Ilha de Vidro - Nora Roberts - Os Guardiões #03

Editora: Arqueiro
Páginas:288
Classificação: 

Sinopse: Nerezza, a deusa da escuridão, ainda não desistiu de obter as Estrelas da Sorte e destruir todos os mundos. As Estrelas de Fogo e de Água já foram recuperadas pelos seis guardiões, mas resta a Estrela de Gelo, e a batalha atingirá seu clímax. Doyle McCleary, o espadachim imortal, prometeu nunca mais voltar para casa. No entanto, quando a procura pela última estrela o leva ao condado de Clare, na Irlanda, ele deve encarar o passado. Três séculos atrás, uma tragédia o obrigou a fechar o coração para o amor, sobrando em seu peito apenas morte e solidão. Sua natureza selvagem só não é mais intensa que a de Riley... e da loba que há dentro dela. Arqueóloga e licantropa, a Dra. Riley Gwin não se rebaixa a ninguém. Fechada em sua biblioteca, em busca da misteriosa Ilha de Vidro, ela tenta negar a forte atração que sente por Doyle. Afinal, a última coisa de que precisa é uma distração. À medida que o último desafio dos guardiões se aproxima, a loba e o imortal têm que unir forças pela vida de seus amigos. Com Nerezza recuperada e furiosa, os dois vão descobrir que a melhor arma para dar fim à escuridão talvez seja o amor.



Ilha de Vidro é o terceiro romance da trilogia Os Guardiões, escrito pela Nora Roberts e publicado no Brasil pela Editora Arqueiro. Como todo mundo já está cansado de saber Nora é minha autora favorita da vida e eu não poderia perder tempo em vir falar desse livro para vocês. 

A Dra. Riley Gwin é uma renomada historiadora, arqueóloga e uma licantropa, sim a moça vira lobisomen três noites por mês. Ela foi parte essencial até aqui para os guardiões acharem as estrelas e derrotarem Nerezza. Agora a jornada desses seis personagens está bem próximo do fim, eles foram levados de volta a Irlanda, onde tudo começou e mais coisas estão prestes a serem reveladas. Doyle McCleary é a chave que faltava para que eles desvendassem os mistérios que faltavam para os levarem até a ilha de vidro. O imortal amaldiçoado por uma bruxa detém as respostas a perguntas que ainda não tinham sido feitas, mas para isso ele terá de mergulhar em seu passado, um que ele não quer se aproximar. Para isso ele contará com o pragmatismo da Dra. Gwin, o que pode aproximá-los muito mais que ele gostaria.

A narrativa da Nora mais uma vez surpreende, ela consegue conectar esses personagens de formas que eu não desconfiava. Tudo e absolutamente tudo está ligado e nada aconteceu por acaso. Os elementos místicos mais uma vez muito presentes em toda a narrativa são embasados por uma ótima pesquisa histórica, o que me agrada muito, pois eu adoro história.

Riley, na verdade é uma daquelas personagens que muita gente não vai entender, pois em um primeiro momento ela não parece ter um coração (já me identifiquei), na verdade ela é uma mocinha bem prática mesmo, ela tem um objetivo e um sentimento por um macho não vai impedi-la e nem atrapalhar sua missão. Eu, particularmente, adorei o modo como ela encara as coisas, acho que ela é a epítome da mulher forte e independente que sabe ceder quando é preciso, mas não é excessivamente melosa.

Doyle é aquele personagem que precisou durante toda sua longa vida suprimir sentimentos, ele é imortal e ver as pessoas por quem ele se importava envelhecerem e morrerem custou a ele um preço bem alto. Ele como um guerreiro participou de muitas guerras e batalhas, por isso sabe o que é ver muito sangue derramado.

A relação dos dois vai do gelo ao fogo em poucos segundos, o que até eu pegar o ritmo da coisa eu achei meio estranho, eles estão se ignorando e aí do nada ele imprensa ela na parede! A gente gosta assim com pegada, mas a surpresa da coisa me deixava meio atordoada.

