Again Again - E. Lockhart

 

Editora: Delacorte Press

Páginas: 304

Classificação: 

Onde Comprar: https://amzn.to/38WqQ74

Sinopse: Se você pudesse viver sua vida novamente, o que faria de diferente?

Depois de uma catástrofe familiar quase fatal e uma reviravolta romântica inesperada, Adelaide Buchwald se vê catapultada para um verão de possibilidades selvagens, durante o qual ela se apaixonará e desapaixonará mil vezes - enquanto finalmente confronta os segredos que guarda, suas idéias sobre o amor e a estranha grandiosidade da mente humana.Uma história crua e engraçada que irá surpreendê-lo continuamente, Again Again nos dá uma heroína indelével lutando com o terrível e maravilhoso problema de amar outras pessoas.

 

“Again Again” da E. Lockhart é um YA com uma narrativa diferente, o que o faz um livro único. Pra quem já conhece a autora, sabe que ela gosta de tirar o leitor da zona de conforto e a história de Adelaide — e as possibilidades da mesma, fizeram isso comigo. 


“Again Again” é um livro sobre amor, como nos relacionamos com o outro, escolhas e consequências. Não tem como falar muito do livro sem dar um grande spoiler, mas tenho que dizer que fiquei cheia de impressões e sentimentos conflitantes ao finalizar a leitura. Não se deixe enganar pela capa. A mesma, aliás, diz muito sobre a história, quando você mergulha nela. Adelaide está no ensino médio, lidando com o término de um relacionamento, um emprego de verão que é cuidar de cinco cães de seus professores em um internato e sua família dividida por um evento trágico. 


Vamos conhecer essas pessoas que fazem parte de sua vida e ver em cada possibilidade, cada pequena realidade que faz parte de um multiverso tem a nos dizer. Algumas são muito mais dolorosas que as outras, mas em todas vamos ver algo em comum. Mesmo com tantas possibilidades, certas coisas simplesmente não tem o final que esperamos. Adelaide nem sempre vai optar por agir como gostaria e até mesmo precisa. Isso me gerou uma certa aflição, mesmo entendendo o motivo de sua escolha. 


Não sei se vai ser o tipo do livro que vai agradar o público aqui no Brasil, mas vale a recomendação, inclusive para quem não só quer ler algo diferente e com várias narrativas contando o multiverso existente, mas para quem gosta ou quer uma leitura que mesmo YA, seja um pouco mais crua e fale sobre amor de diferentes formas e em diferentes aspectos de nossas vidas fugindo do lugar comum, esperado e já normalizado do gênero: o amor romântico. Uma leitura intrigante que com toda certeza vai te marcar. 


Ps: se você não tem o costume de ler agradecimentos, nota dos autores e etc... recomendo demais que faça, enh? Tem mais provocações para te deixar pensando sobre a história, as motivações da autora e o desenvolvimento de sua estrutura.


Resenha por Mirela Paes 

0 comentários:

Deixe seu comentário