O Chefão - Vi Keeland


Editora: Essência
Autor: Vi Keeland
Classificação: 


Sinopse: Na primeira vez que vi Chase Parker não causei exatamente uma boa impressão. Eu estava escondida no banheiro de um restaurante, mandando mensagem de áudio para minha melhor amiga me salvar de um encontro horrível. Ele ouviu, disse que eu era uma canalha e começou a me oferecer conselhos não solicitados de namoro. Eu disse a ele que cuidasse de sua própria vida e voltei para meu encontro miserável. Ao passar pela minha mesa ele sorriu e eu assisti seu traseiro sexy e arrogante voltar para seu jantar. Não pude evitar trocar olhares com o idiota condescendente do outro lado do restaurante. Quando o deslumbrante desconhecido e sua acompanhante apareceram de repente em nossa mesa, pensei que ele iria me denunciar. Mas, ao invés disso, ele fingiu que nos conhecíamos e se juntou a nós – contando histórias elaboradas e embaraçosas sobre nossa suposta infância. E, sem que eu me desse conta, meu encontro tedioso se tornou extremamente excitante. Depois que nos separamos, não consegui parar de pensar naquele estranho que jamais veria novamente. Afinal, quais eram as chances de encontrá-lo de novo em uma cidade com oito milhões de pessoas?


O Chefão é o novo lançamento da autora Vi Keeland no Brasil, o livro chegou pelo selo Essência da Planeta de Livros Brasil. Como todos já devem saber eu adoro a escrita da Vi Keeland, então corri e comprei o e-book e no final da resenha vocês vão saber o motivo da opção do e-book ao invés do livro físico. 

Reese trabalha com marketing e está em um encontro terrível, quando ela liga para Jules pedindo socorro, um homem lindo e sexy se mete na conversa e aponta que ela está sendo arrogante e oferece alguns conselhos indesejados.Chase Parker é um empresário jovem e rico, dono de uma empresa de beleza que fabrica principalmente cera para depilação, ele é tudo que a maioria das mulheres deseja. Ele sabe que é lindo e não se importa de usar isso para conseguir o que quer. E ele decidiu que quer Reese. Ela tem um passado que a deixa cheia de inseguranças e ele tem um passado que não o deixa se conectar facilmente.

Eu amo essa história, já tinha lido em inglês e quando soube do lançamento no Brasil mal pude esperar para ter o livro em mãos. Vi Keeland consegue conquistar com sua escrita fluida, seu drama na medida certa e com cenas quentes que prendem o leitor. Esse é mais um daqueles livros que você lerá em "uma sentada".

Chase é o típico personagem que a gente ama, ele tem um passado triste e agora voltou a vida de mulherengo. Ele ama as mulheres e adora ter várias a seu lado. Quando ele conhece a Reese, ele sente algo por ela que não consegue identificar, só sabe que ele a quer em sua cama. Além de ter as melhores cantadas, que vão te fazer sorrir a cada página.

Reese é como muitas de nós, lutando para ter uma carreira em um mundo em que muitas vezes relações familiares e gênero são mais levados em consideração do que competência. Ela dormiu com seu último chefe e não cometerá esse erro novamente e quando Chase a contrata para sua empresa, é o motivo perfeito para se manter longe daquela atração que sente por ele.

As cenas entre eles e os diálogos criados pela autora são o ponto alto do livro. Se você adora personagens bem humorados e que apesar de terem seus traumas arrancarem boas gargalhadas do leitor, provavelmente você vai se apaixonar.

Agora vamos falar do motivo de eu ter optado de pegar o e-book ao invés do físico. Como já comentei lá em cima eu li esse livro em inglês, ele tem o título de Bossman e a capa traz um modelo só de cuecas (mais um peladão), quando a Planeta revelou essa capa eu a achei horrorosa e completou com esse título que não tem NADA  a ver com a história e pronto resolvi optar por comprar a edição gringa ao invés da brasileira. Fala sério se vocês vissem essa capa e esse título não pensariam que esse é mais um livro de um CEO dominante com uma mocinha bobinha e virgem? Só que NÃO É ESSE O CASO. Então eu aconselho: leiam o livro, mas se vocês optam por apenas capas lindas na estante....

