Feminismo no Cotidiano - Marli Gonçalves

Editora: Contexto
Páginas: 160
Classificação: 
Onde Comprar: https://amzn.to/2mylPeY

Sinopse: Aqui o feminismo não é apenas mais uma teoria defendida na universidade, nem uma trincheira de políticos em busca de votos. Marli gonçalves, combatente de primeira hora, sai uma vez mais em campo para ajudar mulheres e homens a praticar o feminismo, a lutar por uma sociedade mais justa. Marli foge dos teóricos da moda, assim como do(a)s político(a)s oportunistas. O feminismo que prega é o vivido, não apenas o pensado. Este livro é o presente ideal para mulheres e homens que queiram – ou precisem – aprender o que é mesmo esse tal de feminismo. “o feminismo é um ideal e um movimento real, uma forma de pensamento e busca de ação abrangente para promover cada vez mais a igualdade de oportunidades entre mulheres e homens.” “para começar, homens e mulheres podem e deveriam se declarar feministas. A sociedade justa precisa ser construída por todos. Feminista é adjetivo bom para se definir, para chamar alguém, seja mulher ou homem.” “as mulheres querem ter o direito de escolher. As lutas feministas começam, entendam todos, definitivamente, por uma palavra só, comum: liberdade.” “uma só andorinha não faz verão. O feminismo é uma revoada delas.”.

Quando a editora lançou Feminismo no Cotidiano até minha orientadora de mestrado me mandou o link desse livro dizendo que era a minha cara e é mesmo. Demorei um pouco para ler por conta da fila de livros que ainda está aqui na minha mesa de parcerias e livros separados para leituras, mas convenhamos tudo vem em seu tempo certo e eu não poderia estar mais feliz em dizer que li o livro da Marli Gonçalves na hora certa.

Em Feminismo no Cotidiano vamos entender um pouco mais sobre o movimento feminista, sua história, vertentes, seu paradoxo, suas lutas e principalmente vamos entender como podemos tomar atitudes feministas no cotidiano. Acreditem é uma luta diária e todos os dias a gente se desconstrói um pouco.

"Feminismo é conhecimento, acima de tudo, uma prática diária, constante, que precisa ser exercida de forma saudável e tranquila tanto por homens quanto por mulheres." p.13
Hoje eu posso dizer que sou feminista sim e acho que de certa forma sempre fui, mesmo antes de saber e entender o que era esse movimento. Há décadas as mulheres se levantam para lutar por seus direitos e todas já sentimos um pouco na pele, mesmo não querendo admitir, que precisamos do feminismo. Até para você que acredita que não precisa, saiba que você só pode abrir a boca para falar sobre sua discordância por causa do feminismo, acredite eu estudo sobre isso há anos e nada foi conquistado por causa da bondade no coração dos homens e se eles dizem que nada seria possível sem o aval deles, bem, com base científica eu digo que nada veio de bom grado e absolutamente tudo foi conquistado com luta, sangue e fogo. Se hoje mulheres não são mais queimadas em fogueiras, se hoje temos o direito a trabalhar, sair de nossas casas desacompanhadas, ser chefes de nossas próprias famílias, isso não veio de mão beijada. 

Em Feminismo no Cotidiano, vamos conhecer as três ondas do feminismo que  nos asseguraram esses direitos, feito por mulheres que sofreram por nós e que ainda lutam pela igualdade de direitos, racial, por representatividade, contra a violência física, psicológica, sexual e simbólica. 

"O feminismo do século XXI é essencialmente democrático, e o seu desenvolvimento propicia que seja sempre alimentado por inúmeros temas, e, mesmo que alguns soem desconfortáveis, eles precisam vir à tona, à luz do sol." p.21
Eu acho essa capa simples e perfeita para o tema. Confesso que não curti a diagramação, com recortes nas páginas, me incomodou bastante visualmente e as vezes me deu tontura ficar olhando para o livro por muito tempo. De resto esse é um livro que eu recomendo a todos que lutam pela igualdade. 





