Restaura-me - Tahereh Mafi - Estilhaça-me #4


Editora: Universo dos Livros
Páginas: 400
Classificação:

Juliette Ferrars acreditava ter vencido. Assumiu o controle do Setor 45, foi nomeada nova Comandante Suprema da América do Norte e agora conta com Warner ao seu lado. No entanto, quando a tragédia se instala, Juliette precisa confrontar a escuridão que existe tanto à sua volta quanto em seu interior. Em que ela se transformará diante da adversidade? Será Juliette capaz de controlar seu poder e usá-lo para o bem?


Queria começar essa resenha feliz, emocionada e eufórica pelo livro que acabei de ler. Mas infelizmente não será assim. Quem me conhece sabe que adoro Estilhaça-me, AMO Liberta-me e praticamente venero Incendeia-me. Foi a única distopia da época da modinha que eu realmente me interessei e passei a amar. Quando anunciaram que haveria continuação, eu fiquei um pouco dividida. De um lado estava em êxtase por ter mais um pouquinho do meu casal para acompanhar, do outro apreensiva pelo que poderia acontecer nessa continuação, e por isso nem criei muitas expectativas. Mas vamos lá!

A narrativa começa exatamente duas semanas após os eventos de Incendeia-me. Então vemos toda a aflição de Juliette em assumir as rédeas do Setor 45. Ela não havia pensado no pós-guerra, no que ela teria que fazer dali em diante, então se sente totalmente despreparada para o papel de Comandante. E em meio a tudo isso, ainda tem que lidar com o relacionamento com Warner que anda meio “estilhaçado” após a morte de Anderson.  Apesar do pouco tempo, muita coisa mudou, principalmente os laços afetivos que circundam os personagens, esses estão mais fracos, muitas vezes até inexistentes. A relação de extrema confiança que existia nos livros anteriores foi abalada e por razões tão pífias que chega a doer no coração. 

Mas para falar completamente a minha opinião, eu resolvi separar essa resenha em pontos positivos e negativos.

Um ponto positivo do livro é que Tahereh conseguiu atar algumas pontas que haviam ficado soltas no final da trilogia, como coisinhas que haviam ficado sem respostas por terem sido mencionadas rapidamente, além de trazer à tona um segredo sobre Juliette que nem mesmo a mocinha imaginava. Outro ponto é que, mesmo mudando um pouco a sua forma de escrita, saindo do seu lado mais poético, Tahereh entrega algo com sua identidade, apesar dos apesares. 

Sobre os pontos negativos, eu poderia falar por horas, mas vou citar apenas duas coisas que me incomodaram bastante, mas entendo perfeitamente que para ter conteúdo para mais três livros, algo do tipo teria que acontecer. Primeiramente, é angustiante para um leitor fã da trilogia, que torceu e vibrou pelo romance de Juliette e Warner, ver a relação dos dois se transformar em um nada, um poço de desconfianças, em desencontros e tudo simplesmente por falta de comunicação. Enquanto que em Incendeia-me os dois era praticamente unha e carne, o mundo do outro, aqui a relação é praticamente resumida a nada. Isso me irritou muito e, até o meio do livro, eu praticamente me arrastei para ler.

O outro fato que me incomodou muito, foi o sumiço dos personagens secundários. Com exceção de Kenji e Castle que sempre apareciam, parecia que todos os outros haviam sumido ou morrido no combate. Adam faz poucas aparições, James menos ainda. E que saudades pessoas do Ponto Ômega. Então, por mais que a história tivesse outro plot com novos personagens a serem introduzidos, achei bem esquisito esse desaparecimento.

Para terminar, confesso que a descaracterização dos personagens principais foi o que mais ficou evidente e incômodo na leitura. Meu lado fã da autora tenta ver isso como um mal necessário, e eu realmente espero que seja.

14 comentários:

  1. Olá Brunna!
    Acompanho resenhas sobre os livros e confesso que estou bastante curiosa para conhecer a escrita da autora, li comentários bons e ruins sobre a história, por isso, não estou criando mtas expectativas, só espero curtir a leitura e que o enredo me agrade afinal;
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Vishi, aí desanimou. Só de ver falar que a relação dos dois tá complicada e resumida a um nada já fez cair por terra tudo que espero e torço. Mas ainda tenho esperança por mais da história então. Porque no primeiro livro não animei tanto, mas vi potencial. Foram os outros 2 que me ganharam. Talvez ela faça essa fórmula de novo de colocar pequenas coisas aqui e desenvolver em outros. Espero. Deu pra ver que ela soluciona umas coisinhas aqui, mas caramba, o que falou de ruim da trama já me deixou pra baixo com o que esperar.

    ResponderExcluir
  3. Não li ainda a trilogia mas sempre fico curiosa com as resenhas dessa história.
    Mas esse livro vem sendo bastante criticado mesmo, toda vez que sai continuação de uma trilogia que gosto fico apreensiva porque apesar de querer muito ler algo mais sobre a história fico com medo de que os autores se percam e acabem criando uma continuação super desnecessária. Apesar de perceber que esse livro foi justamente isso, ainda quero ler essa história.

