Arranha-Céu: Coragem sem limites (2018) | Crítica

Não, não é um filme sobre a música de Demi Lovato

Coloque Dwayne "The Rock" Johnson em um filme de ação, acrescente explosões, fogo por todo lado, homens fortemente armados atirando em todas as direções em uma corrida contra o tempo para salvar sua família e acabar com vilão e você terá uma fórmula genérica de tantos outros filmes do ator. Entretanto, Arranha-Céu: Coragem sem limites tem um diferencial que os outros não tem, uma perna a menos; sem contar um ambiente super-tecnológico.


Desta vez, Dwayne interpreta um ex-agente do FBI, líder em de operações de resgate, que após uma missão falha acaba se ferindo gravemente, levando-o a perdendo uma das pernas, obrigando-o a usar prótese. Impossibilitado de voltar ao trabalho, Will Sawyer  (Dwayne Johnson) é obrigado a se afastar do FBI e abre sua própria empresa de segurança. Nessa nova jornada, o ex-agente é contratado como chefe de segurança de um arranha-céu recém-lançado em Hong Kong, o maior e mais tecnológico edifício do mundo, o Pérola, com um total de apenas 220 andares, onde Will passa a viver com sua mulher Sarah Sawyer (Neve Campbell) e seus filhos gêmeos, Georgea (McKenna Roberts) e Henry (Noah Cottrell). Logo no inicio da trama, um grupo de mafiosos incendeia um dos andares do prédio e a partir daqui todos os outros acontecimentos se desenrolam. 

Poderia ser a nova sede dos Vingadores? Talvez

O filme é cheio de altos e baixos. O primeiro fator a chamar atenção é que o diretor não poupou tempo de ação em tela, já que toda a história necessária (ou não) para os acontecimentos dentro do Pérola acontecem nos primeiro 30 minutos de filme, deixando mais uma hora de ação, que vai até o último minuto do filme (literalmente). Os fãs de ação vão ficar maravilhados com as cenas de luta e como uma pessoa com uma perna de prótese pode ser capaz de lutar tão bem. 

É justamente aí que entra um dos pontos negativos do filme. O fato de Will ter perdido uma perna em uma missão é muito aproveitado durante filme, mas isso só aparece em momentos oportunos. Por exemplo, Will consegue fugir da polícia correndo e até rouba a moto de policial. Ainda que as próteses tenham evoluído muito nos último anos, é necessário uma moto adaptada para este tipo de situação. Outro momento que deixa a desejar é o que está em uma das imagens já liberadas do filme, o salto do guindaste para o arranha-céu (que inclusive lembra muito um cena de outro filme famoso com o The Rock já conhecida de todos e criticada por todos pelo seus excessos).

Precisa dizer qual é o filme famoso?

Outro ponto que deixa o filme a desejar são as motivações dos vilões, para que um filme agrade ao público não basta apenas ter um protagonista carismático, quem assiste precisa entender o vilão e suas motivações para que chegar àquele ponto (não é a toa que a Disney está transformando suas vilãs em heroínas, funcionou com Malévola e está funcionando com a Mal de Descendentes), e infelizmente não é exatamente o que vemos no filme, motivações rasas e quase sem fundamento.

E só para não dizerem depois, #SemRepresentatividade . Para um filme que se passa em Hong Kong e envolve a mafia chinesa, somente 3 ou 4 atores do elenco principal tem características asiáticas, só são vistos asiáticos quando mostra uma enorme plateia que está assistindo tudo que acontece no Pérola do lado de fora. Em um período de transição como este, porquê colocar tantos atores ocidentais em um filme que se passa no oriente? Como diz a nova campanha do Netflix "Este não é um momento. Isso é um movimento". 

O filme segue fielmente o gênero ação, não fugindo em praticamente nenhum momento do seu foco, por isso, não espere romance ou qualquer tom de comédia durante o filme. Assim, o filme cumpre com seu papel de deixar o espectador na ansiedade e aflito com os próximos atos, com cenas que nos fazem suspirar de tensão e medo.


9 comentários:

  1. Oi!
    Uauuuuuu! Um edifício com 220 andares, dá até vertigem de pensar...
    Assim, o enredo parece não ser lá essas coisas todas, entretanto, sendo um filme de ação que nos deixa sem fôlego e pela parte tecnológica, acho que dá até para encarar...
    “A consciência é o melhor livro de moral e o que menos se consulta.” (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  2. Um dos filmes mais aguardados por mim, neste restante de ano! Amo o trabalho do "The Rock" e não consigo ver ele em filmes que não tragam milhares de explosões e fugas espetaculares!rs
    Tá, não imaginava a perna a menos, mas....rs pelo que li acima, há muitas falhas nesta parte.
    Mesmo assim, sei que verei com certeza. Se vou reclamar? Também com certeza!rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. É, confesso que não acaba me chamando tanta atenção e não sei se veria esse filme assim tão fácil. É bom pra quem gosta de muita ação e até gosto, mas sei lá se iria achar tanta graça assim. E quando tem umas coisas absurdas e que não consigo engolir ou ver aquilo acontecendo só piora. Não que a gente veja esse tipo de coisa acontecendo né xD
    É uma porrada de ação e coisas doida mas aí tem que ter aquele roteiro e aquela graça pra me animar a ver. Sei lá o que acharia desse filme...

    ResponderExcluir
  4. Pra quem gosta de ação é um prato cheio mesmo, o trailer já te deixa eletrizado. Gosto do Dwayne Johnson, acho ele um ator sensacional e que transforma os filmes em que participa. Mas apesar de toda essa ação o enredo me pareceu um pouco fraco, talvez se tivessem dado mais abertura ao vilões seria possível dar mais emoção a trama.

    ResponderExcluir
  5. Eu vi ontem o trailer desse filme quando fui no cinema, e gostei bastante.
    Adoro os filmes do Dwayne, ainda mais quando são de ação mas confesso que a cena dele pulando do arranha céu foi meio que marmelada demais hahah
    Apesar de tudo, não é um filme que eu assistiria no cinema e provavelmente vou esperar para ver em casa.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Qdo vi o trailer fiquei com mta vontade de assistir o filme, parece trazer uma ação e tanto, creio que realmente exista alguns pontos que não se encaixam ali, como o fato dle fazer todas aquelas cenas sem uma perna, um tanto estranho, mas espero curtir qdo conseguir assistir...
    Bjs!

    https://aguardiadasresenhas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi mana, na verdade quando eu vejo esse filme fico " hum mais um filme de ação ", eu confesso que a premissa do filme foi interessante mas vai ser aquele filme que vou esperar sair do cinema pra poder assistir no conforto da minha casa. Uma pena não ter tido a representatividade adequada no filme, espero que isso melhore com o tempo. Obrigada pelo post.

    ResponderExcluir
  8. Oi Kevyn,
    Ah, sendo sincera eu quero muito assistir o filme desde que vi sobre o lançamento, maaas, tudo que foi dito sobre certos exageros e momentos que deixam a desejar é esperado, pelo menos para mim, prefiro deixar de lado coisas que sabemos serem impossíveis na realidade, para poder curtir o filme e me divertir. Gosto bastante do ator e felizmente essa linha de ação deu certo, mas claro, criticamente acharemos até mais do que você disse, de momentos "errados"!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá! Embora goste de filmes de ação, esse não chamou muito minha atenção, uma pena que o enredo seja um tanto fraco, e que apenas as cenas de ação sejam o ponto positivo do filme.

    ResponderExcluir