Giovanni - Bethany - Kriss - Filthy Marcellos #02

Editora: 3DEA
Páginas: 298
Classificação: 

Sinopse: Giovanni Marcello vive a vida por seus próprios termos. Como capo e filho de um chefe da máfia, sabe o que é conduta aceitável ou não, mas isso não o impede de fazer o que quer e quando quer. A única coisa que ele nunca faria é desobedecer aos princípios de la Cosa Nostra. Até passar uma noite com ela. Kim Abella cometeu alguns erros e está pagando caro com um casamento forçado para sofrer com as demandas e abusos de Franco. Depois de tudo que aprendeu nesta vida, Kim sabia que não devia se meter com outra família da máfia.Estar com Giovanni a faz lembrar de como é viver sob o controle de Franco, o que está a mantando lentamente. A única coisa que pode salvá-los da sepultura pelo que fizeram, é seguir as mesmas regras que já quebraram. Às vezes, o amor tem que começar um pouco imoral.




 Giovanni é o segundo livro da trilogia Filthy Marcellos e foi o achado do ano para mim. Eu nunca tinha tido contato com a escrita dessa autora e rapidamente me apaixonei por essa família que ela criou.

Giovanni é o filho mais novo da realeza da máfia. Sem ter um lugar definido na chefia, ele passou a vida para conquistar seu lugar e no meio disso usou todo tipo de drogas e bebida para se sentir vivo. A maior preocupação de seu pai é que Gio se perca. Até que no casamento de Lucian, o irmão do meio, ele conhece uma mulher misteriosa que vira sua vida de cabeça para baixo. Kim Abella, só quer se sentir jovem, com apenas 21 anos ela cometeu um erro que mudou toda sua vida. Quando ela vê Gio no casamento tudo que ela quer é que aquela noite seja seu último grito de liberdade. Agora meses depois, noiva de um homem que ela odeia, a última pessoa que ela espera encontrar é Giovanni Marcello.

Primeiro eu preciso dizer: Que homem, irmãos! Que homem! Gio é aquele personagem que não tem motivo pra ser perdido, mas é. Ele passou a vida tentando agarrar um sentimento efêmero. Quando ele encontra Kim, com apenas um toque ela consegue o que nenhuma droga conseguiu. O problema é que ela é noiva de um homem da máfia e isso de acordo com a lei dá morte.

Eu não gosto de livro com traição, mas no caso de Kim não dá pra dizer que ela tinha um relacionamento propriamente dito com o embuste do noivo. O cara era altamente abusivo com ela e por conta da situação, a moça não podia fazer nada. 

As cenas entre eles explodem como fogo quando encontra gasolina. Gio e Kim foram feitos um para o outro e ele fará de tudo para tirar ela dessa situação, até mesmo queimar Las Vegas se for necessário.

O livro tem gatilho para uso de drogas e relacionamentos abusivos, então é bom deixar claro por quê né? Essa é uma informação importante.

Eu adoro essas capas, esse homens com cara de ruim? Ui. A diagramação está boa, só me incomoda como eles traduziram os homens da máfia como "homens feitos" não faz bem sentido. Enfim, recomendo DEMAIS e já estou ansiosa pelo lançamento de Dante.


8 comentários:

  1. Oi Priscila,
    Eu fiquei interessada em ler esses livros, quando vi a postagem de vocês sobre o primeiro. Fiquei mais interessada ainda com esse segundo! Preciso ler.

    ResponderExcluir
  2. Parece interessante e o personagem masculino é bem daqueles que acabo adorando. Parece perdido, encontra o amor e com tanto drama encima disso da mulher ser noiva de outro da máfia e como isso pode até dar em morte já viu...dá curiosidade pra ver como tudo vai acabar.
    Falar de drogas e relacionamento abusivo pode ser interessante se bem feito também. São coisas reais e fortes de se explorar e pela história deles se encaixa bem nesse mundo. Parece uma boa trama.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Priscila.

    O livro tem um enredo nada apelativo. Gosto desse toque sutil, pois deixa o livro mais emblemático, com personagens cativantes.

    O Giovanni demonstra sentimentos reais, de real apreço pela Kim, demonstrados com veemência, e eu amo mocinhos assim. ^^

    ResponderExcluir
  4. Oi Priscila,
    Essa trilogia é um achado mesmo! É uma bela surpresa saber que esse segundo livro é tão bom quanto o primeiro, com um mocinho cheio de dramas mas que irá fazer de tudo para ter a sua amada salva e livre das garras do noivo abusivo.
    Parece que a autora soube abordar esses temas pesados de uma forma correta, tornando a leitura mais envolvente e dando um toque de drama na história.
    Agora vou aguardar a resenha do último livro ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu amo a premissa desse livro porque foge de tudo que já li, não é aquele romance clichê e sim um romance intenso que te faz prender a respiração. Eu ja agarrei um amor no Gio que nem sei kkk quero ler toda a trilogia <3

    ResponderExcluir
  6. Priscila!
    Já gostei porque mesmo sendo uma série, acredito que os livros possam ser lidos de forma independente.
    Gostei porque parece mesmo que a química entre Gio e a Kim é magnífica e a achei audaciosa em querer aproveitar aquela noite, mesmo sendo 'noiva' de alguém da máfia.
    Outro atrativo, porque livro com mafiosos gosto muito e os assuntos abordados como drogas e abuso, são interessantes como falou.
    “Sou uma só. (...) Sou um ser. E deixo que você seja. Isso lhe assusta? Creio que sim. Mas vale a pena. Mesmo que doa. Dói só no começo.” (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JUNHO - 5 GANHADORES
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Priscila!!
    Nossa essa trilogia promete!! Adoro livros de mafiosos e parece que essa família e demais!! Só mocinhos que sabem tratar bem a sua mulher!! Fiquei muito empolga para fazer essa leitura e descobrir mais sobre a história do Gio e a Kim.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  8. Olá! Eita que ficou melhor ainda, já estava encantada com o primeiro livro e a batalha entre mafiosos e mc’s e agora nos vemos em uma guerra entre máfias?! Mocinho quebrado e mocinha em apuros é a combinação perfeita para muita confusão.

    ResponderExcluir