12 comentários:

  1. Tenho duas opiniões sobre livros assim: Não deveriam existir e amo que eles existam.
    Explico!
    Não deveriam existir por ser tão injusta esta briga por igualdade, direitos e respeito. Penso eu nos meus sonhos que desde o começo tinha que ter sido diferente. Sempre igual. Mas..não dá pra voltar ao passado infelizmente e corrigir tantos erros, por isso, amo isso de mais e mais livros, filmes e séries que vão surgindo trazendo este tema como ponto central.
    Há muito o que ser mudado, o que ser transformado. Mas estamos no caminho.
    Por isso, a importância de obras iguais a esta.
    Já quero!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá! ♡ De fato, nada foi conquistado de mão beijada, foi preciso muita luta e sofrimento. Para mim, a gente precisa sim do feminismo, precisamos nos unir e lutar por uma sociedade com igualdade de direitos!
    Para mim livros como este são essenciais, precisamos entender mais sobre o movimento feminista e sua história, sobre as lutas, sobre o que o mesmo prega.
    Com certeza essa é uma leitura que eu quero muito fazer. Quero poder conhecer mais sobre a história desse movimento.
    Obrigada pela indicação! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  3. Olá! Realmente todo livro que nos permita conhecer mais sobre qualquer movimento é bastante válido, ainda mais se tratando de um tema, que muitos ainda precisam conhecer melhor, e que nos proporcionou tantos avanços.

    ResponderExcluir
  4. Acho legal livros do tipo porque reforça a luta que foi pra conquistar as coisas mais simples que a gente tem hoje e abre os olhos, serve de alerta pra não esquecer que é um movimento importante, mesmo tendo todos os preconceitos que a gente vê sobre o assunto. Legal dar esse panorama da história nele, de toda luta. Seria bom de ler. Um livro que serve pra todo mundo.

    ResponderExcluir
  5. OBRIGADA, AMIGAS!!! BEIJOS PRA VCS, MARLI GONÇALVES

    ResponderExcluir
  6. Oi, Priscila
    Infelizmente tudo o que temos hoje foi conquistado por mérito das mulheres que vieram antes de nós.
    Posso dizer que sou feminista, na escola e na rua de casa sempre defendia meus amigos e meu irmão mais novo.
    É um livro que todos devem e podem ler, claro que vai para a lista de desejos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Priscila!
    Nasci nos anos 60 e já a partir dos anos 70, pude começar a entender esse movimento do feminismo, e nos anos 80, veio ainda mais forte e a cada nova conquista, me sentia orgulhosa, porque sabia que em futuro, tudo poderia mudar ainda mais, como já está acontecendo.
    Ver um livro que traz três dessas precurssoras do feminismo, é empolgante e gostaria muito de poder conhecê-las melhor.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Oiii ❤ Nossa, que livro necessário! Preciso ler pra ontem rsrsrs.
    Todo livro que fala sobre feminismo e o quanto as mulheres já tiveram que dar o sangue para terem direitos, já me chama atenção.
    Concordo com a autora, feminismo pra mim também significa liberdade, direito de fazer as próprias escolhas.
    É uma pena que as pessoas não reconheçam o quão importante esse movimento é, quantos direitos a luta de muitas mulheres por condições mais justas asseguraram.
    Gostei que o livro fala sobre a história do feminismo, sobre as ondas feministas, pois são temas que me agradam saber mais sobre.
    Realmente, seria bom se as pessoas entendessem que o feminismo não se restringe só as mulheres, homens também deveriam aderir a causa.
    Obrigada pela dica de leitura, eu adorei.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  9. Olá, Priscila
    Ainda não li nenhum livro que fala sobre feminismo, mas tenho certeza que é uma leitura para todos.
    Seria perfeito se todos pudessem respeitar nossas escolhas e pelos direitos iguais.
    O feminismo é para todos e não só para as mulheres como muitas pessoas pensam.
    Quero poder ler em breve, beijos.

    ResponderExcluir
  10. Esse livro é tão importante. A gente precisa mesmo se desconstruir cada dia mais um pouco. Todos precisamos ser feministas, lutar por direitos iguais. É tão triste que ainda à pessoas que distorcem todo o propósito movimento, e que as mulheres precisem sempre estar batalhando árdua e incessantemente para provar que a gente merece direitos iguais e sermos respeitas, além de tudo. Gostei da indicação.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Priscila
    Fiquei muito interessada em ler!
    Não conhecia, mas já quero.
    É importantíssimo lermos e falarmos mais sobre o feminismo, que é uma luta diária e necessária!
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Oi, Priscila!!
    Gostei da indicação do livro. E quero muito ler mais livros com essa temática, pois acho cada vez mais importante falarmos e disseminar esse tema. Espero muito ter oportunidade de ler esse livro!!
    Bjs

    ResponderExcluir