Bakhtin: Outros Conceitos-Chave - Beth Brait (org.)

 

Editora: Contexto

Páginas: 264

Classificação: 

Onde Comprar: https://amzn.to/3taq1PZ


Sinopse: O enorme sucesso de Bakhtin: conceitos-chave fez com que uma continuação se tornasse obrigatória. Este segundo volume, novamente coordenado por Beth Brait, recupera mais conceitos que continuam produzindo conhecimento nos estudos linguísticos e literários e nas ciências humanas de maneira geral. Pesquisadores envolvidos com as particularidades do pensamento bakhtiniano e com sua produtividade na construção do conhecimento situam, em sua origem, conceitos como análise e teoria do discurso, diálogo, interdiscursividade e intertextualidade, e realizam leituras de textos e discursos estimulados por eles. Além disso, três capítulos discutem perspectivas que dialogam de forma polêmica com importantes tendências filosóficas e teórico-analíticas da atualidade. Para professores e estudantes de letras e linguística, este livro traz importante contribuição para a compreensão da arquitetura bakhtiniana.



Eu gosto muito dos estudos do Bakhtin e sempre que posso leio livros acerca da teoria dele. 


Nesse livro Beth Braitt organiza diversos textos de alguns autores acerca dos conceitos chave dos estudos Bakhtinianos.

No primeiro ensaio Braitt dialoga acerca do pensamento Bakhtiniano em um posicionamento mais atual no campo do texto e discurso. Em seguida temos o ensaio "Bakhtin, Foucault, Pêcheux" que articula os pensamentos dos autores discutindo perspectivas e conceitos. Esse segundo ensaio dialoga com outros dois do livro: "Psicologia" e "Esfera e Campo", que analisam as implicações dos conceitos levantados por Bakhtin na atualidade e suas implicações em pesquisas contemporâneas dentro das Ciências Humanas. 

O capítulo, porém que mais me chamou a atenção foi o "Carnavalização"  que me trouxe diversos conceitos-chave e reflexões sobre a literatura.

Enfim, para quem quiser conhecer um pouco mais acerca de estudos bakhtinianos e suas diversas implicações em muitas áreas das Ciências Humanas.

0 comentários:

Deixe seu comentário