Vergonha - Brittainny C. Cherry



Vergonha é um dos últimos lançamentos da autora Brittainny C. Cherry no Brasil, foi uma leitura sensível e prazerosa como me parecem ser todos os livros dessa autora.



Grace Harris acabou de se separar do marido e após descobrir uma traição ela volta para a cidadezinha onde os dois moravam quando ainda eram jovens. Filha do pastor da cidade, ela sempre foi a filha perfeita e se esforçava para ser a esposa perfeita como fora ordenado por seus pais. Quando descobre que seu marido a estava traindo com sua melhor amiga e que eles terão o que ela nunca pode ter o mundo de Grace desaba e ela só encontra conforto na única pessoa da cidade de quem todos se afastam: Jackson Emery. O rapaz vem de uma família destruída por uma traição, sua mãe foi embora e seu pai afundou na bebida, depois de sofrer por anos com o desprezo das pessoas na cidade Jackson se aproxima da única pessoa que ele não poderia: a filha do reverendo. Eles vão encontrar o amor em meio a tanta escuridão?

Brittainny C. Cherry nunca decepciona, dessa vez ela traz um romance repleto de sensibilidade e com uma temática importantíssima: como a religião coloca a mulher em uma posição de subserviência e anulação. 

Grace é uma personagem cheia de camadas, ela cresceu em um lar onde ser menos que cordial e perfeita não era aceitável. Depois de um casamento no qual ela era desrespeitada por um cara que a traiu diversas vezes, culminando com uma traição com sua melhor amiga, ela dá um basta. E finalmente descobre que precisa se descobrir, como ser uma mulher independente, sem as pressões de ser esposa ou filha. Ser ela mesma. Essa jornada é bem bonita de se acompanhar, ela se descobre apaixonada por livros, por sorvete, descobre qual tipo de ovos gosta de comer e nessas pequenas coisas ela se apaixona.

Jackson sempre foi apaixonado por arte assim como sua mãe, mas a vida o ensinou a ser duro. Durante anos ele sofreu bullying por parte das pessoas da cidade, até que resolveu se tornar tudo aquilo que diziam dele. Porém, no fundo Jackson é um homem leal e apaixonado, que também se perdeu por ter que cuidar do pai alcoólatra. 

O romance entre os dois acontece de uma forma muito bonita, eles realmente dão conforto um ao outro e se descobrem no processo, além de cenas hot  que a gente ama que são um bônus. Preciso dizer que eu amei também a forma como a autora fez com que eles se descobrissem também individualmente e não só como casal.

Essa capa é igual a capa americana, acho ela bem bonita, mas tem que ler com capinha. A diagramação está ótima e encanta com pequenos detalhes. Enfim, recomendo demais essa leitura.



Editora: Record
Páginas: 420
Onde Comprar: https://amzn.to/2JTV0gJ
Sinopse: Um amor inesperado que surge de forma inusitada e arrebata a vida de Grace Harris. Grace Harris está perdida e sozinha em sua casa em Atlanta depois que o homem que ela pensou que ficaria a seu lado pelo resto da vida traiu sua confiança, partiu seu coração e saiu de casa, deixando seu casamento em suspenso. Grace resolve, então, passar o verão com a família em Chester, sua cidade natal, para respirar, dar um tempo de tudo. Sua vida está uma bagunça e o que ela precisa no momento é de um pouco de gentileza e compaixão. Por incrível que pareça, Grace encontra isso na pessoa mais improvável de todas: Jackson Emery, a ovelha negra da cidade. Conhecido como a erva daninha de Chester, ele é sinônimo de encrenca, e não faz nada para mudar essa imagem. Tendo perdido na infncia o que havia de mais valioso na vida, Jackson se tornou um homem amargurado e não dá a mínima para o que pensam dele. Os caminhos de Grace e Jackson acabam se cruzando de um jeito inusitado e a tristeza profunda que carregam atrai os dois como ímã. Ambos sabem que não foram feitos um para o outro, mas, como tudo vai acabar mesmo com o fim do verão, resolvem deixar rolar e se entregar a uma diversão passageira. Porém, o que Grace não imaginava é que seu coração, já destroçado, seria obrigado a aprender que certos relacionamentos são capazes de causar dores muito profundas, e que é sempre preciso fazer uma escolha.

