Uma Loucura e Nada Mais - Mary Balogh - Clube dos Sobreviventes #03



Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Classificação:
Onde Comprar: https://amzn.to/32YxfIA

Sinopse: Depois de sobreviver às guerras napoleônicas, Sir Benedict Harper está lutando para seguir em frente e retomar as rédeas de sua vida. O que ele nunca imaginou era que essa esperança viesse na forma de uma bela mulher, que também já teve sua parcela de sofrimento.Após a morte do marido, Samantha McKay está à mercê dos sogros opressores, até que planeja uma fuga para o distante País de Gales para reivindicar uma casa que herdou. Como o cavalheiro que é, Ben insiste em acompanhá-la em sua jornada.Ben deseja Samantha tanto quanto ela o deseja, mas tenta ser prudente. Afinal, o que uma alma ferida pode oferecer a uma mulher? Já Samantha está disposta a ir aonde o destino a levar, a deixar para trás o convívio com a alta sociedade e até mesmo a propriedade que é sua por direito, por esse...



Uma Loucura e Nada mais é o terceiro volume da série O Clube dos Sobreviventes da autora Mary Bahlogh. Eu adoro essa autora por ela trazer sempre protagonistas diferentes do habitual.

Sir Benedict Harper era um oficial do exército até ser ferido em batalha e quase perder suas duas pernas. Depois de anos lutando para voltar a andar minimamente ele finalmente se dá conta que não voltará para o exército. Diante dessa nova e assustadora realidade Bem resolve passar algum tempo com a irmã Beatrice. E é nesse lugar que ele encontra Samantha McKay, uma viúva de um oficial que cuidou do marido por anos e que ainda está em luto. Samantha está sob o julgo da cunhada e do sogro que são extremistas religiosos. Quando o sogro dela exige que ela vá morar em sua propriedade, Samantha lembra que possui um chalé herdado da tia-avó da mãe que fica no país de Gales. Ben, então resolve acompanhá-la na viagem. O que nenhum dos dois esperava era que essa jornada os aproximasse tanto.

O que eu mais adoro nas narrativas de Mary Balogh é que os protagonistas dela fogem completamente do padrão branco e perfeitinho da sociedade Londrina. Eles são imperfeitos, aleijados, mestiços e humanos como todos nós e isso faz com que o leitor se apaixone pouco a pouco por suas imperfeições e defeitos.

Samantha sempre só quis ser livre, ela foi infeliz no casamento com um marido frivolo e egoísta e teve de passar anos cuidando dele até que finalmente ele morresse. E mesmo depois disso teve que ser submetida a cunhada que era um nojo. Agora finalmente ela tem a oportunidade de construir uma vida tranquila em um lugar remoto no país de Gales e tudo que ela sempre quis está ao alcance de suas mãos.

Ben, por sua vez, ficou limitado por seus ferimentos e me parece que isso o incapacitou mais que fisicamente. Nessa jornada ele vai se libertando de todas as duas amarras até encontrar um novo motivo para viver e um novo propósito.

O livro possui algumas cenas hot, mas não é nada muito gráfico sendo assim recomendo para quem não curte muito hot.

Essa capa é muito linda, apesar de simples. Como sempre a editora tem uma qualidade muito boa de diagramação e edição. Enfim, mais um romance de época indicado aqui no blog para vocês.

13 comentários:

  1. Priscila!
    Bom ver que tem trechos hots e que a diagramação é bem feita.
    Não cheguei a ler nenhum livro da série, mas gosto muito da autora.
    Ver que esse exemplar traz grande aprendizado para o leitor e amadurecimento das personagens, traz aquela sensação de um livro bem envolvente, ainda mais por ter diálogos interessantes.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Você escreveu tudo sobre as letras da autora! Mary sempre traz personagens humanos e isso sim é o grande diferencial em suas histórias.
    Sejam marcados pela guerra, com um passado traumático ou sejam apenas pessoas tentando curar um coração machucado.
    Ainda não li nenhum dos livros dessa série,mas claro que já venho acompanhando desde o início e não vejo a hora de iniciar as leituras!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  3. Também gosto disso de fugir daquele padrão perfeitinho, ver pessoas gente como a gente anima né. Os dois tem uma história de lutas, de coisas ruins acontecendo e superar tudo isso e ser feliz é uma benção e um sonho que a gente espera para os dois. Imagino que valha a torcida. Gostei das coisas que vi dessa série e também de não ter muito hot, tudo na medida certa. Mais um dela que gostaria ler.

