Minha Mãe É Uma Peça 3 - O Filme (2019) | Crítica



E mais um filme do Paulo Gustavo chega a telonas esta semana, dessa vez o terceiro da franquia Minha Mãe é uma Peça. Um filme que já havia sido “cancelado” pela Central Problematizadora de Cancelamento é lançado em meio a tantas críticas e discursos controversos. Mas será que a história de Dona Hermínia consegue ultrapassar a maldição do terceiro filme? Vale mesmo a pena assistir mais uma sequência de filmes do Paulo Gustavo? O humor continua mantendo o ritmo? Merece mesmo ser “cancelado”? Ou merece cancelar o cancelamento?

Para você que estava em Marte (fãs de Paulo Gustavo vão entender a referência), Minha Mãe é uma Peça é baseado na peça de mesmo nome que levou milhões de pessoas ao teatro durante seus vários anos de exibição. Nela, acompanhamos a vida de Dona Hermínia (Paulo Gustavo), uma mãe de três filhos, Garib (Bruno Bebianno), Marcelina (Mariana Xavier) e Juliano (Rodrigo Pandolfo), tendo que lidar com sua relação com o ex-marido e pai dos seus filhos, Carlos Alberto (Herson Capri) e com as irmãs, Iesa (Alexandra Richter) e Lúcia Helena (Patrícya Travassos).



No primeiro filme, descobrimos um pouco das relações de Dona Hermínia com todos ao seu arredor, funcionando como um filme cheio de episódios e flashbacks, passeando por situações que a maioria de nós já passou com a mãe. Já no segundo, a protagonista tenta lidar com a síndrome do ninho vazio, já que seus filhos resolveram sair de casa e tentar descobrir as próprias vidas.

Neste novo filme, serão muitas situações complicadas para lidar ao mesmo tempo: Marcelina está gravida de um hip que quer uma vida toda natural para a criança; Juliano está organizando seu casamento com seu primeiro namorado, e para completar, Hermínia não consegue se resolver com a sogra do filho; e Carlos Alberto que resolveu se mudar para mais perto da ex-esposa tentando uma reaproximação.



Apesar de mostrar o mesmo nível humorístico dos dois primeiros, Minha Mãe é uma Peça 3 tem um roteiro mais fixo e sem tantos flashback e situações sem contribuição para o desenvolvimento da história. Neste, o roteiro leva a um ponto final que é desenvolvido desde o início.

Com relação as atuações, não podemos deixar de lembrar da própria frase de Paulo Gustavo: “eu fico melhor de mulher!” Não há como não rir durante a maior parte do filme pelas falas e trejeitos empregados pelo ator, e claro, que algumas falas da personagem já viraram bordão, como “Cala a boca, Carlos Alberto!” Se tem uma coisa que não podemos reclamar é de que ele realmente compreende como fazer humor para várias idades.


Uma atriz que gostaria de chamar a atenção é Mariana Xavier (Marcelina), que ficou conhecida no Brasil todo como a Jennifer do clipe “O nome dela é Jennifer” do falecido Gabriel Diniz e que foi hit do carnaval desse ano. Mariana consegue trazer uma Marcelina muito mais madura e que se desprende completamente da personagem dos filmes anteriores, mas sem deixar a essência da personagem fugir.

Rodrigo Pandolfo também protagoniza uma das cenas mais emocionantes do filme, uma cena que foi o motivo inicial do “cancelamento” e hoje eu peço “vamos cancelar o cancelamento”, pois o ator deu seu nome na ao lado do ator Lucas Cordeiro (Tiago);



E vamos a explicação porque nem só de crítica cinematográfica e literária esse blog vive. Há alguns meses, ainda durante a gravação do longa, algumas imagens e vídeos vazaram e alguns expectadores acharam estranho a grande cena final do filme que é o casamento (quem for assistir descobre que não é essa a cena final) não ter nenhum beijo entre os noivos. A informação foi confirmada por alguns atores e isso gerou revolta na Central Problematizadora de Cancelamento.

O maior questionamento é o motivo de Paulo Gustavo, um homem gay assumido, casado e pai de dois meninos, não ter usado essa cena para mostrar de forma natural a relação entre pessoas do mesmo sexo. O ator apenas afirmou que não havia tal motivação para colocar um beijo nesta cena. Agora, após assistir o filme, compreendo a visão de PG, pois não temos um casamento em si, apenas a festa.

Por outro lado, Paulo Gustavo compensou em vários pontos a falta desse beijo. O discurso de Dona Hermínia sobre aceitação familiar e a importância desse ato para uma pessoa LGBTQIA+ é algo para se ficar calado, ouvir e apenas concorda com a cabeça, e me fez derramar algumas lágrimas, não posso mentir.



O próprio marido de Paulo Gustavo, Thales Bretas, aparece junto com os filhos, Romeu e Gael, em outra cena que mostra esse ponto. Além disso, Paulo aproveitou os momentos antes dos créditos finais para fazer agradecimentos a várias pessoas, uma delas Thales, e durante todos os créditos aparecem fotos do casal com os filhos e a família (pode ter sido um dos motivos do ator ter demorado tanto para postar fotos das crianças).

Então, mais uma vez, entro em contato com a Central Problematizadora de Cancelamento pedindo o cancelamento do cancelamento de Paulo Gustavo.

O filme estreia hoje, 26 de dezembro, em todo o Brasil. E como diria Dona Hermínia “Não gostou, faz melhor”.


