1+1: A Matemática do Amor - Augusto Alvarenga & Vinicius Grossos


Editora: Faro Editorial

Páginas: 256
Classificação: 

Onde Comprar:


Sinopse: De repente, Bernardo recebe a notícia de que irá se mudar com a família para outro país. Foi o estopim para que os amigos percebessem o quanto era valiosa aquela amizade, algo que não queriam perder... Bernardo reage mal e se revolta. Lucas tenta transformar cada dia que resta com o amigo na melhor experiência de suas vidas. Ele escreve uma lista de coisas para fazer e pretende cumprir uma por uma, em todos os detalhes. Mas, a cada dia, o fantasma da separação os assombra com um cronômetro, lembrando que o tempo se esgota e, nesses dias, os dois passam por grandes momentos juntos. É quando os meninos percebem que há algo maior entre eles... um sentimento profundo, que não conseguem explicar e tornam todas aquelas experiências ainda mais intensas. Mas o que fazer com tudo isso quando se tem apenas 16 anos? "Não lembro muito bem como eu e o Bernardo nos conhecemos. Até onde sei, ele sempre esteve ali, do meu lado. na escola, sempre estudávamos na mesma sala. Ele me ajudava em matemática, e eu lhe dava uma mão em português. E assim nos completávamos, ajudando um ao outro, apoiando-nos mutuamente". (Lucas)

Se tem uma coisa que aqui a gente gosta é de um bom romance que deixa qualquer um boiolinha por um amor de infância. E aqui em 1+1, isso acontece durante todo o livro.

 

Augusto Alvarenga e Vinicius Grossos entregaram o que qualquer leitor de fanfic yaoi gosta: um casal jovem, com problemas da adolescência, um grande dilema pela frente e a descoberta da sexualidade.

 

A cada página, o leitor se encanta mais com a história, que faz com que o amor dos dois jovens, Bernardo e Lucas, se pareça o mais puro e simples possível. Além, é claro, de lidar com o lado emocional e sexual de ambos.

 

Outro ponto interessante, são os opostos criados pelos protagonistas, um mais popular, atlético e de exatas, do outro lado, alguém mais retraído, sedentário e de humanas. Apesar disso, os dois são amigos desde bebê, e foram tendo todas as experiências de suas vidas, juntos.

 

Um ponto legal, também, são as ilustrações como elementos das páginas, que ajuda a visualizar melhor os personagens e suas características, mas, claro, deixando a mente do leitor viajar um pouco.

 

A única coisa que deixa a história um pouco perdida, é passar 90% do livro apenas desenvolvendo o romance, para apenas nas últimas páginas ser criado um novo problema, com uma solução rápida e nada didática. Mas isso, não impede que a experiência seja diferente.

 

Vale lembrar que é um livro LGBT nacional. Vamos valorizar a cultura brasileira.

 

E para você, 1+1 é sempre 2 ou 1+1 pode ser 1?

 

0 comentários:

Deixe seu comentário