torna o gancho principal da narrativa. Onde estão essas crianças? E como essa criança veio para aqui? Sim, também temos casos de crianças surgindo do nada na história.



Com uma narrativa que trabalha três épocas diferentes e diversas fases da vida de alguns personagens, a série explora várias camadas do comportamento humano e como somos influenciados pelo erros do passado e dos nossos antepassados, colocando em cheque toda nossa noção de livre arbítrio e sensação de controle que temos sobre o destino.

Somos mesmo donos de nossas escolhas?

Porém a série peca em trazer tantas indagações a respeito do enredo, que seria um ponto mais alto que já é, se ela fosse capaz de  dar algumas respostas até o fechamento do primeiro ano, algo que não acontece, pois sempre que você acredita que terá respostas, ela vem e te joga uma nova camada de complexidade, novos personagens e novas perguntas, deixando a dúvida se a série será realmente capaz de respondê-las.

Mas é preciso acreditar que sim.



Dark acerta nos seus questionamentos e no fato de  toda a sua trama ser tão envolvente, confusos as vezes, mas sempre intrigante. Com seu ritmo bem diferente do que estamos habituado em produções americanas, a série cativa pela sua originalidade, na relação entre seus personagens, no aspecto fotográfico, sonoro e direção. Errando apenas em não ser uma série de temporada fechada, necessitando totalmente de uma segunda temporada pra ser fechado sua trama, algo que já foi confirmado pela Netflix que vai acontecer.

Vale a pena conferir.
“A diferença entre passado, presente e futuro não passa de uma ilusão.”
“A pergunta não é como, mas quando.”
 ______________________________________________________________

Título:  Dark (Season 1) (Original)
Ano produção:  2017
Dirigido por: Baran Bo Odar
Estreia:
1 de Dezembro de 2017 ( Mundial )


26 comentários:

  1. Não tenho o costume de assistir séries, e essa não parece o tipo de série que eu pararia tudo pra assistir.
    Mas é sempre bom conhecer um pouco.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Achei interessante a comparação com ST, mas essa história é bem mais sombria e confesso que não curto tanto coisa sombria assim. Mas fiquei curiosa com tanta coisa boa sendo dita. Tem ali uma coisa que deixa a gente curioso pra entender a história, as pistas e como tem essa mudança de tempo...tudo deixa a gente curioso e não tem como não ter vontade de ver xD
    Mas também deixa confusa pelo visto....sei lá, até gosto de uma boa confusão e de ficar ali cheia de perguntas sem respostas. Mas depois pra responder é que pode ser ruim porque se a primeira temporada tem tanto pra ser dito a segunda pra manter aquele ritmo bom tem que ser muito bem feita. Já bate até um certo medo de ver e depois quebrar a cara esperando por mais. Ainda não sei se assisto ela...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma coisa posso garantir, os pontos negativos são pequenos em relação aos positivos, e esse negativos serão respondidos no futuro já que a segunda temporada já está confirmada! :D

      Excluir
  3. Assisti Stranger Things e curti muito mas ainda não parei para assistir essa, contudo irei assisti-la e curti o post me falando um pouco mais sobre ela que parece ter mais qualidades que defeitos, pecando apenas no fato de ter perguntas sem resposta, o que com certeza vai me deixar querendo muito a continuação ;)

    ResponderExcluir
  4. O pessoal do meu trabalho tá falando dessa série, tem um que disse que bugou por causa de tanto questionamento! hahaha
    Vou ver se assisto a série, o visual parece estar bem bacana, hein?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é demais, é toda uma cultura e um visual completamente diferente do comum da series americanas. A cidade, o clima, e tudo mais, parece um reflexo dos personagens! :D

      Excluir
  5. Ola, Não sou muito de assistir a Séries, ainda não assisti Stranger Things, mas gostei da indicação da série Dark, parece ser muito interessante, se tiver oportunidade vou assistir!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acima de qualquer coisa, Dark é uma séria sobre a vida e as consequência de nossas escolhas, vale a pena conferir! ;)

      Excluir
  6. Olá Jonny! A sárie parece ser bem reflexiva mesmo. E dados tantos elogios à trama e a produção acho que vale a pena conferir. E que venha a segunda temporada. Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá, estou acompanhado Dark há algumas semanas e estou adorando. A produção alemã chama bastante atenção com os grandes cenários e o excesso de informação, que exige do espectador bastante atenção para assimilar tudo. Uma vez que no final em vez de respostas só temos mais perguntas, a segunda temporada já era esperada. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Comecei a assistir a série, e sinceramente meu cérebro deu nós, pois quando achava que estava desvendando todo este mistério de viagem no tempo, as coisas meio que saia de orbita me fazendo questionar, e refletir sobre todas as cenas que são mostradas nos episódios, das quais precisamos estar muito atentos, principalmente para interligar os personagens dentro do passado e presente, em quem podemos confiar ou não. Para quem gosta de um bom mistério, vale a pena dar uma chance a leitura.

    ResponderExcluir
  9. Oi Jonny
    Essa série vem sindo bem criticada pelo pessoal, confesso que a curiosidade em assistir é grande, mas odeio coisas sem final, por esse mesmo motivo ainda não finalizei Stranger Things. O enredo dela parece ótimo, os produtores andam apostando bastante nesse suspense/terror e na minha visão, apesar de não ter assistido - ainda - eles acertaram. Outro ponto positivo pelos pequenos vídeos que vi da série é o fundo meio acinzentado, não sei se os episódios são todos assim, mas se for eu amei, deu um toque a mais.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Estou sedento por esta história. Primeiro que nunca assisti nada produzido na Alemanha, fiquei curioso para conhecer um pouco mais sobre desde aí. Segundo, as comparações com Stranger Things estão fervorosas, o que me deixou ainda mais curioso. Fora isso, a fotografia e sinopse me impressionam também. Quero assistir!