Eu adorei essa capa, achei que ela combina muito com as do resto da série e dá ao desfecho dessa trama um ar super especial. Mais uma vez a editora arrasando na diagramação. Enfim, mais uma Nora na conta e mais uma indicação para vocês.


11 comentários:

  1. A capa realmente é belíssima!
    Só li uma série da Nora, e gostei bastante.
    Ela parece que é a rainha das séries e da versatilidade; por ser sobre o 3° livro, fico um pouco perdida, mas dá pra ver que é uma boa leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. É satisfatório saber que a autora soube juntar tudo e todos de forma completa e 'racional' sem colocar acontecimentos que não seriam utilizados futuramente.
    Nunca li nada dela e até não tinha muito interesse, mas ao ver que a autora cumpre o prometido me deixou curiosa!

    ResponderExcluir
  3. Olá! Eu também amo a escrita da Nora, ela arrasa com seus livros, são tantos que ainda não tive a oportunidade de ler essa trilogia, mas ela está na lista e depois de tantos pontos positivos, saltou algumas posições na minha listinha, Riley parece ser uma personagem muito Independiente e forte, e essa capa é muito linda mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Priscila!
    Nora é mesmo diva e uma das minhas autoras favoritas.
    Não li ainda nenhum dos livros dessa série, mas quero muito porque trouxe uma realidade que goste demais que é o mundo místico e ver que ela consegue concatenar tudo e ainda nos brindar com um romance, já quero.
    “Fé e esperança são as luzes que devem nos iluminar nesta época de reflexão. Boas festas!”
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DEZEMBRO - 7 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Priscila
    Ainda não li nada da autora, mas tenho acompanhado essa trilogia pelas resenhas.
    Adorei essa trilogia, as capas são uma mais linda que a outra e tem tudo que gosto: romance, mistério, seres como lobos entre outros.
    Espero poder ler em breve, beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Priscila!!
    Também sou suspeita em falar dos livros da Nora Roberts, pois amo tudo que essa autora escreve!! Estou bem curiosa para ler essa trilogia Os Guardiões. Acho que mais uma vez a autora soube dosar romance com o sobrenatural.
    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li a Nora, então resenhas como essa contribuem muito para que eu construa uma imagem prévia dela. Gostei da parte sobrenatural.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  8. Sou muito fã de Nora Roberts e de sua escrita. Acho essa trilogia muito legal, e acompanho todas as resenhas relacionadas a ela. Na minha opinião, Nora Roberts consegue ser perfeita em tudo que escreve, seja no romance ou no sobrenatural, ela sempre consegue fazer com que a história não se perca.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Priscila!
    Apesar de ter lido vários livros da Nora Roberts não li nenhum livro dela que pertencesse ao gênero romance sobrenatural, mas é um gênero que gosto bastante e tenho curiosidade em ver como Nora escreve sobre esse gênero...
    No momento não me recordo da trama dos dois primeiros livros da trilogia Os Guardiões, - vou ter que dá uma pesquisada - mas gostei da trama de Ilha de Vidro; amo mocinhas como a Riley - forte e independente e que não é melosa em excesso... Achei o romance de Riley e Doyle meio estranho também, uma relação que vai do gelo ao fogo em poucos segundos é algo frustrante, mas arriscarei a leitura sim.
    Valeu pela dica! Abraços.

    ResponderExcluir
  10. O que eu gosto dos livros da nora Roberts é que ela faz uma pesquisa minuciosa na hora de escrever e elaborar o livro Como por exemplo nesse livro ela não fez o que muitos autores de fantasia fazem que é jogar informação demais sobre determinado tema como esse é um livro com muitos seres fictícios e Sobrenaturais não ficou aquela coisa de ter informação demais já que isso foi muito bem trabalhado por ela

    ResponderExcluir
  11. Li só um livro da Nora, mas não curti muito.
    Fiquei interessada por esse, pois adoro tudo que é fantástico/sobrenatural, e esse parece bem desenvolvido e cativante.
    A capa é bem instigante.
    bjs

    ResponderExcluir