O Protetor 2 (2018) | Crítica

Um filme que até o silêncio fala

Denzel Washington já está com 63 anos, com rosto de 40, luta como um jovem de 20.  Em O Protetor 2 tudo isso é mostrado. Com o jeito sério e cara de bravo, Denzel volta ao papel de Robert McCall nos cinemas do Brasil a partir do dia 16 de agosto.


Caso não tenha assistido o primeiro, sugiro que corra para a Netflix e assista (lá está com o nome em inglês, The Equalizer), fale muito a pena, até para os que não curtem filmes de ação. A partir de agora pode ser um grande spoiler do final do primeiro.

Para quem já assistiu o primeiro e não lembra, vamos recordar algumas coisas: McCall é um ex-agente do FBI que tenta viver uma vida tranquila depois de tudo que passou, incluindo a morte da esposa; Robert resolve sair um pouco de sua vida quase perfeita (levando em consideração que ele é extremamente perfeccionista, chegando quase ao TOC) ao ter uma conhecida/amiga quase morta por uma gangue russa de prostituição, se tornando um justiceiro, com a missão de proteger aqueles que não conseguem ser protegidos.

Na sequência de O Protetor, McCall continua vivo e protegendo as pessoas. Ele é basicamente um super-herói, só que sem poderes ou armas especiais (inclusive tem o mesmo dublador do Super-Homem #SalveGuilhermeBriggs), a diferença é que ninguém sabe quem ele é e como consegue fazer isso. Entretanto, ainda que não tenha poderes, ele tem uma incrível habilidade, calcular todos os seus movimentos e os dos outros ao seu redor em uma luta e ainda coloca um tempo máximo para a ação. Agora como motorista de aplicativo, fica mais fácil para ele descobrir qual o seu próximo passo, além disso, assume o papel de pai, amigo e conselheiro na medida em que se precisa deles.




Dessa vez, Robert terá um desafio maior que o primeiro, alguém está matando os agentes de sua antiga organização. Ele terá se envolver mais uma vez com seu passado e encontrar quem está fazendo isso e a motivação por trás. Além disso, tem que contar com várias reviravoltas em suas investigações até o final.

É um filme cheio de pontos altos. O destaque fica para a trilha sonora do filme que está deslumbrando. Para um filme de ação/policial, não se espera tanto silêncio, fugindo do clichê de explosões, tiros para todos os lados e uma cidade que é toda afetada por uma simples briga de herói e vilão.

Outro ponto alto do filme são as atuações de Denzel Washington e Dave York, que, como sempre, está muito bem desenvolvida. Denzel nos leva à uma catarse de sentimento junto com seu personagem, nos fazendo sentir a dor emocional, o modo como ele protege os que ama e até a dor de perder a esperança.




Como nem tudo é um mar de rosas, há alguns pontos baixos. O filme tem mais de 2 horas de duração e em vários momentos o foco da narrativa principal se perde e pode chegar a ser cansativo para quem assiste, já que várias outras "sub-missões" acontecem enquanto a ação principal ocorre. (Devo acrescer que algumas dessas missões sejam melhor que a principal).

Outro ponto negativo é/são o(s) antagonista(s) da trama. O meio cinematográfico parece está com um grande problema para criar bons vilões e fazê-los adoráveis pelo público (quem não ama Lord Voldemort, Darth Vader e até o Coringa?!). O grande problema é o modo como o antagonista é apresentado, as suas motivações e o modo como ele haje. Tudo é muito raso, a motivação é excessivamente infantil, mas crianças conseguem resolver seus problemas melhor que esses caras. 




Devo assumir que não sou o maior fã desse tipo de filme, mas não tive como não me encantar com tudo que eu via na tela.

O Protetor 2 estreia dia 15 de agosto nos cinemas brasileiros. Não perca!!!



15 comentários:

  1. Oi, Kevyn,

    É sempre bom quando o segundo filme segue a mesma linha, o mesmo padrão do anterior - se elevando e qualificando no mesmo patamar. Assim, o espectador já sabe o que esperar. E, parece que foi o que aconteceu aqui, com elementos nivelados.

    Mas, enfim, não é um gênero do meu interesse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daiane,

      O filme segue fielmente o primeiro. Também não é o meu gênero favorito, mas acabei amando e se tornou o meu favorito do tipo.

      Excluir
  2. Como fã do Denzel e fã de filmes de ação, este tem sido um dos lançamentos mais aguardados por mim agora neste mês!!!
    Mas vou confessar que pelo tempo que o primeiro filme saiu, vou precisar rever e farei isso neste final de semana!rs
    Denzel não consegue envelhecer. É um p... ator e consegue tornar tudo que toca, maravilhoso!!!
    Verei com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi!

    Eu só queria saber onde fica a fonte da juventude dele! E super recomendo rever o primeiro!

    ResponderExcluir
  4. Não sou lá de ver muito filme assim mas até que parece estar bem legal. Gosto quando fazem coisas do gênero e que não se perde. Sabe, quando tem uma continuação que consegue ser boa como o primeiro, não perde a linha e cai nos clichês. Faz tempo que não assisto um filme assim e achei interessante essa ideia de um super herói do dia a dia, fora daquele negócio todo de fantasia e tal. É interessante, chamou minha atenção só por isso. Vou colocar esse primeiro na lista aqui, ao menos ele consigo ver né, pra ter uma ideia melhor.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Gosto bastante de filmes de ação, uma pena que mesmo com uma boa atuação do Denzel Washington, a trama apresente problemas com sua narrativa, é fundamental que a história possa prender o espectador, afinal são mais de duas horas de filme.

    ResponderExcluir
  6. Oi Kevyn!
    Confesso que não curto mto filmes do gênero, mas sempre assisto pra acompanhar o maridão que ama...Espero curtir o filme pois curto bastante o ator.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Eu adoro filmes de ação e ainda não conhecia este!
    Sou super fã do Denzel, acho ele um ator super completo.
    Vou anotar a dica e ver o primeiro na Netflix.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  8. Oiee!
    Denzel sempre arrasa, seja o filme que for, que ele é um ator incrível, isso ninguém pode negar.
    Amo filmes de ação, meu pai sempre assistia quando eu era mais nova, e peguei gosto pelo gênero. Mesmo tendo alguns problemas, vejo que O Protetor vale muito a pena, pretendo ver com toda certeza.
    Como não vi o primeiro, vou correndo na Netflix pra conferir.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Não sou tão fã dos filmes de Denzel Washington por favor não me critique mas realmente não tenho tanta afinidade com autor e também não me interessei por esse filme a sinopse dele me parecer um pouco repetitiva

    ResponderExcluir
  10. Olá, Kevyn
    Amo filmes de ação assisto a todos quando posso, fica um pouco difícil porque minha cidade não tem cinema.
    Mas claro que vou vou assistir de novo O Protetor 1 na netflix obrigada pela dica nem sabia que tinha, kkk.
    Claro que pelo trailer esse filme vale a pena, quero poder ver em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Qualquer filme com Denzel é ótimo, pode assistir sem receio. Procurei o primeiro pra assistir e não achei, nunca me passou pela cabeça procurá-lo pelo título original na Netflix... que baita sacanagem, hein, Netflix?! hahahahaha
    Enfim, pulei muita coisa da resenha pq o alerta de spoiler me deixou com medo e ainda preciso ver o anterior. Denzel é um puta ator, indico Um Ato de Coragem e Filadélfia.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Kevyn!!
    Gosto muito dos filmes com o Denzel Washington, e fiquei bem feliz quando vi o primeiro filme no catálogo da Netflix!! Agora só preciso de um tempinho para conferir essa história e quem sabe ir nos cinemas assistir o segundo também.
    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Kevyn!
    Amo o Denzel e gosto de tudo que ele faz.
    Como assisti o primeiro, quero poder assistir esse, mesmo com suas ressalvas.
    Valeu
    !
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  14. Adoro os filmes com o Denzel, ele é um dos meus autores prefes.
    Eu não vi nem O Protetor nem o primeiro ainda, mas quero.
    Apesar de que não curto tanto filmes desse gênero.
    Gosto mais dos fantásticos e de romances.
    bjssss

    ResponderExcluir