Cassandra Clare e o seu Mundo das Sombras #EspecialMundodasSombras



Cassandra Clare é provavelmente uma das maiores autoras da atualidade. O universo das sombras criado por ela é simplesmente incrível e toda a sua mitologia é indiscutível. Desde 2007, quando o primeiro livro foi lançado, já foram dezenas de publicações, entre a série principal, duas trilogias já finalizadas, mais três trilogias em andamento, três livros de contos, uma filme e uma série. Hoje, vamos falar um pouco sobre suas publicações feitas e as futuras envolvendo seu mundo mágico.

Sempre fui aficionado pelo gênero fantasia. Meu filme preferido na infância era Hércules da Disney, o que me fez amar Mitologia Grega (inclusive, tenho até curso na área e pretendo fazer uma especialização sobre). Alguns anos depois o amor por Harry Potter, que tenho tatuado no braço, que me fez ver um mundo tão fantástico que até hoje meus olhos brilham em ver. Depois veio Percy Jackson, com seus personagens cativantes e que faz todo mundo querer ser um semideus, mesmo isso significando você morrer antes dos 30 anos. E mais recentemente, Os Instrumentos Mortais.

O que todos esses mundos têm em comum? Todos eles acontecem ao mesmo tempo com o mundo comum, fazendo com que hipóteses sobre a realidade sejam levantadas sobre. J.K. Rowling elevou isso a outro patamar, pois, no site Pottermore, a autora lançou um conto sobre o futuro da personagem Rita Skeeter, dizendo que a mesma, após o final da Batalha de Hogwarts, fugiu para o mundo trouxa e ficou famosa publicando livros com a história do menino que sobreviveu.

Além disso, é uma riqueza imensa de detalhes. São tantos personagens, seres, lugares, aventuras que você quer viver aquilo. Nossa vida não se resume apenas aos nossos familiares mais próximos, amigos e professores. Há pessoas que nem sequer imaginamos que algum dia fará a diferença e ela existia antes de você conhecê-la. E é justamente isso que me faz amar J.K. Rowling, Rick Riordan e Cassandra Clare, eles não criam algo ao acaso, sempre há uma referência por trás.

Gostaria até de ressaltar que Rick Riordan usou o nome de um dos personagens principais de Cassandra, Magnus, como protagonista de uma série sobre Mitologia Nórdica. Ah, Kevyn, como saber se ele realmente pegou o nome por causa do Magnus Bane? Simples, na dedicatória do livro A Espada de Verão, primeiro da coleção Magnus Chase e os Deuses de Asgard, Rick escreve:
"Para Cassandra Clare. Obrigado por me deixar compartilha o excelente nome Magnus."
Cassandra Clare consegue fazer a junção de personagens de uma série pra outra de forma inacreditável, nos fazendo perceber que podemos ser protagonistas da nossa própria história. E que não precisamos viver a mesmas aventuras ao mesmo tempo.

A autora costuma inserir os protagonistas das suas próximas séries antes de uma acabar. Por exemplo, ela introduz a protagonista da série Os Artifícios das Trevas no último livro de Os Instrumentos Mortais, Cidade do Fogo Celestial, e antes disso é apresentado a família Backtorn, que terá um deles como co-protagonista e alguns deles serão protagonistas em uma série futura.

Como são tantos livros, vamos separar por séries para ficar mais fácil.

OS INSTRUMENTOS MORTAIS


A série Os Instrumentos Mortais foi o que deu início ao que hoje conhecemos como Crônicas dos Caçadores de Sombras, ou seja, todo o universo compartilhado de Cassandra Clare. Há um total de 6 livros, Cidade dos Ossos, Cidade das Cinzas, Cidade de Vidro, Cidade dos Anjos Caídos, Cidade das Almas Perdidas e Cidade do Fogo Celestial. Dentro desses livros podemos encontrar duas sagas, a primeira com os três primeiros livros e a segunda com os três últimos.

Aqui nós somos ambientados com todo o universo do mundo das sombras. Conhecemos termos, criaturas, como funciona a política por trás desse mundo e os ambientes utilizados por eles.

(COPIANDO DO POST DE ONTEM) Temos como protagonista Clare Fray/Fairchild/Morgenstern (vai depender de qual livro você está), uma jovem comum de 16 anos que no dia do seu aniversário descobre que sua mãe escondeu um segredo por toda sua vida e que ela na verdade é uma caçadora de sombras, humanos que pertencem a uma raça descendente de Jonathan Christopher, um humano que bebeu do Cálice Mortal com o sangue do anjo Raziel e se tornou um nephilim, filho do anjo.

