A Dívida - Nina G. Jones


Editora: Universo dos Livros
Páginas: 448
Classificação: 


Sinopse: Não sei onde estava com a cabeça quando contratei alguém para me atacar. Talvez estivesse entediada, solitária, ou então houvesse um vazio tão grande dentro de mim que eu precisasse de algo explosivo para preenchê-lo. Era para ser seguro. Emocionante. Uma forma de romper com a monotonia do cotidiano. Uma ilusão de perigo que desapareceria tão logo tudo tivesse terminado. Só que não foi assim. Eu estava em perigo desde muito antes de convidá-lo para entrar na minha vida. Minha missão estava quase completa. O desejo de vingança que fazia meu sangue ferver finalmente poderia arrefecer. Ela era a última peça desse quebra-cabeça. Quando a destruísse, todos que já me feriram teriam pagado suas dívidas. Era para ser rápido e fácil, mas assim que a encontrei, as coisas ficaram complicadas. Muito complicadas...



Quando a Universo dos Livros anunciou a publicação desse livro eu fiquei super curiosa para ler, em um primeiro momento pensei se tratar de um romance erótico, por conta da capa, mas na realidade esse é um Dark Romance (que são romances que tratam de fetiches e temas mais pesados, com cenas que podem por muitas vezes incomodar ao leitor.) Eu adoro Dark Romance, já li vários e isso só aumentou a minha expectativa, mas essa edição me trouxe e muito decepção.

Mia Tibbet é uma mulher resolvida que leva uma vida confortável, trabalha em uma empresa que vende brinquedos eróticos, mora sozinha e gosta disso. Sua vida amorosa anda meio parada, por isso quando sua melhor amiga, Tiff, avisa que teve uma experiência sexual maluca ao contratar um prostituto para atacá-la e forçá-la, Mia acaba pensando e contratando o serviço também. E é quando ela se depara com um homem misterioso que não se controla na ferocidade de seu apetite sexual. Quando dias depois ela descobre que o homem que a atacou não era um prostituto, mas Tax Draconi, um milionário com um passado sombrio, que afirma que ela tem contas a pagar com ele Mia terá que se submeter ou ser destruída.

Primeira coisa que eu preciso dizer é que para quem ama Dark Romance esse livro é maravilhoso. Mia realmente é disfuncional sexualmente falando para os padrões que a sociedade impõe. Ela gosta de sexo bruto que traga dor e muitas vezes humilhação. Ela luta contra isso e pelo menos em metade do livro você fica tão desconfortável que  tem de parar a leitura várias vezes para tomar um ar.

Tax, por sua vez, é um homem muito complicado. A vida inteira dele gira em torno de uma vingança, sabemos que algo de muito ruim aconteceu a ele e a irmã quando eram bem jovens e Mia está envolvida, na verdade ela é a última peça nesse quebra-cabeças que ele está montando. Ele não costuma sentir nada, a não ser entorpecimento e raiva, mas Mia consegue ultrapassar os muros que Tax criou, ele é bruto, ele a trata mal, mas não consegue se livrar do desejo e da vontade de estar perto dela.

O final não poderia ser melhor, acho que esse livro em termos de narrativa não perde em nada para nenhum outro Dark Romance que já li, muito pelo contrário, entrou no hall dos queridinhos. Daí agora vocês estão se perguntando o motivo de só ter dado 3 estrelas para ele no começo dessa resenha, para explicar é necessário que eu explique um pouco mais sobre Dark Romance.

Como falei lá no comecinho, ao ler um Dark Romance você vai se deparar com um romance incômodo, que em sua maioria tem cenas de violência tanto sexual, quanto psicológica explícitas e isso é na maioria das vezes gatilho para certos traumas e inquietações. Lá fora TODO Dark Romance é sinalizado com aviso de gatilho, tanto nas plataformas de divulgação como o GoodReads, quanto nos exemplares, em locais extremamente visíveis para que o leitor possa tomar conhecimento disso logo ao comprar o livro.

Quando recebi A Dívida a primeira coisa que notei é que não tinha esse aviso logo na capa, nem em nenhuma nota mais visível (cheguei até a pensar que eles não tinham colocado), depois de muito procurar achei um aviso de gatilho MINÚSCULO ao pé da página onde fica a ficha catalogal. Então vamos pensar: o livro já está sendo vendido como um livro erótico, a capa já induz o leitor a pensar isso, a sinopse não traz nada que revele ao leitor o conteúdo incômodo, as próprias propagandas do livro (ao menos as que eu vi) todas exaltam o conteúdo erótico ou os fatores de suspense. Sem ter nada VISÍVEL que o indique que ele está comprando algo que possui conteúdo violento muitos leitores por aí estão levando para casa uma coisa que não estão cientes do que é direito. Então por isso eu dei uma nota baixa, não pelo romance, mas pela edição que PRECISA ter mais responsabilidade com esse tipo de conteúdo. 

