A Verdade Sobre Amores e Duques - Laura Lee Guhrke - Querida Conselheira Amorosa #01

Editora: Harlequin Books
Páginas: 320
Classificação:

Sinopse: Henry Cavanaugh, duque de Torquil, anseia por uma vida ordenada e previsível. A única que o ajuda com isso era a mãe... até ela se apaixonar por um artista e decidir seguir o conselho amoroso de Lady Truelove, largando tudo para seguir os desejos do coração. Agora Henry vai exigir que a mulher mexeriqueira que deu aquele conselho imprudente o ajude a impedir que o nome da sua família acabe na lama.Irene Deverill é o que a sociedade londrina considera uma ovelha negra: dirige o jornal da família, é uma solteirona e tem orgulho disso! Mas ninguém sabe que ela possui um grande problema nas mãos: o duque de Torquil demanda que ela o ajude a resolver os problemas da sua família. Esse relacionamento forçado fará despertar nela sentimentos que nunca pensou possuir.



A Verdade Sobre Amores e Duques foi o livro que comentei com vocês no stories lá no Instagram esse último fim de semana (se você não nos segue lá corre para seguir o @leiturasedelirios que esse fim de semana vou comentar outro romance de época), foi uma experiência diferente e divertida compartilhar minha primeira experiência com a autora a cada passo do caminho e confesso que gostei desse livro muito mais do que estava esperando.

Henry Cavanaugh é o duque de Torquil e está prestes a ver sua família passar pelo maior escândalo da temporada. Sua mãe, a duquesa viúva, se apaixonou por um pintor italiano e foge para se casar com ele seguindo o conselho de Lady Truelove, famosa conselheira amorosa do mais notório jornal de fofoca de Londres. Irene é burguesa, sufragista e o rosto por trás da famigerada conselheira. Ela não entende e não gosta das regras da sociedade e faz dos hábitos estranhos e regras que considera ridículas o meio de sustento de sua família. O pai dela é um bêbado que quase levou a família a falência, o irmão mais velho fugiu para a América e agora as responsabilidades da família recaem sobre ela. Até que um certo duque invade seu escritório e sua vida mandando suas convicções para o espaço.

A escrita dessa autora é muito fluida e divertida. No primeiro momento o que mais me chamou a atenção foi a ousadia dela em colocar uma mocinha completamente fora dos padrões das mocinhas de romance de época. Uma burguesa que trabalha e luta pelo direito das mulheres ao voto e que não segue,nem quer seguir as regras da sociedade, mesmo que sua mãe fosse filha de um nobre.

O mocinho, Henry, no começo pensamos que ele é muito duro e sem coração, mas com o passar das páginas dá para perceber que ele só está preocupado com a família. A mãe dele é completamente sem noção, sabendo que o pintor só quer o dinheiro dela, mesmo assim ela decide casar, colocando em cheque a temporada das duas filhas, sem se importar com a reputação da família. E por ser honrado demais e influenciado pelos erros do passado ele luta com unhas e dentes para que essa história não prejudique sua família, assim como luta contra o desejo que sente contra Irene.

As cenas entre eles são engraçadas e muito bem escritas, os diálogos são bem construídos e as cenas de romance entre eles são leves, nada extremamente gráfico. Tudo na medida certa. 

Essa capa é maravilhosa, não tenho nada a reclamar dela. A diagramação está ótima e ajudou bastante na fluidez da leitura. Enfim, uma dica diferente e prazerosa de romance de época para vocês.

11 comentários:

  1. Ahh já vi tanta coisa legal desse livro que acho que adoraria ler. Pelo gênero já chama atenção e essa garota fora dos padrões MESMO e o jeito divertido da história parecem encantar fácil. Achei legal esses temas da luta pelos direitos das mulheres e por ela ser tão diferente já sei que vou adorar a personagem. Gostei do livro ^^

    ResponderExcluir
  2. Olá! Adoro romances de época, e as capas então, essa é muito linda mesmo, Irene parece ser uma personagem muito forte e decidida, e Henry, super dedicado à família, quero muito ler, adoro quando o livro possui momentos românticos e divertidos.

    ResponderExcluir
  3. Faz um tempinho que não sinto vontade de ler romances de época, apesar de gostar muito do tema. Fiquei com muita vontade de ler esse, acho que vou dar uma chance.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Priscila.

    A personagem sem sombrasde dúvidas, é marcante por sua irreverência e por estar à frente do seu tempo e por buscar sua independência.

    Vou acrescentar esse livro na minha listinha, pois os romances de épocas estão me conquistando cada vez mais.

    ResponderExcluir
  5. Oi Priscila,
    Estou pulando de felicidade que as editoras estão cada vez mais apostando nos romances de época, meu gênero literário favorito. Então é claro que esse livro chamou a minha atenção. Amo essas mocinhas que fogem totalmente das regras da sociedade, e a Irene com seu posto de conselheira amorosa do jornal de fofoca irá garantir uma leitura prazerosa e divertida. Já o mocinho, Henry, é um duque digno de romance de época, cavalheiro, honrado e que se importa com a família.
    Um romance envolvente, divertido e muito bem escrito, quero ler o quanto antes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Tô louca pra ler esse livro, achei a capa maravilhosa.
    Acho ótimo ver as mocinhas dos livros de época serem assim bem "pra frente". Claro que é era uma realidade bem diferente, mas ver isso retratado nos livros dessa forma é tão divertido e desafiador que me deixa sempre muito feliz. Gosto quando tem essa pegada mais humorada também, da uma sensação ótima ao ler.

    ResponderExcluir
  7. Priscila!
    A capa está bellíssima mesmo.
    Amo também romances históricos e muito.
    Aqui parece que por ambos terem uma personalidade forte, será difícil o entendimento, mas acredito que no final, ela aconteça de forma grandiosa.
    Maravilhoso final de semana!
    “Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente. A maioria das pessoas nunca ouve. “(Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  8. Eu sou apaixonada por romance de época, ainda quando é com Duques!
    Parece ser um livro muito gostoso de ler, com várias cenas engraçadas.
    Adorei a dica, já quero.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  9. Oi, Priscila!
    Gosto muito de livros que tem personagens com temperamento forte, de opinião. Ainda mais tudo envolvidos num romance.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Gosto de livros de época, são historia muitos fofas. Eu não tinha conhecimento desse livro, mas tem uma premissa ótima e os personagens incríveis. Espero ler !

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  11. Oi, Priscila!!
    Gosto de romances de época e adoro quando os livros tem personagens forte e determinados por que sempre acontece diálogos divertidos e engraçados!!
    Bjos

    ResponderExcluir