The Royals Next Door - Karen Halle

 

Páginas: 366

Editora: Berkley

Classificação: 


Sinopse: Piper Evans: professora do ensino fundamental durante o dia - ávida leitora de romances e podcaster anônima à noite. Ela tem uma vida quieta e reclusa, cuidando de sua mãe, que vive com doenças mentais, evitando seu lamentável ex, que trabalha como bartender na cidade e tentando fazer incursões na comunidade restrita da ilha que ainda a vê, cinco anos depois , como um estranha. E ela está feliz com a forma como as coisas estão - realmente - até que a realeza britânica aluga a propriedade ao lado dela e seu guarda-costas taciturno decide que ela é uma ameaça à segurança. Piper rapidamente percebe que o conto de fadas de uma pessoa é o pesadelo de uma mulher comum enquanto o frenesi da mídia toma conta da ilha e cada encontro com Harrison Cole é mais quente e mais confuso do que o anterior. Mas por baixo do exterior sensato de Harrison existe um coração mole, que poderia tentar uma mulher que jurou que não tinha ligações a acreditar em cavaleiros brancos. Mas quando Piper se encontra no meio de um escândalo real que abala a ilha, ela vai precisar de mais do que os braços fortes de Harrison para protegê-la - ela terá que fazer um pouco para se resgatar. Com carreiras, corações e amizades em jogo, Piper e Harrison terão que decidir o que estão dispostos a abrir mão por uma chance de felizes para sempre.

 

Como resistir a qualquer livro que tenha realeza no meio? Ainda não descobri como e lógico que precisava ler The Royals Next Door!


Piper é professora no ensino infantil de uma escolha nas ilhas britânicas no Canadá. Com uma mãe com problemas de saúde mental, Piper encontra conforto em se podcast sobre romances e em acompanhar celebridades. Quando o Principe Eddie e sua nova esposa, Mônica, se mudam para a casa ao lado da sua, as coisas começam a se complicar. Principalmente por causa do segura da deles. Harisson só tem uma missão, manter o príncipe e sua esposa longe dos holofotes. Piper não parece uma ameaça para o casal, mas Harisson não pode dizer o mesmo de seu coração.


Eu tinha uma expectativa muito alta com esse livro, afinal a autora fez várias referências ao casal real Principe Harry e sua esposa Megan. Porém, apesar de ser um romance até gostosinho de ler, ele foi morno em muitas partes até engrenar.


Piper é uma personagem com um passado conturbado e muito solitária por conta das cicatrizes emocionais que encontrou no meio do caminho. O ponto positivo é que a autora ressaltou a importância da terapia e de como isso foi libertador para a personagem.


Meu grande problema com esse livro foi o fato de Harisson não ter sido tão bem aproveitado como eu gostaria. Ele tem um passado sombrio que não ficou tão bem explicado assim e isso me incomodou um pouco.


O romance dos dois é um enemies to lovers com slow burn, ou seja, demora bastante para eles chegarem a um entendimento e isso para mim fortaleceu a relação construída na narrativa. Também há muitas cenas sensuais, então para quem curte, essa temática foi bem trabalhada.


Enfim, foi uma leitura boa, mas não conseguiu superar as minhas expectativas.

Para fazer download de uma amostra do livro clique aqui.



0 comentários:

Deixe seu comentário