O Refúgio do Marquês - Lucy Vargas - Os Preston #1


Editora: Charme
Páginas: 310
Classificação: 

Sinopse: Henrik e Caroline não poderiam ser mais diferentes. Ele, o Marquês de Bridington, é um homem selvagem e inapropriado, que vive há anos no campo, fugindo dos fantasmas do seu passado obscuro e repleto de segredos.Ela, Caroline Mooren, a Baronesa de Clarington, é uma jovem destemida, com um passado doloroso, que recebe a missão de reformar a mansão e talvez o marquês, ao menos é o que a marquesa viúva espera.Ele é um caso perdido. Ela é uma mulher com um futuro incerto. Mas juntos, eles se completam e acendem a chama da paixão, que ambos acreditavam estar completamente extinguida, trazendo à tona segredos e temores que ambos escondem.Se reerguer sob o peso do passado será uma batalha que ultrapassará os limites do refúgio que o marquês pensa ter construído, mas será que o amor é capaz de ultrapassar tantas barreiras e vencer, ou eles perderão tudo outra vez?

O Refúgio do Marquês é o primeiro volume da série Os Preston, escrita pela autora nacional Lucy Vargas. Esse não é o meu primeiro contato com essa autora, na verdade já li outros três livros dela e não posso negar que a Lucy tem uma qualidade de escrita que não perde em nada para qualquer autora gringa de romance de época.

Caroline, a baronesa de Clarington, ficou viúva ainda muito jovem, seu marido morto a deixou em condições financeiras precárias e por isso agora ela precisa de ajuda. Quando sua parente distante a Marquesa viúva de Bridington oferece a posição de reformar a mansão da família no campo e ajudar o marquês, tudo que resta para a moça é aceitar. Henrik, o Marquês de Bridington, é tudo aquilo que um aristocrata não deve ser. Grosseiro e sem modos, ele gosta de trabalhos braçais e passa o mínimo de tempo possível dentro de casa. Ele é praticamente um caso perdido e a última esperança de sua mãe é que Caroline consiga colocar o marquês nos eixos. Eles se tornam amigos e a partir daí ambos se sentem mais.

Eu amei o quanto esse livro é romântico e quase sem cenas hot, o marquês ainda tem uma marquesa viva, apesar da mulher ser um embuste completo e apesar disso ele não mantem nenhuma amante ou relação com outra mulher ao longo daquele casamento, mesmo que todos digam que ele teria o "direito". E mesmo que haja um romance nesse livro, você acaba por não julgar os personagens, pois eles lutam contra isso até não conseguirem mais.

Caroline não é bem uma mocinha típica de romances de época, ela tem todos os trejeitos de uma dama,mas não aguenta tudo calada, muito pelo contrário, ela desafia sempre que pode a autoridade do marquês e acaba conseguindo o que quer. Ela consegue reformar toda a mansão, consegue também que o marquês volte a "ser gente" e até mesmo que ele receba algumas amigas da marquesa viúva.

Henrik, por sua vez, esconde muitos segredos. No começo pensei que não fosse conseguir me conectar com ele, mas no fim deu para entender o motivo dele agir como agia. O marquês se mostrou um homem muito honrado e um dos mocinhos mais apaixonantes que eu já li. Muitos podem até dizer que ele não tem sentimentos, mas eu acho que na verdade ele sente demais e por não poder sentir ele tenta se anestesiar.

Como falei o livro não tem muitas cenas hot,mas isso é uma coisa boa a meu ver, já que possibilitou que a narrativa fosse construída na vivência dos personagens e não só no desejo físico. Conseguimos ver claramente quando eles se apaixonam, muito antes que eles mesmos vejam isso.

Eu adorei essa capa, ela é linda, apesar de não ter nada a ver com a narrativa já que a mocinha não é uma debutante na sociedade como a capa parece insinuar. A diagramação está bem ok, não tenho nada a reclamar. Enfim, mais uma indicação de romance de época para vocês.

20 comentários:

  1. Oi mana, tenha uma amiga que venera esse livro da escritora, ela ama a escrita e ama os personagens e já me disse que deveria ler esse livro mas eu sou muito preguiçosa então eu leio outras coisas e vou deixando esse de lado mas depois dessa resenha vou criar um esforço pra ler esse livro ainda esse ano, meu objetivo agora é finalizar a série trono de vidro. Obrigada pela resenha.

    ResponderExcluir
  2. Tenho vontade de ler algo dessa
    autora e gostei do jeito desse livro, parece unir tudo que adoro no tipo de romance assim. Aquela mocinha que não fica calada, a luta dos dois pra resistirem ao romance proibido, uma boa escrita e algo que surge aos poucos...ahh gostei, chamou atenção. E achei legal que não tenha muito da coisa hot aí, deve ser um bom romance e que faz a gente acompanhar a angústia dos dois e toda aquela coisa dramática. Parece bom mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Ainda não conhecia este livro,mas realmente romance histórico é algo que me chame a atenção, ainda mais pela personalidade da protagonista, gosto quando tem personalidade. Achei a trama com vários aspectos e não focado em um único assunto, e também por não ser tão hot ( que não curto). Fiquei bastante interessada, apesar de não ter curtido a capa também.

