O Juiz - Katherine Laccom't - Secret Garden #1



Mais um livro nacional que eu li pelo Kindle Unlimited, eu já havia lido outros livros da autora pelo KU, inclusive tem já algumas outras resenhas prontas, quando uma amiga me mandou a sinopse desse livro e disse que queria saber se era bom, eu como boa amiga que sou me submeti a ser cobaia.


Eu não iniciei essa leitura com muitas expectativas, mas me surpreendi bastante, alguns pontos do livro me deixaram com pé atrás e outros me agradaram bastante.

Madison é uma mulher que cresceu reprimida pela religião, ela foi criada para ser a perfeita esposa submissa ao marido como manda a bíblia, até que ela pega seu prometido na cama com a prima. A partir daí ela cansa e muda completamente, passa a denunciar a hipocrisia com que vive e logo é rejeitada pela família, assim ela sai da cidade pequena e chega a Nova York onde começa a trabalhar no Secret Garden como barwoman e a viver a vida sem amarras. Noah é um dos donos do clube e um renomado juiz, ele é certinho demais e um homem sério que preza por lealdade em seus compromissos, ele mora com a namorada e a irmã. Até que sua irmã que também é toda certinha chega em casa bêbada acompanhada por uma certa mulher desbocada que trabalha em seu clube.

Um ponto que me chamou bastante atenção nessa narrativa é que Noah é bem machista e se envolve com a maior das feministas, Madison. Eu adorei o fato dela não se curvar as vontades dele, muito pelo contrário ela se impõe e não deixa que ele a controle. Os diálogos entre os dois são muito bom construídos.

Agora alguns pontos me deixaram incomodada: há traição, o mocinho se pega com outras pessoas que não a protagonista. Não é algo aleatório e se encaixa bem na história, mas mesmo assim me incomodou.

Noah é aquele protagonista que você ama e odeia, ele toma umas decisões que você fica querendo dar um tiro na cara dele, não dá para entender por exemplo por que ele mantem um namoro fracassado mesmo vendo que sente uma atração incontrolável por Madison. 

O livro é bem hot então tem muiiitaaaass cenas de sexo, a autora pesou um pouco a mão nisso e confesso que pulei algumas cenas por achar demais e que não acrescentavam nada a história, assim como pulei as cenas em que ele estava com outras gratuitamente.

Eu gosto dessa capa, esse modelo é bem bonito, a diagramação está ok não achei erros de revisão. Enfim, mais uma autora nacional que eu me arrisquei a ler, recomendo para quem curte um bom hot.



 Editora: Amazon Kindle
Páginas: 343
Disponível no Kindle Unlimited: https://amzn.to/2t0D74t

Sinopse A série Secret Garden contará a trajetória de um grupo de amigos que convivem juntos desde a adolescência. Para alguns, será a descoberta do amor. Para outros, será a redescoberta e o recomeço. O livro um, O JUIZ, é um romance erótico que com muito humor narra a história de um renomado juiz que tem sua vida virada do avesso depois de encontrar a conselheira das mulheres desesperadas. Um juiz bem-sucedido e com um relacionamento sério, é assim que se resume, Noah Lancaster. Apesar de tudo estar perfeito, algo falta em sua vida. Mesmo com a bela namorada e os amigos leais, seus dias têm sido monótonos. Até a noite que se depara com Madison Harver. Uma mulher fora do comum, atrevida e extremamente desafiadora, que o excita em todas as esferas possíveis. Ele fará de tudo para tê-la em sua cama. Madison tem outros planos para a sua vida. Após uma desilusão amorosa, ela vai para Nova York a procura de novas aventuras. E trabalhar no Secret Garden, o clube privado mais sofisticado da cidade, dá a ela a oportunidade de descobertas e redescobertas. Para ela, todos os homens são feitos para o prazer, o dela principalmente. Não passam de meros objetos sexuais para seu usufruto. Até conhecer Noah... Cada encontro desse casal é explosivo, surpreendendo ambos. Noah se vê perdido e Madison em apuros. Para ele, a ruiva pode desestruturar seu mundo, estrategicamente organizado. Para ela, homens não são confiáveis, nem mesmo o ilustre juiz. O júri já foi convocado e a sentença será dada. Será que ambos vão se entregar a paixão? Ou lutar contra ela? Venha descobrir o veredicto final.

8 comentários:

  1. Não vou dizer que essa trama parece la meu estilo, mas tem mas umas coisas que chamam atenção. Esse ponto do machista e feminista foi bem legal. Ver a garota não ceder, nao se curvar fácil é uma coisa legal. Mas isso de traição, cenas hot demais e mocinho irritante...humm, não anima viu. Parece uma leitura de extremos. Gostar de umas coisas e odiar outras.

    ResponderExcluir
  2. Oi Pri,
    O final da sua resenha me define kkkkk Adorei a capa também, preciso nem contar o motivo né kkk
    Sobre a história, bem, esse negócio de estar em um relacionamento, sentir atração por outra pessoa, traição, sexo fora do normal, me incomoda, não curti.
    Gostei do rumo que a história leva, como Madison conseguiu se libertar da hipocrisia em que vivia e tudo mais, mas o relacionamento deles, a não ser que seja aberto, não me convence.
    Enfim, não é para mim!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Definitivamente um livro que não leria. Só pela resenha a obra me incomodou horrores, é dificil de engolir uma garota que viveu sendo subordinada a uma religião e, de repente, se rebela e se liberta de todas as amarras volte a se prender em outra coisa, tudo bem que ela não se deixa levar pelos comentários do Noah, mas só de se envolver e dar corda pra um cara desses, sinceramente... Nossa, me estressei muito só de imaginar o decorrer da narrativa, prefiro não dar uma chance ao livro.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Priscila!!
    Esse com certeza não é o tipo de leitura que chama minha atenção. A capa é bem bacana mais o conteúdo não é para mim. Principalmente por causa das atitudes que o mocinho toma na história. Enfim, passo definitivamente essa leitura com um mocinho machista.
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Olá! Já li o livro e gostei bastante, claro que em algumas partes a vontade que eu tinha era de dar um soco na cara do Noah e suas atitudes machistas e sem sentido (mas depois passou), Madison também não facilitou para o nosso juiz, acho que o livro cumpre bem sua proposta, uma história de recomeços bem caliente (risos). E temos também um gostinho do que virá por aí com os outros personagens, recomendo ler a série toda.

    ResponderExcluir
  6. Oi Pri.
    Esse não é meu tipo preferido de leitura, então não me chamou atenção. Gostei da personagem ser feminista e imprimir seu ponto de vista, mas por não curtir muito hot, eu acho que não iria gostar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. O livro chama a atenção. Eu gostei muito de saber que são opostos e que ela não se curva as vontades e desmandos dele. Não tá nem aí pra quem ele é. de novo, o excesso de cenas de sexo vira algo chato.

    ResponderExcluir
  8. Que livro pesado.
    Mas trata assuntos importantes, e fiquei muito curiosa pra ler.
    Apesar de que livros com bastante traições sempre me deixam MUITO irritada! rs
    bjs e boas leituras em março!

    ResponderExcluir