    ResponderExcluir
  4. Lembro que torci tanto o nariz para o 1° livro dessa série; foi um pré-julgamento gigantesco.
    Mas sinto que as continuações foram melhorando, e a cada resenha a minha vontade aumenta.
    A ideia de um clube dos sobreviventes me chama atenção, e também gosto quando traz personagens fora do habitual.
    Espero ler essa série em algum momento.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá! Mais um livro dessa série maravilhosa que me emocionou bastante, no entanto, senti uma falta de química entre Ben e Samantha, nada que comprometesse a leitura, mas que, de fato, me fez suspirar um pouco menos, o fato dos protagonistas da Mary terem tantas imperfeições, é muito bacana, acho que nos fazem amá-los ainda mais e torna a história ainda mais emocionante.

    ResponderExcluir
  6. Sou até suspeita para falar dessa série, que eu adoro, a escrita da Mary realmente é maravilhosa e a construção de seus personagens dá gosto de ler, o único ponto que me incomoda nessa série são essas capas, elas não se conectam nada com as histórias, acho que poderiam ter usado as originais, ou pensado em algo mais bacana.

    ResponderExcluir
  7. Oiii ❤ Adorei a premissa desse livro! Ainda não li nada da Mary Balogh, apesar de já ter ouvido falar muito bem de Os Bedwyns, mas pretendo conhecer a escrita dela.
    Gostei de saber que ela não cria personagens perfeitos, que seus personagens são bem humanos, que fogem dos padrões e isso é algo que adoro em romances de época.
    Que horrível essa situação enfrentada por Samantha, ter que viver reclusa por culpa da cunhada e dos sogros.
    Adorei que Benedict e Samantha vão viajar juntos, espero que eles possam encontrar a felicidade juntos.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  8. Ouso dizer que romances de época é uma das minhas leituras preferidas.
    Achei interessante a proposta da autora de trazer personagens com imperfeições, bem diferente do que a maioria dos romances de época proporciona.
    Quero ter a oportunidade de conhecer a série e conhecer também o estilo de escrita da autora.

    ResponderExcluir
  9. Olá! ♡ Eu amooo romance de época, não sei como ainda não li nada da Mary Balogh, preciso mudar isso o mais rápido possível rsrs ♡
    Preciso conhecer essa série, sempre vejo as pessoas falando bem sobre ela, não vejo a hora de poder conferir cada uma das histórias que a compõe. Também gosto quando os autores criam personagens que fogem do padrão.
    Essa viagem que Ben e Samantha fazem promete, hein! Preciso conhecer essa história para ontem, adorei demais a premissa!
    Obrigada pela indicação! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  10. Oi, Priscila
    Ainda não tive a oportunidade de ler essa série, estou gostando de acompanhar suas resenhas.
    Uma diferencial da autora escrever essa série com pessoas muito reais, parecidas muito conosco e dar voz a sobreviventes de guerras e de pessoas que sofrem em seus relacionamentos não é fácil.
    Esse casal parece ser super fofo e ainda com cenas mais picantes, quero ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oim Priscila!!
    Gosto bastante de romances de época e a série O Clube dos Sobreviventes e uma das séries que ainda quero muito adquirir. E curto quando as autoras nos entrega personagens que foge dos convencionais.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Oi, Priscila
    Quero muito ler essa série e confesso que esse é o que mais me chamou a atenção.
    Pois o Ben e a Samantha parecem ser supersofridos, já meio que desacreditados da vida e juntos vão recomeçar e buscar a felicidade.
    Quero muito!
    bjs

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Já tinha visto o livro, li resenha de outros livros da serie. A premissa é incrível, fiquei bastante curiosa por ele, já que gosto muito de livros de época e que traz personagens feminina bastante diferente.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir