[Delírios Acadêmicos] Nova Gramática do Português Brasileiro - Ataliba T. de Castilho

Editora: Contexto
Páginas: 768
Classificação: 
Onde Comprar: https://amzn.to/2Y46Czu

Sinopse: A Nova gramática do português brasileiro, de Ataliba Castilho, não é "mais uma gramática", por vários e bons motivos: em vez de ser uma gramática da língua portuguesa, assume ser a gramática do português falado por quase 200 milhões de indivíduos no Brasil; é a obra da vida de um dos mais importantes linguistas que o país já produziu, Ataliba Castilho, da USP, Unicamp, pesquisador do CNPq, consultor do Museu da Língua Portuguesa, líder de importantes equipes que vêm mapeando a fala brasileira. Não por acaso a Fapesp associa-se a esta edição, dando-lhe seu aval.O livro procura dotar os brasileiros de um certificado a mais à sua identidade. Não se trata de um certificado qualquer, pois é na língua que se manifestam os traços mais profundos do que somos, de como pensamos o mundo, de como nos dirigimos ao outro. Faltava clarificar a gramática do português brasileiro, para dar status científico a essa percepção. É o que se faz neste livro, fruto de cinquenta anos de pesquisas, desenvolvidas nas três universidades oficiais paulistas e em várias universidades do exterior.Essa não é uma gramática-lista, cheia de classificações, que começam pela Fonética, atravessam a Morfologia e perdem o fôlego na Sintaxe. Nessas gramáticas, não se vê uma língua, vê-se uma gramática. Nesta obra, o autor focalizou o que se esconde por trás das classificações, identificando os processos criativos do português brasileiro que conduziram aos produtos listados. Ultrapassa-se a barreira da descrição, encaminhando o olhar para o que ocorre também na linguagem mental, pré-verbal. Ultrapassa-se a fronteira da sentença, pois o trabalho tem início no texto.Quando falamos ou quando escrevemos, uma intensa atividade é desencadeada em nossas mentes, com rapidez enorme, acionando-se quatro sistemas linguísticos ao mesmo tempo: o léxico, a semântica, o discurso e a gramática. Esses sistemas são articulados pelos princípios sociocognitivos que regem a conversação, a mais básica das atividades linguísticas. Esse livro foi concebido nos moldes da teoria multissistêmica, de cunho funcionalista-cognitivista, desenvolvida por seu autor. As gramáticas resultam habitualmente do trabalho individual, fundamentando-se na língua literária. Esta gramática tomou outro rumo. Os escritores não trabalham para nos abastecer de regras gramaticais. Eles exploram ao máximo as potencialidades da língua, segundo um projeto estético próprio. As regularidades que as gramáticas identificam devem fundamentar-se no uso comum da língua, quando conversamos, quando lemos jornais, como cidadãos de uma democracia. Isso não exclui a fruição das obras literárias, mas é uma completa inversão de propósitos tomá-las como fundamento para a descrição de uma língua. Por outro lado, as línguas são tão complexas, que é impossível trabalhar solitariamente em sua análise. Levando isso em conta, os linguistas brasileiros conceberam a partir da década de 1970 grandes projetos coletivos, nos quais o autor se envolveu. Essa gramática dá voz a esses pioneiros de uma nova forma de produzir ciência. Suas pesquisas foram filtradas nessa gramática a partir de uma ótica própria, propondo seguidamente ao leitor que se envolva nas pesquisas, transformando-se no linguista-gramático dele mesmo.As gramáticas habitualmente assumem o "estilo-revelação": uma afirmação é feita, o gramático se transforma numa espécie de Moisés que desce dos altos montes e revela aos povos estupefatos... o que está certo e o que está errado em sua linguagem! A Nova gramática do português brasileiro se afastou desse tom monológico, optando por um diálogo em que se sucedem dois textos articulados, um expositivo, e outro indagativo. Na exposição, fala o autor, interpretando os achados da ciência atual. Nas indagações, falam os leitores, por meio das perguntas que se imagina que eles formulariam



Para quem acompanha aqui o blog e ainda não sabe, eu sou professora de língua portuguesa e atualmente estou afastada de sala de aula para concluir meu mestrado na área de Linguística. Eu, como muitas pessoas da área sempre procuramos manuais, gramáticas e afins que nos nos auxiliem na difícil tarefa de mexer com a língua brasileira.