    ResponderExcluir
  4. Oi Pri.
    Eu adoro romances de época e quero ler mais nacionais, então essa nova série parece ser exatamente o que eu quero.
    Achei ótimo não ter muitas cenas hots, já que o marquês ainda tem uma marquesa viva. Vai ser ótimo acompanhar o romance entre eles e ver como eles lidam com esse sentimento.
    Gostei bastante da capa, que pena que não tem muito a ver com a trama.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Pri
    Ah, já faz algum tempo que o livro está na minha lista de desejados, pena que ainda não tive oportunidade de ler.
    A história tem os elementos que eu gosto, mocinho chato mais que depois amolece o coração, e uma mocinha que é forte e destemida. Que bom que não há tantas cenas hots para atrapalhar a leitura, as vezes cansa não é? Quero mto ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá! Também adoro a escrita da Lucy Vargas, devorei esse livro, a história é encantadora, realmente a marquesa é terrível, fiquei com muita raiva dela, "ô serumaninho” desprezível, achei o romance entre a Caroline e o Henrik, muito lindo e maduro.

    ResponderExcluir
  7. Priscila!
    Embora goste muito de trechos hots, acredito que aqui, pelo enredo e sua resenha, nem cabia tanto mesmo, afinal, O Marquês é 'direito' e procura não se envolver, por causa da marquesa...
    E que suplício deve ser Caroline e Henrik não poderem se envolver, mesmo que se amem, da mesmo para entender porque ele parece um homem frio...
    “Acredite na justiça, mas não a que emana dos demais e sim na tua própria.” (Código Samurai)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  8. Oiee!
    Também nunca li nada da autora, e não sei se estou pronta pra esse, apesar de amar romances de época sinto que nesse livro falta algo, não sei bem explicar mas pra mim faltou um certo ápice.
    Quem sabe mais pra frente eu o leia, no momento não.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  9. Oi! Adorei a indicação ainda não conhecia essa escritora e fiquei bastante curiosa para ler um romance de época nacional, achei legal que a protagonista não é padrão. Está na minha lista!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Priscila!
    Não li nenhum livro da Lucy Vargas, mas como uma leitora de livros nacionais tenho curiosidade em conhecer a escrita dela...
    O Refúgio do Marquês pare ser daqueles livros que eu gosto: um romance de época com uma protagonista que não aguenta tudo calada, e um mocinho que esconde muitos segredos... Já adicionei na minha lista de leitura com certeza! Valeu pela dica, espero lê-lo num futuro próximo.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  11. Eu gostei bastante desse livro, não queria ler no inicio pois achei que seria mais um romance bobinho, mas como estava sem paciência para algo muito elaborado dei uma chance para esse. E é bem legal, um ótimo romance, sem muita melação, com humor, romance, mistério tudo na medida certa. Em relação a capa não tinha percebido que parecia mesmo com uma jovem debutante mas agora que li realmente leva a crer, mas é um ótimo livro, com um mocinho bem diferente dos que somos acostumados a encontrar na maioria dos romances.

    ResponderExcluir
  12. Eu amo romances de época, e já ouvi bastante gente elogiar essa autora. Tenho bastante vontade de ler algo dela! Esse livro realmente parece ser bem fofo. A protagonista parece ser uma personagem bem forte, e gostei de saber que o mocinho tem honra, e acho que vou gostar bastante dele também. Achei legal o livro não ter tantas cenas hot, isso é bem dificil nos romances de época. O livro já está na minha lista :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá Priscila :)
    Amo romances de época, mas confesso que comecei a ler esse livro ano passado e nem consegui passar dos primeiros capítulos, ele não estava me prendendo sabe?
    Gostei da resenha, e me interessei em dar mais uma chance ao livro.
    Estou com outra obra da autora aqui, que me despertou muito a curiosidade. Vou ver se começo por ele, e depois leio "O Refúgio do Marquês".
    Essa capa é linda mesmo, pena que não combina tanto com a mocinha :/
    Bjos

    ResponderExcluir
  14. Fiquei curiosa, amooooo romance de época, não conhecia a autora. Confesso que fiquei confusa, se existe a Marquesa e o Marquês de Bridington, como ela é uma marquesa viúva? E o Marques tem uma esposa? Fiquei muito confusa, mas mesmo assim curiosa, nunca li nenhum romance de época nacional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entao, quando um marquês morre o título passa pro filho que vira o novo marquês, daí a mãe do cara vira a marquesa viúva e quando ele casa o título passa pra Nora, mas na maioria das vezes ela fica sendo chamada de marquesa viúva até que morra.

      Excluir
  15. A Lucy Vargas é uma autora jovem e bem querida por aqui. Acho que pra quem gosta mais do romance e menos das cenas eróticas esse livro é uma boa pedida. Como ainda não li nenhum romance de época não sei do que gosto mais, se é desses mais românticos ou dos que tem uma pegada mais erótica. Não vi tanto diferencial na sinopse dele, mas acho que a escrita da autora deve tornar o livro bacana. A capa está fofinha, mas como você ressaltou, não tem muito haver com a história.

    ResponderExcluir
  16. Nossa, é pra glorificar de pé um marquês que trabalha e não mantém amantes.... isso é o que eu chamo de foco. Fico imaginando que os modos grosseiros de Henrik deva gerar situações bem engraçadas ou momentos de muita raiva para Caroline... depende do ponto de vista hahahahahahahaha

    ResponderExcluir
  17. Eu já vi esse livro da autora e eu também não tenho nada a reclamar as coisas da escrita dela que para mim é maravilhosa e eu adorei também o fato do livro não precisar cenas hot para se manter o que me agradou bastante afinal

    ResponderExcluir
  18. Priscila, não leio muitos livros de época, mas gostei muito da sua resenha.
    Deu pra ver que é um livro envolvente, com uma história boa e personagens bem desenvolvidos.
    Gostei de não ter tanto hot também, gosto mais quando eles se apaixonam, criam laços fortes de amizade primeiro, rsrs
    beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Oi, Priscila!
    Realmente mais uma indicação de romances de época maravilhoso!
    Gostei da resenha e da premissa da história, ainda não li nada da Lucy Vargas mas agora quero muito.
    Bjoss

    ResponderExcluir