Para ajudar Clare em suas missões temos vários companheiros, o primeiro é Jace Wayland/Morgenstern/Lightwood/Herondale (também vai depender do livro que você está), o par romântico de Clare e quem cruza de diversos modos sua vida, Simon Lewis, o melhor amigo de Clare, Isabelle (Izzy) Lightwood, irmã de adoção de Jace, Alexander (Alec) Lightwood, irmão de adoção de Jace, Magnus Bane, o Alto Feiticeiro do Brooklyn e Luke Graymark.

A primeira saga temos uma Clare confusa tentando encontrar a mãe e ajudando no que é possível a capturar seu pai que é o grande vilão da história, em sua tentativa de matar todos aqueles com sangue demoníaco. Já na segunda saga, Clare não se livra da família e agora precisa capturar o irmão que deseja instaurar um ditadura demoníaca, onde shadowhunters são controlados por demônios.

AS PEÇAS INFERNAIS


A série As Peças Infernais se passa em uma Londres Vitoriana e é uma trilogia, sendo os livros Anjo Mecânico, Príncipe Mecânico e Princesa Mecânica. Esses três livros foram sendo lançados intercalando com os três últimos da série Os Instrumentos Mortais. Isso acontece, pois, fatos que aconteceram no passado terão reflexo no futuro e por isso, precisavam ser explicados. Inclusive, dois dos protagonistas da trilogia são fundamentais para o desenvolvimento da primeira.

Aqui temos como peça fundamental Tessa Gray, uma jovem garota que está órfã. Ela vai até Londres em busca do irmão, Natanael. Em meio a tudo isso, Tessa se junta a shadowhunters afim de encontrar o irmão, mas acaba descobrindo que também tem poderes, entretanto não consegue se encaixar em nenhuma definição de ser mágico conhecido.

Além disso, Tessa, Will Herondale e Jem Carstars terá de lidar com máquinas demoníacas criadas para matar shadowhunter.

Alguns personagens imortais também aparecem aqui, mesmo se passando décadas antes. Como é o caso de Magnus Bane, que tem uma grande importância para essa história também, incluindo o futuro de todos os três personagens. (No post de ontem falei sobre os olhos azuis e cabelos pretos que Alec deveria ter para condizer com as características físicas que atraem Magnus em um homem, e isso também é apresentado aqui, tendo em vista que ele se apaixona por Will Herondale justamente por causa dessas características).

OS ARTIFÍCIOS DAS TREVAS


Infelizmente, Os Artifícios das Trevas ainda não foi finalizada no Brasil, com o lançamento programado para o próximo mês (o livro já está em pré-venda em praticamente todos os sites, já comprei o meu). A série se passa exatamente três anos após os acontecimentos de Os Instrumentos Mortais e também é uma trilogia, contando com os livros Dama da Meia-Noite, Senhor das Sombras e Rainha do Ar e da Escuridão.

Assim, nós acompanhamos Emma Carstars e Julian Blacktorn, na tentativa de descobrir o que realmente causou a morte a morte dos pais da garota. Isso, pois, os pais dela morreram durante o período da Guerra Maligna, acontecimentos da segunda saga de Os Instrumentos Mortais, entretanto, nenhum dos dois acreditam que esse tenha sido o real motivo e começam a investigar sobre o que ou quem os matou.

THE ELDEST CURSES (AS PRIMEIRAS MALDIÇÕES) –
 A SER LANÇADA


The Eldest Curses é uma nova série que começará a ser lançada em língua inglesa em abril desse anos. Ela também será uma trilogia e com os livros The Red Scrolls of Magic (Os Pergaminhos Vermelhos da Magia, tradução livre), The Lost Book of the White (O Livro Perdido do Branco, tradução livre) e The Black Volume of the Dead (O Volume Negro dos Mortos, tradução livre).

Pelas informações que temos, a trilogia começará com a viajem de Alec e Magnus pela Europa durante os acontecimentos iniciais de Cidade dos Anjos Caídos e nos dará mais informações sobre o casal.

THE LAST HOURS (AS ÚLTIMAS HORAS) – 
A SER LANÇADA


The Last Hours será lançada em inglês em novembro desse ano, dando origem a mais uma trilogia. Chain of Gold (Corrente de Ouro, tradução livre), Chain of Iron (Corrente de Ferro, tradução livre) e Chain of Thorns (Corrente de Espinho, tradução livre) são os nomes oficiais publicados até agora.

Sem muitas informações, os livros contarão a história dos filhos dos protagonistas de As Peças Infernais em uma nova aventura diferente da dos pais.