12 comentários:

  1. Eu não consigo gostar de livros assim! Não me importo com o gosto particular de cada um, mas me dá uma agonia extrema quando eu leio esses livros onde uma pessoa gosto de se sentir humilhada durante o sexo, gosta de ser agredida. Lembrando que eu não tenho nada haver com as escolhas de cada um, mas como eu não gosto desse tipo de coisa, fica complicado curtir um livro assim.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Priscila.

    Acho que o plano da Mia a princípio, quando acaba se concretizando, é bem louco.

    Mal sabia ela que ia acabar caindo numa grande teia e que seria objetivo de vingança.

    Espero que mais livros como esse (dark) sejam lançados por aqui!

    ResponderExcluir
  3. Oi Priscila,
    Realmente, a capa induz a pensar que o livro é um romance erótico, e a sinopse não revela nada mesmo de conteúdo incômodo. Muitos leitores podem comprar achando que vão encontrar um tipo de trama e acabarem se decepcionando – e se chocando - com o conteúdo do livro. Não gosto muito de Dark Romance, acho os temas abordados muito pesados, e agora que sei que esse livro aborda isso nem vou anotar o titulo para futuras compras.
    Apesar da edição ter falhado com a indicação, ainda sim o livro parece ser bem escrito para quem gosta desse gênero.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Pri,
    Ainda não me aventurei pelos livros dark, acho eles muito machista, e por mais que sua resenha tenha sido positiva e sei que é ficção, achei a história bem sem sentido. Gosto de cenas hots, mas nesse caso estão parecendo mais abusivas. Enfim, se tiver oportunidade claro que irei ler, até porque prefiro formar uma opinião completa depois disso!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oii!
    Nossa, acho que nunca li um livro deste gênero. Acho que nenhum dos romances hot que li até hoje foram tão pesados assim kkkk
    Não sei se eu iria conseguir ler. Acho que ficaria bem incomodada, sabe? :l
    Quem sabe um dia... mas não colocarei como prioridade não... hehe

    ResponderExcluir
  6. Olá! Realmente acho que seria necessário um aviso visível indicando que se trata de um livro dark, até porque nem todo mundo gosta de livros assim, e a capa sugere que se trate apenas de mais um romance erótico, eu li o livro, fiquei frustrada com a Mia em algumas situações, mas o livro no geral é muito bom, eu não consegui parar de ler enquanto não cheguei ao final, e montei esse quebra-cabeça cheio de suspense.

    ResponderExcluir
  7. Priscila!
    Bem gosto dos Dark Romances e ler sobre BDSM embora ache que em alguns livros há o excesso de descrições e trechos bem pesados que podem chocar o leitor e causar algum tipo e aversão.
    Bom final de semana!
    “Os piores estranhos são aqueles que vivem na mesma casa e fingem que se conhecem. Conversam banalidades, mas nunca o essencial.” (Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA ABRIL – ANIVERSÁRIO DO BLOG: 5 livros + vários kits, 7 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Esse é um gênero que nunca li, mas não foi um livro que me interessou o enrendo dele, principalmente as historia dos personagens não me chamou atenção, fiquei esperando aquela curiosidade para saber mais, porém isso não aconteceu com esse livro !!

    ResponderExcluir
  9. Realmente a capa passa outra visão para nòs. E quando vamos ver a ideia é totalmente diferente. Gosto muito da história, porém deveriam esta atento a isso.

    ResponderExcluir
  10. Parece ser um bom livro, bem escrito e com a trama bem trabalhada pra quem gosta do gênero.
    Eu não gosto e não tenho interesse em ler.
    São temas fortes mais e que me deixam bastante angustiada e concordo com você que a edição deveria vir com uma recomendação do conteúdo.
    bjss

    ResponderExcluir
  11. Oi, Priscila!!
    Acho que nunca li nenhum livro desse gênero Dark Romance, mas achei a história bem interessante e fiquei bem empolgada para fazer essa leitura.
    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Oi Pri,
    Também gosto muito de DarkRomance, gosto de ver o cara ceder e mudar, gosto de ver os tabus, gosto de como as cenas são escritas, que como você disse, a momentos que é necessário parar pra tomar um ar e esfriar a mente, fiquei super curiosa pra ler esse, faz tempo que não leio um. Realmente a editora pecou e muito em não colocar nenhuma sinalização na capa, pq sim, tem que ter na capa, e bem visível, realmente esse tipo de livro pouco é publicado aqui e acho que foi por isso que a editora não colocou, foi mais uma jogada de marketing pra não afastar os leitores que gostam dos romances eróticos mas não curtem o Dark, mas infelizmente tá errado e o aviso deveria estar na capa e bem visivel.

    ResponderExcluir