A Nova Gramática do Português Brasileiro do conceituado professor Ataliba T. de Castilho, não apenas cumpre sua função de manual, mas traz indagações, pesquisa e principalmente nos faz refletir acerca da mutabilidade da língua portuguesa e do seu uso no Brasil.

Confesso que não sou muito ligada nos estudos gramaticais e nas pesquisas acerca do assunto, pois minha pesquisa é mais para o lado do discurso. É inegável, porém a importância para o professor da língua ter uma boa gramática, que traga questionamentos e reflexões, não apenas regras e esse é o diferencial dessa gramática.

Não recomendo se você está estudando para concurso, procure uma gramática mais próxima do descritivismo, mas para quem vai prestar ENEM e quer investir em uma gramática eu recomendo demais essa.

A diagramação da editora está maravilhosa, a capa é dura e há bastante espaço para escrever, o que eu agradeço pois só estudo escrevendo.

9 comentários:

  1. Eu amo aprender e apesar de oh, nem ter concluído o segundo grau, sempre estou em busca de novos ares(principalmente se o tempo me ajudar)
    Por isso, gostei muito de tudo que li acima. E acredito que seja uma obra válida para todos, até para quem como eu, está longe da fase escolar, mas que quer estar por dentro da nossa língua portuguesa!!!
    A capa é maravilhosa realmente!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Esse é ótimo pra quem quer melhorar na escrita e aprender um pouco mais sobre o uso gramatical mesmo. Pra quem tá aí prestes a fazer uma prova importante, redação e essas coisas, parece bem legal. Deve dar umas boas dicas.

    ResponderExcluir
  3. Olá! ♡ Acho a Língua Portuguesa fascinante! Quero muito melhorar minha escrita e de fato estou precisando muito investir na gramática.
    Vou pesquisar mais sobre o livro, acho que ele pode me ajudar bastante.
    Obrigada pela dica! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  4. Oiii ❤ Esse livro parece ser ótimo tanto pra quem quer conhecer mais sobre o português, quanto para mim, que pretendo fazer o ENEM esse ano. É muito bom saber gramática pra redação.
    Gostaria de fazer essa leitura, poderia me ajudar a melhorar na escrita.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  5. Oi Priscila ;)
    Eu terminei a faculdade agora, e na minha área (Direito) ter uma gramática boa é essencial, porque nossa comunicação é o mais importante.
    Gostei da sua indicação, e não sabia que você é professora de língua portuguesa. Essa sempre foi uma das minhas matérias favoritas da época de escola *-*
    E boa sorte no mestrado!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Adorei o livro, é uma maneira ótima de conhecer e ter uma boa gramatica. Será uma maneira ótima para levar algum concurso ou até mesmo prova do Enem, assim ter uma ótima qualificação. Adorei muito!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  7. Oi, Priscila
    Não sabia que você é professora de português.
    Como terminei a faculdade fazer um bom tempo, escrevo apenas para fazer meu planejamento.
    Quero voltar a escrever textos como antes, obrigada pela indicação.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Priscila!!
    Nossa que indicação mais bacana essa do livro Nova Gramática do Português Brasileiro principalmente para quem vai prestar o Enem, e não sabia que você é professora de língua portuguesa e que coisa boa que você está concluído o mestrado na área de Linguística.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Que legal que você é profe de Português!!
    Achei interessante esse livro, adoro estudar gramática e fiquei com vontade de lê-lo!
    Anotado aqui, afinal, é sempre bom aprender mais sobre nossa língua!
    bjs

    ResponderExcluir