    ResponderExcluir
  11. Oi Jonny...
    Ainda não assisti Stranger Things e nem Dark... Adoro séries e acho que vou aproveitar o final de ano para maratonar essas duas... E esse gostinho de quero mais que as séries deixam nos fazem querer uma nova temporada para ontem... Adorei a dica...
    Abraços...

    ResponderExcluir
  12. Ainda vão assistir essa série mas meu melhor amigo já assistiu e ficou super empolgado com ela o suspense envolvido ele disse que era incrível eu vi que a série foi renovada para segunda temporada acho que eu vou esperar sair a segunda para assistir ela odeio quando eu assisto uma série pequena e demora um ano e meio para segunda temporada stranger things por exemplo

    ResponderExcluir
  13. Jonny!
    Já anotei aqui para poder assistir, porque gostei demais da dinâmica e do enredo do filme.
    Difícil vai ser agendar uma hora, porque maridão domina a Netfix e com certeza esse não é o tipo de filme que ele gosta, mas como tudo tem seu lado bom, quem sabe assim, até lá, já terá saído a segunda temporada.?!...
    Um Novo Ano repleto de realizações!!
    “Para ganhar um ano novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.” (Carlos Drummond de Andrade)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  14. São tantas séries boas e interessantes que como é que faz pra assistir tudo? Acho que a primeira vista parece lembrar um pouco Stranger Things, a ambientação. Interessante saber a que série tem vários personagens e que se passa em três épocas diferentes, já estou percebendo que é uma série realmente certada de mistérios e que traz vários questionamentos. Pra ser sincera não me importo muito que as respostas não venham todas na primeira temporada, já que vai ter uma segunda. Agora se a intenção fosse ter apenas uma e elas não fossem respondidas aí eu acharia bem decepcionante. Tomara que a série seja ótima do início ao fim, espero gostar.

    ResponderExcluir
  15. Oi.
    Eu adoro séries, porém ultimamente não estou tendo tempo para assistir séries, eu adorei a recomendação, normalmente eu não gosto de séries desse tipo, mas essa me chamou muito a atenção, enfim, gostei bastante.
    Bjsm

    ResponderExcluir
  16. Dark tá na minha lista de novas séries. Eu gosto muito, curto muito, todo esse mistério. Acho empolgante a busca por respostas, mas é cansativo quando essas pontas soltas não param de aparecer. Eu preciso de um pq pra tudo, saber pq tal coisa aconteceu de certa maneira e isso vai ser cansativo pra mim.

    ResponderExcluir
  17. Olá! Ultimamente não me sobra muito tempo para acompanhar muitas séries, essa pareça ser muito interessante, cheia de mistérios e todas essas questões para serem respondidas, vou anotar a dica, quem sabe quando sobrar um tempinho eu não dê uma conferida.

    ResponderExcluir
  18. Eu assisti Dark assim que lançou e estava realmente esperando algo grandioso, mas me decepcionei terrivelmente. Aliás foi uma das maiores decepções desse ano em questão de séries. Tudo é muito interessante, as perguntas são ótimas, mas os atores não são nem um pouco carismáticos, não rola empatia por ninguém e considero a falta de respostas um erro fatal. Não precisavam responder tudo, mas em certos plots secundários ficaram completamente no escuro a espera, sei lá, de uma segunda temporada. Foi um final muito desapontador.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Não assisto muito séries, mas vi o pessoal falando muito bem de Dark lá no facebook e gostei muito das suas primeiras impressões.
    Esse negócio das crianças sumirem de repente mais ou erros e problemas de seus antepassados me deixaram bem curiosa pra saber o porquê de tudo isso, e os 33 anos que se passam a cada um desses acontecimentos me lembou um pouco do livro It.
    Fiquei bem interessada, acho que vou dar uma olhada nos primeiros episódios.
    bjsss

    ResponderExcluir
  20. Oi, Jonny!!
    Gostei muito da série apesar de ficar bastante confusa algumas vezes... mas considero que essa série muito fantástica!! Espero que a próxima temporada traga algumas respostas de que tanto precisamos!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  21. Estou começando a acompanhar as séries. E essa série ainda não pude assisti, mas quero muito acompanhar. Parece ser interessante e curiosa ao mesmo tempo. Estou amando as séries do Netflix.

    ResponderExcluir
  22. Oii Jonny ;)
    Vi Dark em um dia, pouco depois de ter sido lançada na Netflix, e adorei!
    Não tenho costume de ver séries/filmes que saiam daquele eixo eua/inglaterra e amei ver um filme estrangeiro com uma linguagem diferente, e sair um pouco da minha zona de conforto. Como você disse, a série peca um pouco na falta de resposta para muitos questionamentos pontuados na trama, mas acredito que isso vá ser melhor abordado na próxima temporada.
    Achei alguns acontecimentos bem confusos, e tive até que voltar e rever algumas cenas, mas isso não tira o mérito da criatividade que a história tem. E que lindo o cenário e a fotografia que a série tem, com o clima chuvoso. Fico passada também como conseguiram encontrar atores jovens tão parecidos com os atores mais velhos (que interpretavam o mesmo papel).
    Enfim, só resta esperarmos pela 2a temporada!
    Bjos

    ResponderExcluir