Eternidade? - Gail Carriger - O Protetorado da Sombrinha #05


Editora: Valentina
Páginas: 336
Classificação: 

Sinopse: Alexia Tarabotti enfrenta uma série de atribulações sociais, quiproquós e saias justas (embora compridíssimas) em plena sociedade vitoriana. Alexia Tarabotti, Lady Maccon, finalmente encontrou a felicidade doméstica. Desnecessário dizer que, em se tratando dela, essa felicidade inclui algumas imposições, como integrar lobisomens à alta sociedade londrina, morar no terceiro melhor closet de um vampiro e lidar com uma garotinha precoce que tende a se transformar em sobrenatural com ou sem o consentimento dos pais. Mas essa existência paradisíaca só dura até Lady Maccon receber uma convocação que não pode ser ignorada. Com o marido, a filha e uma companhia de teatro a reboque, a preternatural embarca em um navio a vapor para atravessar o Mediterrâneo rumo ao Egito. Só que ali há mistérios que surpreendem até mesmo nossa indomável heroína. O que será que a rainha vampiro da Colmeia de Alexandria realmente quer dela? Por que a Peste Antidivindade começou a se expandir de repente? E como Ivy conseguiu se tornar a atriz mais popular do império britânico, da noite para o dia?



Eternidade? é o quinto e último livro da série Protetorado da Sombrinha, que faz parte de um estilo de narrativa ao qual eu não estava muito familiarizada o steampunk. A publicação brasileira é da Editora Valentina e eu confesso que me surpreendi bastante com essa série.

Alexia, Lady Maccon, depois de passar por algumas situações inusitadas ao longo da série, finalmente está conseguindo viver uma vida tranquila na medida do possível. Ela divide um quarto com o marido na casa de um vampiro que adotou sua filha que é metanatural (que consegue "roubar" os poderes dos sobrenaturais por uma noite tornando-os humanos). Não vamos esquecer que a própria Alexia é uma preternatural(que torna sobrenaturais humanos com seu toque) e que seu esposo é um alfa lobisomem. Quando ela recebe uma convocação da rainha vampira mais velha do mundo, Alexia terá de ir ao Egito, com o marido, a filha e uma companhia de teatro para resolver mais um mistério. 

Eu não tenho muita familiaridade com o gênero steampunk, já tinha me arriscado a ler algumas páginas de outra série, mas acabei desistindo. Então não tinha uma referência sobre escrita nesse estilo, mas se surpreendi positivamente com Gail Carriger. No começo achei tudo meio exagerado, as falas meio estranhas, até perceber que esse era o estilo de escrita da autora e depois que você se acostuma pode até ser divertido. 

Lady Maccon não é uma personagem típica, ela não tem alma, então não é daquelas personagens mais românticas e tem jeitos diferentes de demonstrar sentimentos. Eu acho até que em muitas situações ela é mais paciente que muitos personagens com alma. Quando o assunto envolve as meio-irmãs e a mãe, por exemplo, que são mais como a madrasta má e as irmãs da Cinderela, que propriamente uma família.

Lorde Maccon, é o par perfeito de Alexia, ele não leva desaforos para casa, mas no fundo é apenas um urso, ou seria lobo, grande e peludo. Claro que em alguns momentos durante a série queremos matar ele, é o caso do descobrimento da gravidez de Alexia, mas depois nós apenas ficamos aliviados por ele não ser tão tapado como pensamos.

A pequena Prudence, porém é o ponto alto desse livro, a criança precoce mais fofa da vida. Ela só tem dois anos, mas a maioria das cenas em que aparece ela consegue causar muito mais que a mãe e o pai juntos.

A única coisa que me incomodou um pouco é que apesar desse ser o último livro da série, não parece ser. Ele deixa muita coisa em aberto, muita coisa mesmo,só temos um vislumbre do que pode ser que aconteça no futuro, mas ainda não aconteceu e cabe muita coisa ainda para acontecer entre a decisão tomada e a execução dela.

Eu não gosto dessas capas, acho elas bem feinhas, na verdade se fosse depender delas para ler a série, acho que nunca teria chegado nem perto. Porém valeu muito a experiência, pretendo me aventurar mais no estilo nos próximos meses.