THE WICKED POWER (OS PODERES PERVERSOS) – 
A SER LANÇADA

Para finalizar as Crônicas dos Caçadores de Sombras, será lançado, provavelmente, em 2021, The Wicked Powers (Os Poderes Perversos). Ele é um projeto sem muitas informações, também, mas pelo que se sabe até agora se passará três anos após os acontecimentos de Os Artifícios das Trevas e contará com Ty e Dru Blacktorn e Kit Herondale como personagens principais.

CONTOS   
   
Se tem uma coisa que Cassandra Clare também gosta de escrever são contos. Já forma publicados dois livros e um está em processo de finalização para publicação da versão física. Quase todos eles em co-autoria com outros autores.

A maioria dos livros de contos seguem o mesmo padrão de publicação. Primeiramente Cassandra publica o conto para venda na versão digital, logo que tenha um número consideráveis de contos sobre o mesmo tema, ela os reúne e lança a versão física dos mesmo.

O primeiro livro de contos lançado foi As Crônicas de Bane, que conta algumas aventuras de Magnus Bane durante toda sua imensa vida.


O segundo foi Contos da Academia de Caçadores de Sombras (SPOILER) que nos mostra o treinamento de Simon depois dos acontecimentos de Cidade do Fogo Celestial para se tornar um caçador de sombras, mesmo sendo um mundano.



O próximo livro de contos será lançado em junho desse ano na versão em inglês e se chamará Fantasmas do Mercado das Sombras. Todos os contos já foram publicados na versão digital.



ACOMPANHAMENTOS

Além dos livros de história, Cassandra também lançou dois livros de apoio, o Códex dos Caçadores de Sombras e Uma História de Notáveis Caçadores de Sombras e Seres do Submundo Contada na Linguagem das Flores.

O primeiro é basicamente um guia para estudo dos caçadores de sombras, com especificações dos seres do submundo, feitiços, runas etc.


Já o segundo traz uma coletânea de imagens e explicações sobre os personagens das séries das Crônicas dos Caçadores de Sombras.




Depois de todos esses livros, não podemos dizer que Cassandra Clare não desenvolve, porque temos história até demais. Por isso, venda seu rim e já compre logo todos os livros de uma vez, sua leitura está atrasada com tantos livros.

E antes de mais nada, gostaria de agradecer ao portal Idris Brasil, vocês foram de fundamental ajuda para que esse texto fosse escrito.

5 comentários:

  1. É muito livro e muita história mesmo. Amo demais. Quando peguei aquele primeiro de instrumentos nem botei tanta fé que iria gostar tanto assim mas fui lendo os outros e cada vez fiquei mais apaixonada por esse mundo. Os personagens e os problemas tão reais misturados com fantasia, o mundo fácil de reconhecer, mesmo com outro por trás... É muito legal. Melhor trilogia essa de peças também, meu Deus, esses livros! E a nova dela estou só o desespero pra ver o que vai acontecer porque o trem tá feio pro lado dos caçadores viu. Ansiosa pelos livros com o Magnus também, e ah aquele detalhe do outro autor ter pegado esse nome pra série dele foi tão legal na época. Achei muito interessante isso e me lembrou que acabei nao conseguindo ler xD

    ResponderExcluir
  2. Oi, Kevyn!
    Adoro um bom livro de fantasia e sou apaixonada pelo universo que a Cassandra Clare criou, mas não sabia que vai ter tantas história assim, acho que vou ter que vender um rim mesmo pois cada história parece ser melhor do que a outra!! E simplesmente amei saber tantas novidades e lançamentos sobre trilogias da Cassandra Clare.
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Os Instrumentos Mortais foi a minha primeira e única série de fantasia. Na época do lançamento, Cidade dos Ossos fez um grande alvoroço e senti quase uma obrigação em comprar o primeiro livro pra ver como era... Amei! A minha queridinha é As Peças Infernais e aquele triângulo amoroso e olha que sempre odiei isso em qualquer história.

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eita que essa mulher gosta de escrever livros hein, também gosto muito de fantasia, mas (ainda) não li nenhum de seus livros, eu gosto ad forma como ela relaciona todas as suas histórias, tornando praticamente obrigatório a leitura de todos os livros.

    ResponderExcluir
  5. Que post mais completo, foi ótimo ler mais sobre a série!
    Faz anooooos que tento ler, mas nunca passo dos primeiros capítulos do primeiro livro kkkk
    As peças infernais um amigo leu e adorou, agora ele quer comprar os outros, tô pensando em começar por essa série então, já que ele curtiu tanto.
    bjs

    ResponderExcluir