On a Night Like This - Lindsey Kelk

 

Editora: Harper Collins US

Páginas: 384

Classificação: 


Sinopse: Poucos dias depois de desejar poder mudar sua vida, Fran Cooper está atuando como assistente de uma celebridade, em um iate no Mediterrâneo, a caminho de uma pequena ilha italiana e do reluzente Crystal Ball, junto com os ricos e famosos do mundo.


Quando ela – literalmente – esbarra em um belo americano chamado Evan, um homem capaz de manter a calma diante do caos, a magia realmente começa.


Evan faz uma promessa a ela: sem sobrenomes, sem histórias de vida, apenas uma noite inesquecível. No entanto, Evan pertence ao Crystal Ball e Fran é uma intrusa. Eles podem ser almas gêmeas, mas suas casas são um oceano de distância e suas vidas um mundo à parte. Eles nunca mais se encontrarão - a menos que, em uma noite como esta, tudo possa mudar para sempre...

The Hustler - Gina Azzi

Editora: Independente
Páginas: 220
Classificação: 

Sinopse: Theodore Edward Sims era para ser meu namorado quente de verão, um estranho com quem dormi no Havaí. Agora, ele é o novo companheiro de time de hóquei do meu meio-irmão.

Quando nos conhecemos, Theo era um surfista sexy em Maui, surfando nas ondas durante o dia e balançando meu mundo à noite. Depois de ser feita de boba pelo meu ex-noivo, Theo provou ser uma fonte de gratificação instantânea.

Ele era revigorantemente honesto, envolvente e incrivelmente charmoso. Theo me fortaleceu quando parecia que meu mundo estava desmoronando.

Acontece que ele é exatamente como meu ex. Um mentiroso.

Para evitar a fofoca do meu noivado fracassado, vou para Boston, onde sou forçada a cruzar o caminho com uma nova versão de Theo, também conhecido como Eddie Sims, ala direita do Boston Hawks. Aqui, ele não é o surfista atraente e bem relacionado, mas um jogador de hóquei determinado e raivoso com algo a provar. Principalmente para mim.

Exceto que eu o excluí. Uma vez mentiroso, sempre mentiroso.

Mas Theo não está recuando. Em vez disso, ele está lutando pelo meu perdão. Se eu lhe der outra chance, ele viverá de acordo com suas desculpas? Ou estou apenas mentindo para mim mesmo?

 

 

 Eu amo essa série e não poderia deixar de vir aqui indicar esse livro para vocês.


Eddie Sims é um jogador em todos os aspectos. Mulherengo conhecido dos tablóides, o jogador do Boston Hawks está no Havaí para o casamento do irmão. Sophie largou a faculdade para seguir o noivo para o Havaí para trabalhar no resort da família dele. O problema é que o noivo virou ex depois de ele descobrir que o pai dela tinha sido preso. O casamento daquela semana é o último evento antes dela voltar para morar com o irmão. E é quando Sophie conhece Theo, o irmão do noivo, um surfista sexy que abala sua estrutura em uma noite. O problema é que Theo é na verdade o jogador playboy Eddie Sims e é aí que Sophie percebe que caiu no papo de mais um mentiroso. Ao voltar para o continente para ficar com o irmão ela descobre que ele está indo morar em Boston, pois assinou um contrato como jogador do Boston Hawks. Sophie então vai ter que encarar Eddie, que parece só querer o perdão dela.


Como lidar com essa série? Sério se você ama romance de jogador precisa conhecer os Boston Hawks! Gina Azzi entrega nesse livro um homem que conheceu a mulher certa depois de ter construído uma fama de mulherengo.


Sophie é uma personagem com um coração enorme e que sofreu desde criança, ela teve câncer e seu paz fez o que pode para salvá-la. Agora anos depois ela se voluntaria em hospitais e penitenciárias para retribuir a comunidade o que lhe foi dado. Quando ela conheceu Theo pensou que finalmente tinha encontrado uma pessoa com quem poderia ser ela mesma, mas ele mentiu e ela pensou que poderia estar errada. Quando ele volta pedindo uma segunda chance, Sophie vê um lado daquele homem que nunca pensou ver.


Sims foi um personagem que sinceramente em outros livros eu achei bem mimado. E ele é. Porém, depois que ele fala sobre o que passou e sobre como a família é rica e como a primeira namorada se aproveitou disso, eu entendi. Não concordei, mas entendi. Logo, ele também se redime como Sophie e é bem bonito como ele se posiciona para pedir perdão. 


Enfim, esse livro é uma boa pedida para quem ama um bom romance.


Para fazer download de uma degustação desse livro clique aqui.



CRÍTICA | TURMA DA MÔNICA: LIÇÕES

 

Não há como negar que a Turma da Mônica fez parte da infância da maioria dos brasileiros, sendo responsável pelo desenvolvimento de leitura de muitas crianças e raivas nas provas de interpretações de texto dos adolescentes. Com uma nova geração, novos meios de passar as histórias das crianças do bairro do Limoeiro precisam ser construídos, é assim que temos a continuação do live action da grafic novel Turma da Mônica: Laços, agora Turma da Mônica: Lições. E o que a nossa turminha tem agora para nos apresentar?