13 comentários:

  1. Oiii
    Nossa, lembro que o primeiro livro dessa série fez um grande alarde...
    Não li nenhum da série. Na verdade eu nem sabia que já estava no 5° livro :O
    Também acho as capas bem feinhas e não chamam nada a atenção né kkkkkk
    Nunca li nada do gênero também. Tenho uma pequena curiosidade, mas não sei se vou gostar, pq não curto muito histórias sobrenaturais e com bichos/humanos e tudo o mais... hahaha

    ResponderExcluir
  2. Oi Pri, acho q essa sensação das coisas ficarem em aberto é pq a autora escreveu outra série que se passa depois dessa e tem como foco a Prudence já adulta
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Olá Pri,
    Quem sabe essa sensação de faltar algo por ser o final não seja um gancho da autora para continuar escrevendo, não é?
    Também nunca li nada nesse estilo e confesso que a quantidade de informações nesse enredo me confundi um pouco, apesar disso tenho bastante curiosidade pela série, principalmente pela protagonista, quero entender mais sobre esse "poder" que ela tem. E olha, que família mais peculiar ela montou, rsrs!
    Como você também não curti muito as capas, não chegam a ser feias, mas também não conquistam.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu vi muita gente falando desses livros, mas nunca senti muita vontade de ler eles :/ Adicionei na minha lista, mas está lá a anos.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Priscila.

    Acho que com a ajuda da filha (apesar de ainda ser uma criança) e do marido, a Alexia poderá unir forças/poderes e desvendar esse mistério no qual está encarregada.

    Dessa capa, em específico, eu não gosto. Também acho feia. Mas, da outras, eu gosto.

    ResponderExcluir
  6. Oi Priscila,
    Li apenas o primeiro livro Alma? uns dois anos atrás e lembro que gostei muito da história, apesar de ter demorado um pouco para me acostumar com o estilo da narrativa. O que mais chamou a minha atenção na série é o fato de ser um romance de época sobrenatural, uma mescla de dois gêneros que gosto muito de ler. Pelo jeito a filha do casal apronta muito nesse livro haha, uma pena que o livro acaba com muitas pontas soltas. Quero dar continuidade a leitura da série, vou tentar ler o segundo livro o quanto antes, pois é garantia de uma leitura divertida.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Priscila!
    Desde que a série saiu, tenho a maior vontade de ler, justo por ser steampunk, um dos estilos que mais gosto e também por ter várias ´personagens fantásticas, tornando o enredo do livro movimentado.
    Uma pena que esse último tenha deixado algumas coisas em suspense e sem resposta.
    “A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior perdoa, a inferior condena.” (Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA ABRIL – ANIVERSÁRIO DO BLOG: 5 livros + vários kits, 7 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  8. Olá! Não conhecia o estilo steampunk, e confesso que a resenha me deixou um pouco confusa, acredito que por ser o último livro da série há outras informações que eu precise pesquisar, não acredito que essa um gênero que me conquiste, mas vou dar uma olhadinha nos outros livros para me decidir, a única coisa que eu tenho certeza é que também irei gostar da Prudence.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Estou lendo esse livro, gosto muito da escrita da Gail Carriger, é o primeiro livro desse gênero que li e adorei, como leio bastantes romances de época, para mim foi uma combinação perfeito, pois todas essa situações como estava acostumado com o padrão da sociedade da época puxou muito para a comedia, adoro os personagens que para mim são únicos e estou doida descobrir mais de todo esse mistério !!

    ResponderExcluir
  10. Puxa, uma série legal que eu nunca ouvi falar. Estou mais interessada em conhecer mais a filha do casal que parece ser uma fofura. Gostei e vou pesquisar os outros livros da série.

    ResponderExcluir
  11. Oi Priscila,
    adorei sua resenha e me ajudou a entender mais o gênero.
    Há uns 2 anos comecei a ler o primeiro da série, mas achei bem estranho e parei.
    Mas ainda quero voltar a ler, porque adoro as resenhas da série, parece ser bem legal e divertido, agora que sei que é só um estranhamento pelo gênero diferente, vou tentar mais uma vez!
    Achei legal a menininha kkk parece ser um livro bem divertido e com algumas aventuras.
    Ah, sabe que eu até gosto das capas kkkk acho-as diferentes kkk
    bjss

    ResponderExcluir
  12. Oi, Pri!!
    Conheço um pouco sobre essa série Protetorado da Sombrinha, mas ainda não li esses livros, mesmo achando que é uma série bem interessante!! Fiquei imaginando as confusões da pequena Prudence nessa história!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Lembro quando foi lançado o primeiro livro dessa série, eu nunca tive interesse em ler, nem muita curiosidade, só a pouco tempo vir descobrir que se tratava de uma série sobrenatural, e ai sim fiquei curiosa, mas acho que não tenho mais coragem nem iniciativa pra começar a ler a série agora que acabou. Ainda bem que a Valentina continuou com a publicação da série né, pena que o final ficou meio aberto.

    ResponderExcluir