    ResponderExcluir
  4. Brunna!
    Desde o lançamento do livro, estava querendo ler alguma resenha sobre ele, porque para mim, era uma das melhores séries de fantasia/ficção que li e ver que não foi lá essas coisas, que houveram muitas mudanças na escrita, no plot e na ausência de personagens que fiquei até triste...
    Bom final de semana!
    “O prazer dos grandes homens consiste em poder tornar os outros felizes..” (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  5. Por ter lido somente o primeiro livro, tenho evitado um pouco ler as resenhas dos livros seguintes, mas confesso que fiquei triste ao ler a resenha deste livro agora. Em ver que a autora deixou o enredo tão maravilhoso, se perder assim.
    E pelo que tenho lido desde seu lançamento recente, este livro está entre os mais criticados nos últimos tempos.
    Espero que para mim, não seja uma decepção, depois de um primeiro livro tão fantástico!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Li o primeiro livro da série e gostei muito da escrita da autora.
    Achei uma pena ela ter deixado pecar tanto assim neste livro, e espero que eu não me decepcione também com a continuação.
    Gosto muito de personagens secundários e fiquei bem desgostosa com esse sumiço.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  7. Olá! Eu gostei muito da proposta da série, achei tudo muito interessante e inovador na época, adorei os dois primeiros livros, o terceiro me deixou um pouco decepcionada, quando vi que iam lançar um quarto livro, fiquei super receosa, achei meio desnecessário. Saber que a autora ainda quer lançar mais livros me deixa ainda mais apavorado, acredito que ela pode acabar estragando de vez uma história tão bacana. Uma pena que os personagens principais tenham ficado assim tão desconstruídos e que o relacionamento da Juliette e do Warner esteja desmoronando.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Brunna
    Tenho conhecimento dessa série, mas anda não li sempre acompanho as resenhas.
    Quando séries se arrastam em vários livros fico com receio de ler porque o primeiro livro sempre é maravilhoso e os outros vão deixando a desejar.
    Nesse quarto livro só gostei de saber que a autora amarrou as pontas soltas da série, fiquei decepcionada como ela fez com um relacionamento tão lindo entre Juliette e Warner.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Brunna,
    Eu nunca tive vontade de ler a distopia, nem sei explicar porque, acho que o enredo nunca me prendeu a ponto de me despertar interesse.
    Tem um grande problema em querer continuar séries/trilogias que deveriam terminar, elas perdem o sentido, isso para mim, só é feito para ganhar mais dinheiro em cima dos leitores. As pontas soltas por exemplo, poderiam ser respondidas no livro anterior com um pouco mais de páginas, ou, até mesmo um conto para deixar os leitores felizes...
    Pena ter mais pontos negativos, do que positivos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi mana, então eu gosto bastante dessa série também mas eu parei no segundo livro por pena de ler o terceiro livro e acabar a série, por sinal eu tenho as antigas capas dos livros. Mas posso te dizer que eu também estava bem receosa em relação a esse livro já que o povo diz que o terceiro livro foi bom e que um quarto poderia ou não ser um bom volume. Eu pretendo ler esse livro com certeza mas não tenho mais a necessidade de correr com o livro, vou deixar terminar pra depois pegar.
    Obrigada pela resenha.

    ResponderExcluir
  11. Oi Brunna,
    poxa, a autora praticamente destruiu tudo que conquistou e escreveu nos três livros anteriores, hein.
    Morro de raiva quando isso acontece.
    Eu quero muito ler essa série, já faz tempo, mas comecei o primeiro livro uma vez, achei muito lento e parei. Mas quero recomeçar.
    Vamos se gosto, porém fique triste ao saber desse como ficou enrolado assim.
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Oi, Brunna!!
    Até conheço essa série mas infelizmente não li nenhum dos livros, mas é uma pena que esse livro acabou não sendo como esperado e pelo ao contrario tornou a história tão boa em simplesmente em outra coisa.
    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Sei que essa série é muito querida por aqui. Imagino que esse livro tenha criado expectativas demais em alguns leitores, o que nem sempre é algo bom porque quando não supre nossas expectativas nós acabamos ficando desanimados. Como ainda não li a série não quero pegar tantos spoilers, mas que pena que algumas coisas incomodaram você durante a leitura.

    ResponderExcluir
  14. Ai gente que dó. Eu amo a trilogia inicial, das distopias modinha também só li ela e A Seleção. Confesso que fiquei bem feliz quando vi que teria continuação, mas também fiquei apreensiva, mas agora realmente estou até pensando em não ler, eu amei tanto Juliet e Warner, não quero ver eles assim longe um do outro, prefiro ficar com a imagem que tenho deles, de resto não lembro muito os detalhes da trilogia, mas pretendo reler e ai vejo se realmente vou querer continuar como série ou preferir deixar só como uma trilogia mesmo.

    ResponderExcluir