8 comentários:

  1. Só pela coisa da religião já me chamou atenção. Achei triste demais a história dela. Isso da pressão de ser filha perfeita e depois aturar um relacionamento desses é de acabar com qualquer mulher. A força necessária pra se reerguer, sair desse padrão e se descobrir, as coisas que ela vai ter que lutar, são detalhes fortes pra história e gostei disso. A autora é boa em causar empatia na gente e não parece diferente com essa história. Quero ler.

    ResponderExcluir
  2. Que capa incrível!!!Sou apaixonada nas letras da autora, mas parece que desta vez, ela criou não só um cenário único, mas também personagens com uma bagagem muito real e oh, tema forte!!!
    A religião sempre teve isso de deixar a mulher meio que na submissão, infelizmente. E é com tristeza que a gente sabe que isso é hoje em dia ainda.
    Por isso, adorei muito tudo que li acima. Pois misturar romance e esse se levantar depois de uma queda, tudo junto e misturado, deve com certeza, ter rendido uma história única.
    Vai para a lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi, Priscila
    Ainda não conheço a escrita a autora, porém tenho lido muitas resenhas de seus livros e tenho amado.
    Ela abordou um tema complicado que antigamente as mulheres eram criadas para serem boas esposas, mães e dona de casa perfeita. Ainda existe algumas mulheres assim, infelizmente.
    Mas gostei que ela nos trouxe Grace uma personagem forte, mudou sua vida, fez grandes descobertas e encontrou o amor.
    Quero muito ler, claro que vai para a pequena lista de desejos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Ah, estou desejando esse livro.
    Amei saber mais sobre o enredo, confesso que por ser algo da Britt eu nem leio a sinopse direito, ela não decepciona mesmo.
    Sinto que é uma apaixonante e emocionante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Priscila!
    Que capa é essa, Jesus!!!
    Sua fã da autora e já li alguns livros dela e fico feliz em saber que aqui, ela chegou em sua plenitude em termos de escrita amadurecida.
    Gosto muito quando os romances trazem dilemas familiares e superação, allém de protagonistas fortes e que tem aquela química fantástica.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

  6. Olá! Quase impossível não se apaixonar pelas histórias da Brittainny C. Cherry, só de ler a resenha já fiquei aqui emocionada, acho muito bacana que a Brittainny aborde temas sempre tão importantes, e a busca da mulher pela sua independência é, com certeza, um deles, para mim é assustador saber que ainda hoje, muitas mulheres se anulem, aceitem traições, seja em razão de sua religião, família ou criação.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Priscila!
    Nunca li nada da Brittainny C. Cherry mas tenho interesse em conhecer sua escrita, quem sabe futuramente eu finalmente consiga?!...
    Em relação a Vergonha, deve ser bem bacana acompanhar Grace e Jackson se descobrindo como casal e idividualmente - o primeiro foi o que mais me interessou, fazer o que, sou uma leitora apaixonada por romances rsrs...
    Nunca li um livro que abordasse a religião e como ela prega a subserviência da mulher, achei a temática do livro é bem interessante... Enfim, valeu pela dica, anotada!

    ResponderExcluir
  8. Oiee!
    Ainda não conheço os livros da Brittainny mas esse vou querer conferir.
    Gostei que o romance acontece de forma natural e o casal se apoia e se ajuda em todos os sentidos, livros com tema religião são bem complicados, porém achei legal e corajoso da parte da autora abordar isso, ainda mais mostrando o quanto a mulher as vezes se anula em prol da religião.
    A capa me incomodou, não que não tenha gostado, mas pra quem lê em transporte público, tipo eu, fico morrendo de vergonha, ter que usar capa por conta disso me incomoda. No mais, é um livro que quero ler.
    Bjokas!

    ResponderExcluir