14 comentários:

  1. Também li o livro em inglês e ainda não me conformei com essa capa e titulos, só não ficou pior que a edição portuguesa que saiu como "O Boss"... juro que queria ser uma mosquinha p ver como essas decisões são tomadas
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Ooi, ainda não conhecia esse livro, mas parece ser bem interessante.
    Adora personagens bem humorados, e que apesar de todos os traumas nos fazem rir.
    Que pena que a capa e o título do livro traduzido não te agradou.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Priscila!
    REalmente os livros da autora são envolventes e não queremos largar até chegar o finla.
    Não li esse ainda, mas gostei de saber que tem um certo drama, diálogos interesantes e hilários e o casal bom juntos, que é o mais importante, né?
    Desejo uma ótima semana e um mês abençoado!
    “Ando no traçado do tempo a procura de mim mesmo até hoje não sei quem sou, mas sou um caminhante e não um conformista.” (Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA ABRIL – ANIVERSÁRIO DO BLOG: 5 livros + vários kits, 7 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Priscila.

    Bom, ele é um livro que eu gostei, mas não tanto... Achei ele é meio chatinho.

    O enredo foi um pouco bem construído em relação em como eles se conheceram em circunstâncias não inimagináveis, e depois com a convivência deles no trabalho...

    Quanto à capa, eu gostei, pois acho a capa original feia.

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho um livro dessa autora aqui em casa, mas até hoje não tive coragem de ler. Livros com titulo genérico tipo "o chefão" me dão desanimo, sinto que a história nunca será boa. No entanto, você afirma que é de ler numa sentada, acho que posso me arriscar.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Priscila,
    Realmente, a capa e o titulo não ajudam muito, pois eu já estava julgando que seria mais um livro com um CEO dominante e uma mocinha ingênua. Então é uma grata surpresa saber que isso livro traz uma história envolvente e bem humorada, com personagens que conquistam o leitor. Pelo jeito vou gostar da Reese, uma mulher decidida e que luta pelo que quer. Como adoro um personagem com drama do passado, tudo indica que vou gostar do Chase também.
    É uma ótima opção quando eu estiver buscando uma leitura hot na medida certa e com uma pitada de diversão. Vou optar pelo e-book também.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Ando vendo muitos comentários positivos deste livro. Acho ótimo livros assim pra dar uma espairecida... e parece ser bem aqueles de se ler em uma sentada mesmo! haha
    Realmente, a capa transmite ser uma trama bem diferente mesmo =/
    Pretendo ler logo, estou curiosa!

    ResponderExcluir
  8. Oi Pri,
    Me surpreende mesmo um livro com essa capa ter uma história diferente do que imaginava, e não dá para dize como amei o fato da protagonista se destacar. Confesso que achei hilária a situação do restaurante, e só isso já me faz desejar a leitura, quero muito ler os livros da autora.
    Ah, sou fã de capas, e como não conheço a original provavelmente optaria por essa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Esse livro está na minha lista, mas não me vejo lendo ele em um futuro proximo. Não chama muito minha atenção.

    ResponderExcluir
  10. Ja tinha visto a capa em algum lugar, mas não conhecia a história. Eu gostei muito da resenha por ser o tipo de livro que da para ler rapidinho, o que para mim é muito bom. Com certeza esse livro vai entrar para minha lista de compras.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Isso me irrita muito, já vi muitos livros na versão original deles que quando chega no Brasil vem mais nada a ver, mas gostei muito do livro, principalmente por não ser mais do mesmo, ainda não conhecia a historia, porém os personagens me conquistaram, fiquei curiosa para saber mais e irei colocar na minha lista de leitura !!

    ResponderExcluir
  12. Olá! Realmente a capa e o título originais do livro são bem melhores, mas a história é bem gostosa de ler, e tem muitas cenas divertidas mesmo, Chase é um personagem ótimo e Reese é muito real e decidida, me identifiquei bastante com ela.

    ResponderExcluir
  13. Parece legal, bem escrito. E a Reese não parece ser nada bobinha, mas sim, uma mulher que sabe o que quer.
    Mas acho que não lerei. É mais hot, daqueles de conquista rápida, não é bem meu estilo, gosto mais dos romances água com açúcar!
    bjss

    ResponderExcluir
  14. Oi, Priscila!
    Achei um máximo a sinopse do livro! Rir muito só em imaginar um desconhecido inventando um monte de situações embaraçosas em um encontro. Já quero essa história para ler!
    Bjoss

    ResponderExcluir