A Corte de Luz - Richelle Mead - Corte de Luz #01

Editora: Planeta
Páginas: 400
Classificação: 

Sinopse: Elizabeth, condessa de Rothford, foi condenada a um casamento arranjado com um rico – e entediante – comerciante de cevada. Pra fugir desse destino, a garota assume a identidade de uma de suas criadas e foge em uma carruagem em direção à floresta de Adoria. Lá, Elizabeth, que agora atende por Adelaide, é acolhida na Corte de Luz, uma espécie de internato que capacita jovens de baixa renda e as transforma em verdadeiras damas da sociedade. A condessa disfarçada de serviçal sai-se muito bem nas atividades da escola e, em pouco tempo, chama a atenção de Cedric, o filho do dono do lugar. Uma poderosa atração nasce entre Cedric e a misteriosa Adelaide, colocando não só o disfarce da garota em risco, mas também um grande segredo que o rapaz procura esconder a todo custo.


A Corte de Luz é o primeiro livro da trilogia homônima da Richelle Mead, devo dizer que eu adoro essa autora,tenho muitos livros dela na estante, mas esse livro deixou um pouco a desejar.

Elizabeth é a condessa de Rothford, ela foi prometida a um nobre odioso com uma mãe terrível e teme pelo seu destino. Quando tem a oportunidade Lizzie se torna Ada e foge para se juntar a Corte de Luz, que nada mais é que uma espécie de agência casamenteira para os nobres da colônia. O único problema é a atração que acontece entre Ada e Cedric, o filho do dono da Corte.

Primeiro vamos deixar claro que eu sei que a maioria dos livros da Richelle começam meio mornos,mas esse livro em específico é muito chato. Ela não explica a sociedade direito, não explica se estamos em uma outra era, em um outro mundo,em um mundo pós apocalíptico, nada. Então temos que adivinhar se é fantasia ou não. Os personagens são todos fracos e sem a força que os protagonistas da autora sempre tem.

Ada é uma mocinha que não levanta empatia, ela é fraca, ela não sabe se levantar por si mesma e a problemática do livro inteiro me parece meio sem sentido. Vejam, ela ia se casar com um nobre do qual não gostava, daí ela foge e se junta a uma agência de casamentos para se casar com um comerciante rico. Sendo que essa opção já estava disponível para ela desde o começo, pois ela era uma condessa e poderia ter escolhido um comerciante rico desde o começo, mesmo que isso aborrecesse a avó dela.

Outro ponto que me deixou bem chateada é que até o final do livro, não temos notícias da avó dela, vejam bem no começo tudo que ela fazia era pela avó e aí do nada a avó simplesmente passa a não ter importância.

O mocinho também me pareceu muito fútil, ele segue uma religião proibida e ao longo do livro percebemos que essa religião é como as outras que existem nessa realidade: preconceituosa e excludente.

A parte boa é que as amigas de Ada que serão protagonistas dos próximos livros parecem ser mais interessantes,então eu estou um pouco animada e não abandonarei a série, mas se o próximo livro for no mesmo estilo desse achoque não prosseguirei para o terceiro.

Eu gosto da capa e da diagramação e provavelmente compraria o livro só por eles. Enfim, se alguém aí já leu me conta o que achou. 

10 comentários:

  1. Achei muito bonita a capa deste livro, ainda não li nada da autora Richelle Mead, mas quero ler a série Academia de Vampiros, uma pena que este livro deixou um pouco a desejar, mas espero que os demais livros da Série The Glittering Court sejam melhores, pois pretendo ler esta série.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei pq não gosto quando mostra o rosto das pessoas na capa.

      Excluir
  2. Hahaha que hilário! Ela foge pra não casar e vai para uma agência de casamentos. Me parece uma história muito contraditória.
    Não é uma leitura que eu faria, agora sabendo detalhes é uma leitura que eu tenho certeza que não faria. Gosto de explicações, e pelo visto isso está em falta na história.
    Não conheço os trabalhos da autora, além desse. Mas espero que os outros sejam melhores.
    A capa é muito bonita.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá Priscila!
    Também gostei muito da Capa, mas o enrede em si, não me chamou a atenção, como uma pessoa foge de um casamento , e vai logo para uma agência de casamento, estranho né, Ainda não li nenhum livro da Richelle Mead, e também não conhecia a Série The Glittering Court, mas gostaria de ler a Série, quem sabe os outros são melhores que esse!!

    ResponderExcluir
  4. Ainda não tinha visto esse livro, e sempre vejo falar muito bem da autora mesmo, fiquei super empolgada pra ler essa resenha, mas fiquei decepcionada assim como você e olha que nem li o livro. Agora não sei se é uma leitura que eu faria depois de ter lido sua resenha, antes eu leria com certeza, por ser da Michelle e pela capa, achei bem bonita, há e o titulo também , hahaha, só por ter Corte no nome já liguei a corte de espinhos e rosas, nada haver né hahahahaha

    ResponderExcluir
  5. Verdade que as tramas dela começam daquele jeito mais parado, mas gosto de como envolve a gente depois, deixa uma curiosidade pra ver onde vai dar e tal. Mas nossa, esse livro dela não me deu vontade de ler. Vi tanta coisa do tipo, que é fraco, que personagem não encanta e a história não evolui muito, tem furos e coisas assim....ah sei lá se leria. Não me animou muito não.

    ResponderExcluir
  6. Priscila!
    Estou aqui de boca aberta, sabia?
    Acostumada a ler os livros de vampiros da autora, ver que ela trouxe uma fantasia sim, mas misturada a um romance de época e com uma mitologia diferente, já me deixou encantada.
    Mas vendo que achou o livro chato e sem sentido a partir do momento que a avó não aparece mais no livro, quando tudo começou por causa dela, me deixou com um pé atrás...
    Desejo Um domingo fabuloso e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Chega de velhas desculpas e velhas atitudes! Que o ano novo traga vida nova, como o rio que sai lavando e levando tudo por onde passa.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Oi Priscila!
    Eu desisti de ler o livro porque li várias resenhas negativas sobre ele (na vdd quase todas que li), inclusive um dos pontos muito citados é de que o casal não tem nenhum pouco de química e foi pouco trabalhado. Confesso que esperava mais da autora.
    Vou esperar resenhas dos próximos livros para decidir se leio, espero que ela nos surpreenda, já que a história tem um enredo mto bom, espero que a autora feche todas as pontas soltas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Nunca li nada dessa autora, mas não gosto quando as personagens femininas são fracas e vão logo se apaixonando (rs).

    ResponderExcluir
  9. Correção: li academia de vampiros a muito tempo atrás (até esqueci), mas não terminei a série, perdeu a graça pra mim.

    ResponderExcluir