13 comentários:

  1. Olá Kevyn!
    Essa franquia de filmes é o que temos de melhor na cinematografia do país, em se tratando de comédia. E fico feliz em saber que a terceira parte dessa história hilária continua divertindo.
    Paulo Gustavo é um excelente ator e incorpora sentimentos e situações que são inerentes à posição de mãe, aquela mãe que cuida, puxa orelha, faz deboche e, mais importante que tudo, ama os filhos incondicionalmente.
    Quanto ao cancelamento, eu confesso que fiquei sim com um pé atrás em relação ao pronunciamento do elenco acerca da falta da cena de beijo no casamento, mas agora, lendo a resenha, vejo que houve um equívoco e que toda aquela militância foi desnecessária.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Acredito que não tem como não se divertir ( e se identificar com algumas das situações vividas pelos personagens) em um filme da série da Minha mãe é uma peça, ele cumpre bem o papel de divertir e também nos fazer refletir sobre assuntos tão importantes, e que não fica apenas na causa LGBTQIA+, mas também em respeitar as diferenças do outro e como ter uma família (seja ela qual for) é importante.

    ResponderExcluir
  3. Olá Kevyn!
    Mal posso esperar para assistir esse filme nas telonas, aqui a família inteira está esperando por ele. Pelos acontecimentos do segundo filme achei crucial ter um terceiro e apesar de ficar com o pé atrás com as críticas que surgiram eu não perdi a vontade de vê-lo. É inegável que Paulo Gustavo é um dos melhores comediantes do cenário nacional e achei essa atitude de mostrar a própria família no filme uma forma de se aproximar do público.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Este filme chega e já causa esse burburinho! Estava lendo hoje mesmo de manhã sobre a não cena do beijo e também não entendi, já que penso que seria muito importante sim!!!
    Mas sei que vou adorar como adorei os dois filmes anteriores!
    Assim que chegar aqui em Lost, verei!!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  5. Kevyn!
    Carecemos de filmes que nos façam rir e ver o PG trazer um filme para lá de hilárioe ainda com os dramas que muitas famílias passam, é fenomenal.
    Acredito que a questão do cancelamento do beijo gay, foi uma opção. Para abordar o assunto, não se faz necessário o beijo (não que eu seja contra, de forma alguma), mas entendo perfeitamente o ponto de visto do PG e acho que ele ter mostrado sua família e abordado o tema sem preconceito durante o filme, foi o suficiente, não foi?
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Nem tava sabendo de tanta polêmica e coisa assim desse filme. Achei legal e queria ver porque já virou uma personagem que a gente adora ver xD
    Sempre bom pra rir e com aquelas situações e escândalos que a gente acha absurda e adora. Gosto da personagem e de toda essa loucura. Talvez esse traga um clima diferente dos outros pelo jeito como tudo vai avançando, mas parece legal e quero assistir. Entender tudo isso. Nem que seja pra matar a curiosidade.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Acredita que não vi nenhum filme dessa franquia? Isso AINDA, pois conheço muitos amigos que querem assistir ao terceiro e me levar para ver junto. Acho que o jeito é eu conferir os dois primeiros hahaha.

    ResponderExcluir
  8. Já quero assistir esse filme, mas sua opinião me deixou ainda mais empolgada.
    Eu acho que poderia ter parado no 1, mas já que não parou... a gente assiste, né?
    Dona Herminia é maravilhosa, e Paulo Gustavo arrasa nessa atuação.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Kevyn
    Complicado esse negócio de cancela e depois libera o filme.
    Adoro Paulo Gustavo como dona Hermínia, ele é um comediante e tanto que aliás fica maravilhoso, divo vestido de mulher.
    Quero muito poder assistir, dou muitas gargalhadas com essa família.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Kevyn!
    Estou doida para conferir esse filme, sempre achei que o Paulo Gustavo como Dona Hermínia espetacular e dar para ver que esse terceiro filme de Minha mãe é uma peça 3 está perfeito, bom espero muito em breve apreciar esse filme.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Não sou muito de assistir filmes brasileiros, mas essa franquia em especial gostei bastante. Ainda não assisti esse, mas pretendo assistir, e espero gostar bastante.

    ResponderExcluir
  12. Oiii ❤ Eu não costumo assistir muitos filmes nacionais, mas quando se trata de Minha mãe é uma peça, sou uma fã de carteirinha. Adoro a interpretação do Paulo Gustavo, ele é incrível! Sempre rio demais quando assisto, as piadas têm a mesma graça toda vez.
    Tenho ouvido falar muito bem sobre esse último filme, todo mundo tem falado que é muito engraçado e dona Herminia está divina como sempre.
    Estou curiosa para ver como a Dona Herminia lidará com essas novas situações.
    Não vejo a hora de ir assistir esse filme.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  13. Olá! ♡ Confesso que não assisto muito filmes brasileiros, algo que sei que preciso mudar, mas essa franquia em especial me conquistou. Eu ri demais com o primeiro filme, no entanto que já assisti várias vezes, é o tipo de filme que posso assistir milhares de vezes e a cada vez vou me divertir na mesma medida. Preciso assistir os outros dois o mais rápido possível! O Paulo Gustavo sem sombra de dúvidas é um humorista incrível, adimiro demais ele ♡
    Gosto que os filmes sejam extremamente divertidos, mas que também contém com cenas mais sérias que trabalham assuntos muito importantes. Certeza que vou me emocionar com o discurso da Dona Hermínia ♡
    Muitooo obrigada pela indicação, vou correr para ver ambos os filmes ♡
    Beijos!

    ResponderExcluir