 

Apesar de pertencer ao universo da Turma da Mônica, o livro que dá origem ao filme não segue o mesmo padrão de desenho e desenvolvimento de história que as tirinhas clássicas. Lições é escrito e desenhado pelos irmãos Vitor e Lu Cafaggi e é justamente nessa história que o filme vai se basear.

 

Em Turma da Mônica: Lições, vemos a turma tendo que lidar com as próprias consequências de seus atos após tentarem fugir da escola por não terem feito a tarefa de casa e Mônica (Giulia Benite) ter machucado o braço. Agora terão que conviver sem a amiga, que é levada para estudar em outra escola e proibida de ter contado com Cebolinha (Kevin Vechiatto), Cascão (Gabriel Moreira) e Magali (Laura Rauseo).

 



Diferente do primeiro filme, aqui não temos uma grande aventura a ser desbravada. O foco de Lições é desenvolver e amadurecer os personagens. A prova disso é que os conflitos internos dos personagens, como a força de Mônica, o problema de fala do Cebolinha, o medo de água do Cascão e a fome descontrolada de Magali, são colocados como ponto de partida para conseguir resolver todos os problemas.

 


Talvez, o filme não agrade tanto as crianças justamente por isso, pois, apesar de trazer as cores vibrantes que atraem o público infantil, a história é muito mais densa e madura que o primeiro filme e muito mais do que as tirinhas. Sem contar, que cenas de ação acontecem apenas em uma pequena parte do filme, com o roteiro priorizando muito mais o desenvolvimento pessoal e coletivo dos personagens.


Com isso, foi a chance que o elenco “mirim” teve de mostrar seus potenciais. Giulia Benite, desde Laços, já mostrava um grande talento, sendo realmente a Mônica que precisávamos ver, até as próteses dentárias usadas pela jovem funcionam muito bem. Gabriel Moreira e Laura Rauseo tiveram muito mais tempo de tela e não o que falar sobre como eles conseguem colocar suas almas nos personagens.




A surpresa vem justamente para Kevin Vechiatto. No primeiro filme, o ator não encontrou lá suas melhores interpretações, entregando até mesmo uma fala forçada com os erros fônicos típico do Cebolinha. Em Lições, isso já é completamente diferente. Vechiatto conseguiu achar o tom do personagem e fez de modo natural as trocas de R por L.

 

Vale lembrar que o filme também conta com a presença de atores já conhecidos do público como Monica Iozzi, interpretação a mãe de Mônica, Paulo Vilhena como Seu Cebola, Isabelle Drummond que ganhou um dos personagens mais icônicos dos quadrinhos, Tina e Malu Mader como a nova professora de Mônica.

 

Um outro ponto importante é que o elenco teve que crescer e muito, já que vários personagens que não foram apresentados no primeiro, aparecem agora, como Rolo, Franjinha, Do Contra, Dudu e Milena.

 


Turma da Mônica: Lições é aquele típico filme que traz aquele ar de nostalgia e nos faz revisitar nossas infâncias independente de quanto ela tenha acontecido. Um filme cheio de referências as obras de Mauricio de Sousa, contando com a presença do próprio e de sua filha Mônica Sousa. Além de deixar um gancho imenso para os próximos filme, com um dos melhores personagens dos quadrinhos.

 

Vale a pena rir e chorar com Lições e aprender que as vezes precisamos nos afastar para continuar unidos.

 


Turma da Mônica: Lições estreia hoje, 30 de dezembro, em todo o Brasil.


New Year Kiss With His Cinderella - Annie O'Neil - Nashville ER Book 01

 



Editora: Harlequin Books US

Páginas: 191

Classificação: 


Sinopse: De um beijo da meia-noite ...


… Para uma reunião na sala de emergência!


Quando o Dr. Carter compartilha um beijo de Ano Novo com uma estranha cativante, ele não espera um reencontro. Até que ele entra no pronto-socorro de Saint Dolores no dia seguinte ... e descobre que ela é sua nova colega! Estranho, sua atração ardente não foi embora! Mas, para Carter, a vida significa que ele simplesmente não pode criar raízes. No entanto, há algo sobre a enfermeira Avery e Nashville que está começando a parecer  um lar ...

All I Want for Christmas - Wendy Loggia

 

Editora: Underlined

Páginas: 240

Classificação: 


Sinopse: Bailey Briggs está contando os dias para o Natal: ela vive para a música natalina, assar biscoitos, ir em passeios de trenó na neve e usar suas orelhas de rena iluminadas para trabalhar na livraria de Winslow. Mas tudo o que ela realmente quer este ano é uma coisa que ela não tem: alguém especial para beijar sob o visco. E ela está 100 por cento certa de que esse alguém não é Jacob Marley - atleta, jogador e de gosto questionável para namoradas - e que Charlie, o misterioso estranho com sotaque britânico, é o protagonista romântico de seus sonhos. Ela está certa?Este será um dezembro inesquecível, cheio de magia de Natal da vida real. . . e, se ela permanecer na lista de pessoas boas do Papai Noel, um desejo que pode se tornar realidade.